publicidade
21/03/17
Aplicativo auxilia médico a obter informações e sintomas mais exatos, podendo conduzir o tratamento do paciente com epilepsia de forma mais eficiente (Foto ilustrativa: Pixabay)
Aplicativo auxilia médico a obter informações e sintomas mais exatos, podendo conduzir o tratamento do paciente com epilepsia de forma mais eficiente (Foto ilustrativa: Pixabay)

Aplicativo auxilia médicos a chegar em diagnóstico correto da epilepsia

21 / mar
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 21/03/2017 às 7:00

Doença neurológica que altera a atividade elétrica no cérebro e produz diversas manifestações no organismo, a epilepsia ainda é considerada um tabu para muitas pessoas. Embora seja um dos distúrbios neurológicos mais comuns, não existem dados claros sobre o número de pacientes que convivem com a doença. Para auxiliar os médicos com informações acerca do assunto, laboratório farmacêutico Torrent do Brasil lançou o aplicativo Atlas da Epilepsia, exclusivo para profissionais da medicina.

Leia também:
» Pesquisa avalia relação entre padrões de sono e epilepsia
» Epilepsia: informação é o remédio contra preconceito
» Método identifica pacientes com epilepsia que podem se beneficiar com cirurgia
» No mês de conscientização sobre a epilepsia, neurocirurgião tira dúvidas em vídeo

O objetivo da ferramenta é auxiliar a consulta médica, fornecendo explicações sobre o fenômeno epilético e, possibilitando assim o diagnóstico correto. “A abordagem clínica durante as consultas é importantíssima para garantir a exatidão no diagnóstico, e não como geralmente se pensa, através de um eletroencefalograma ou ressonância magnética”, ressalta a neurologista Elza Márcia Yacubian, chefe da Unidade de Pesquisa e Tratamento de Epilepsias da Escola Paulista de Medicina (EPM) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e supervisora do conteúdo repassado no aplicativo.

Já com as diretrizes atualizadas pela Liga Internacional da Epilepsia, por meio de recursos gráficos e coloridos, imagens anatômicas e vídeos explicativos, o aplicativo auxilia o epileptologista a obter informações e sintomas mais exatos, tanto do paciente como das pessoas próximas a ele, geralmente, mais familiarizadas com as ocorrências. De posse desses dados o médico pode orientar o tratamento de forma mais eficiente.

O Atlas da Epilepsia está disponível somente para os médicos na Play Store e na App Store, seja para smartphones ou para tablets.

Purple Day

Todo 26 de março, nossos olhos se voltam para o Dia Mundial da Conscientização da Epilepsia (Purple Day – ou Dia Roxo em português). A data foi criada pela jovem Cassidy Megan em 2008, motivada por suas próprias lutas com epilepsia. O objetivo de Cassidy é fazer com que as pessoas falem sobre epilepsia em um esforço para dissipar mitos e informar aqueles com convulsões que eles não estão sozinhos. A Associação de Epilepsia da Nova Escócia veio a bordo em 2008 para ajudar a desenvolver a iniciativa de Cassidy, que agora é conhecida como a Purple Day para a campanha de epilepsia.


FECHAR