publicidade
08/02/17
Ferramenta auxiliará na aprendizagem da estimulação precoce básica dos bebês (Foto ilustrativa: Diego Nigro / JC Imagem)
Ferramenta auxiliará na aprendizagem da estimulação precoce básica dos bebês (Foto ilustrativa: Diego Nigro / JC Imagem)

Crefito desenvolve aplicativo para auxiliar famílias de crianças com síndrome congênita do zika vírus

08 / fev
Publicado por Cinthya Leite em Aedes aegypti - 08/02/2017 às 18:13

Uma ferramenta para ajudar as famílias de crianças diagnosticadas com microcefalia através da síndrome congênita do zika vírus (SCZV) na aprendizagem da estimulação precoce básica dos pequenos, essencial no tratamento. Esta é a proposta do Amor Maior (AMMA), um aplicativo gratuito que está sendo desenvolvido pelos Grupos de Trabalho (GTs) do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-1), em parceria com profissionais da área de design e de tecnologia da informação. Ainda não há data de lançamento prevista.

Leia também:
» FAV lança aplicativo que ajuda a promover cuidados a crianças com síndrome congênita do zika
» Dengue pode agravar danos causados pelo zika vírus, diz médica epidemiologista
» Brasileiros desconhecem medidas para combater zika, chicungunha e dengue
» Campanha reforça alerta para as grávidas em tempos de zika

Desenvolvido inicialmente para celulares com sistema operacional Android, a ferramenta funcionará como um guia das atividades diárias e de lazer que podem e devem ser feitas visando o desenvolvimento dos bebês. Tudo ilustrado com vídeos e imagens para facilitar o entendimento.

Imagem de reunião com famílias de crianças com síndrome congênita do zika vírus (Foto: Divulgação)
Equipe responsável pelo projeto se reuniu com mães de crianças diagnosticadas com a síndrome para discutir a proposta do aplicativo (Foto: Divulgação)

A equipe envolvida com o projeto se reuniu nesta terça-feira (7) com representantes da Aliança das Mães e Famílias Raras (Amar) e da União de Mães de Anjos (UMA) para discutir a proposta do aplicativo. Na reunião, as mães avaliaram a ferramenta e citaram algumas funções que podem ser acrescentadas, de acordo com suas experiências pessoais e necessidades diárias.


FECHAR