publicidade
27/08/18
Sintomas de demência, incluindo Alzheimer, incluem perda de memória, dificuldade em encontrar palavras ou compreender o que as pessoas dizem, dificuldade em desempenhar tarefas rotineiras prévias e mudanças na
personalidade e humor (Foto: Freepik)
Sintomas de demência, incluindo Alzheimer, incluem perda de memória, dificuldade em encontrar palavras ou compreender o que as pessoas dizem, dificuldade em desempenhar tarefas rotineiras prévias e mudanças na personalidade e humor (Foto: Freepik)

A cada 3 segundos, uma pessoa desenvolve demência no mundo; doença de Alzheimer é a mais comum

27 / ago
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 27/08/2018 às 16:10

A cada três segundos alguém no mundo desenvolve demência. O número de pessoas que vivem com essa condição quase duplicará a cada 20 anos, alcançando uma estimativa de 152 milhões de pessoas por volta de 2050. Em 2018, o custo global da demência excederá um trilhão de dólares americanos; um valor superior ao de companhias como Google, Exxon e Apple.

Leia também:

Alzheimer: conheça 9 atitudes que você pode começar a adotar para diminuir o risco da doença

Para marcar setembro (mês de conscientização sobre demência), a Associação Brasileira de Alzheimer/Regional Pernambuco organiza atividades para o público em geral. Para o dia 3 de setembro, está programado encontro gratuito destinado a cuidadores e famílias de pacientes, às 14h30, no Instituto Pesquisa Estudos Terceira Idade, na Rua Amauri de Medeiros, no Derby, área central do Recife.

Um outro grupo de apoio acontece no dia 10, no mesmo horário, na Rua Professor José Cândido, em Bairro Novo (Olinda). Já no dia 15, das 9h às 12h, será realizada oficina de práticas integrativas, que orienta como combater o estresse com a aromaterapia. O evento será na Interne, na Boa Vista, com inscrições a R$ 30 no site: sympla.com.br/abrazpe.

Informações: 81 98802-0263.

Saiba mais

O tema deste ano da campanha do Mês Mundial da Doença de Alzheimer é Alzheimer: eu não esqueço!, com o objetivo de encorajar as pessoas a compreenderem a importância de se reconhecer a demência como uma doença e mudar o estigma que ainda está associado a essa condição.

Demência é um nome coletivo para as síndromes cerebrais degenerativas progressivas que afetam a memória, o pensamento, o comportamento e a emoção. A doença de Alzheimer e a demência vascular são os tipos mais comuns de demência, responsáveis por mais de 90% dos casos. Os sintomas podem incluir: perda de memória, dificuldade em encontrar palavras ou compreender o que as pessoas dizem, dificuldade em desempenhar tarefas rotineiras prévias e mudanças na personalidade e humor.

A demência desconhece limites sociais, econômicos e geográficos. Embora cada pessoa tenha uma experiência única, todos aqueles afetados estarão impossibilitados de cuidar de si e precisarão de ajuda em todos os aspectos da vida diária. No momento, não há cura para muitos dos seus tipos, mas é importante saber que tratamentos, orientações e suporte estão disponíveis.


FECHAR