publicidade
04/11/18
Amar oferece apoio a mais de 400 pessoas, entre crianças e adultos, que vivem com doenças raras em Pernambuco. Entre aquelas que recebem suporte social, estão 80 famílias de crianças que nasceram com a síndrome congênita do zika (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)
Amar oferece apoio a mais de 400 pessoas, entre crianças e adultos, que vivem com doenças raras em Pernambuco. Entre aquelas que recebem suporte social, estão 80 famílias de crianças que nasceram com a síndrome congênita do zika (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)

Doenças raras: entidade que acolhe famílias e crianças solicita apoio para manter atendimentos

04 / nov
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 04/11/2018 às 16:20

A Aliança de Mães e Famílias Raras (Amar) promove, no próximo sábado (10), das 8h às 16h, bazar com venda de roupas, acessórios e artigos para casa. O evento será na sede da entidade, no Parque Santos Dumont, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A presidente da Amar, Pollyana Dias, frisa que a mobilização tem como objetivo arrecadar recursos para manter atendimentos oferecidos a crianças com doenças raras.

Leia também:

Microcefalia por zika completa 3 anos, e a ciência descortina o custo humano da epidemia

‘Ônus recai sobre as mulheres’, diz pesquisadora sobre custo humano dos 3 anos da microcefalia por zika

A entidade, que recebe doações de peças para o bazar até a próxima quarta-feira (7), completou recentemente cinco anos do trabalho de assistência e acolhimento que oferece a mais de 400 pessoas, entre crianças e adultos, que vivem com doenças raras em Pernambuco. Entre aquelas que recebem suporte social, estão 80 famílias de crianças que nasceram com a síndrome congênita do zika.

“A partir dessa condição associada ao vírus, o Estado passou a ter um novo olhar para a causa que abraçamos”, diz Pollyana.

Informações: 3462-6444 e 98448-8710 (WhatsApp).


FECHAR