publicidade
25/01/18
Morador de Bezerros, com suspeita de febre amarela, foi atendido na manhã desta quinta-feira (25), no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife (Foto: Igo Bione/Acervo JC Imagem)
Morador de Bezerros, com suspeita de febre amarela, foi atendido na manhã desta quinta-feira (25), no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife (Foto: Igo Bione/Acervo JC Imagem)

Sobe para quatro o número de notificações por suspeita de febre amarela em Pernambuco

25 / jan
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 25/01/2018 às 12:19

A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) foi notificada, na noite da quarta-feira (24), de um paciente com sintomas suspeitos de febre amarela. O homem, de 45 anos, é morador de Bezerros, no Agreste do Estado, e passou o período de festas de fim de ano em Mairiporã, em São Paulo, área com ocorrência da doença. Ao voltar para Bezerros, no último dia 4 de janeiro, começou a apresentar febre, vômito e dores abdominais. O paciente, que não é vacinado contra febre amarela, ainda apresentou alterações hepáticas, mas não tem alteração renal nem hemorragia. A filha dele, de 5 anos, também apresentou febre, vômitos e dores abdominais por cerca de cinco dias, no mesmo período em que começou os sintomas do pai. A criança, que também esteve em Mairiporã, já está com o quadro estável, mas também foi notificada como paciente suspeito por também ter apresentado sintomas suspeitos e não ser vacinada.

Com isso, sobre para quatro o número de notificações de pacientes suspeitos para febre amarela este ano em Pernambuco. Além dessas duas ocorrências em Bezerros, outras duas já foram descartadas para a doença.

Assista ao programa sobre febre amarela na TV JC:

As amostras coletadas para exames, do morador de Bezerros e da filha, serão enviadas para um laboratório de referência nacional. Ele foi atendido na manhã desta quinta-feira (25), no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, referência estadual em infectologia.

Na unidade, foi avaliado pela equipe médica, que coletou material laboratorial. O caso será investigado tanto para febre amarela quanto para outras doenças que provocam esses sintomas, como hepatites, dengue e leptospirose. O paciente, que já apresenta quadro estável e em curva de melhora, recebe alta ainda hoje.

A equipe técnica da SES está em Bezerros nesta quinta (25) para fazer a investigação dos casos e para apoiar as ações de vigilância do município.

É importante ressaltar que Pernambuco não é área de circulação do vírus da febre amarela. Todos os casos notificados foram de pacientes que passaram por áreas do País onde há o vírus e a ocorrência da doença.


FECHAR