publicidade
31/10/17
Celina Turchi ao lado do diretor da Fiocruz Pernambuco, Sinval Brandão Filho (Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem)
Celina Turchi ao lado do diretor da Fiocruz Pernambuco, Sinval Brandão Filho (Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem)

Referência mundial em pesquisas sobre zika, Celina Turchi será homenageada pelo Prêmio Paul Donovan

31 / out
Publicado por Cinthya Leite em Aedes aegypti - 31/10/2017 às 16:14

Responsável por coordenar uma força-tarefa que deu respostas a inquietações de cientistas de todo o mundo ao comprovar a relação entre o zika e o aumento no número de bebês com a síndrome congênita do vírus e microcefalia, a médica goianiense Celina Turchi, 64 anos, pesquisadora da Fiocruz Pernambuco, será homenageada pelo 13º Prêmio Paul Donovan Kigar de Honra ao Mérito por Realizações de Vida.

Neste ano, os temas da cerimônia são mulher, mãe, criança, natureza e paz. A solenidade de condecoração será realizada no dia 5 de dezembro, das 17h às 19h30, no Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia, em São Paulo.

Leia também:

Dengue pode agravar danos causados pelo zika vírus, diz médica epidemiologista

Fiocruz vai levantar histórico de 600 bebês com e sem microcefalia

Em dezembro de 2016, Celina foi escolhida como uma das dez cientistas mais importantes do ano pela revista Nature. Foi a única brasileira da lista.

Além da pesquisadora, receberão homenagem a professora Helley Abreu Batista, que morreu ao salvar crianças na creche de Janaúba (MG) e a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social, pela realização do Bunkyo Rural (evento que valoriza a agricultura sustentável com alternativas orgânicas), além de outras personalidades e organizações.

A premiação é organizada pela Associação dos Moradores e Amigos da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo, entidade sem fins lucrativos.


FECHAR