publicidade
27/11/18
Seminário será no dia 30 de dezembro, no auditório da Fiocruz Pernambuco, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)
Seminário será no dia 30 de dezembro, no auditório da Fiocruz Pernambuco, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)

Zika: Fiocruz Pernambuco debate custo humano e proteção social

27 / nov
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 27/11/2018 às 10:13

Os impactos no acesso aos serviços de saúde, os efeitos econômicos, os direitos sexuais e reprodutivos em tempos de zika e o reflexo da epidemia na vida das famílias serão mote do seminário que apresentará os primeiros resultados da pesquisa Impactos sociais e econômicos da infecção pelo zika no Brasil, coordenada localmente pela médica sanitarista Tereza Lyra.

Leia também:

Microcefalia por zika completa 3 anos, e a ciência descortina o custo humano da epidemia

‘Ônus recai sobre as mulheres’, diz pesquisadora sobre custo humano dos 3 anos da microcefalia por zika

O encontro, que acontecerá no dia 30 deste mês, no auditório da Fiocruz Pernambuco, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife, contará com a participação de pesquisadores da instituição, do Instituto Fernandes Figueira (RJ), da Universidade Federal de Pernambuco e da London School of Hygiene & Tropical Medicine. “Um dos achados da pesquisa que chamam a atenção é o fato de a maioria das entrevistadas serem mães de gravidez não desejada. Isso coloca à tona vários aspectos, especialmente a falha da atenção básica no controle da natalidade. Há uma política falha na oferta de métodos contraceptivos. Isso reforça a necessidade de se discutir a política da natalidade no Brasil”, frisa Tereza Lyra.

O evento, das 8h30 às 17h30, terá debates com a participação de representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES), do Movimento de Mulheres (MM) e da União de Mães de Anjos (UMA), instituição que luta pelos direitos das famílias afetadas pelo zika em Pernambuco. O seminário é gratuito e aberto a qualquer pessoa interessada no tema. Não é necessário fazer inscrições.


FECHAR