publicidade
24/09/18
Aedes aegypti é o mosquito transmissor de zika, dengue e chicungunha (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)
Aedes aegypti é o mosquito transmissor de zika, dengue e chicungunha (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)

Análise de buscas na internet e uso das mídias sociais ajudam a prever surtos de zika, diz estudo

24 / set
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 24/09/2018 às 16:01

Vários estudos têm mostrado como as mídias sociais e as consultas de pesquisa do Google podem ser usadas, por pesquisadores, para prever casos de zika uma semana antes do surto. Recentemente um artigo publicado na revista científica Epidemiology and Infection revelou como as análises das buscas feitas na internet podem se tornar um sistema de vigilância, em tempo real e de baixo custo, para antecipar os surtos de doenças infecciosas.

Intitulado Prediction of Zika-confirmed cases in Brazil and Colombia using Google Trends, o estudo apresentou o desenvolvimento de um modelo capaz de prever casos confirmados de zika com base no volume de buscas sobre zika apresentado no Google Trends.

As análises foram cruzadas com os casos da doença no Brasil e na Colômbia. “Essas descobertas são importantes para ajudar as autoridades de saúde no processo de avaliação do surto e na tomada de precauções necessárias”, concluem os autores do artigo.


FECHAR