publicidade
08/09/16
Emerson destaque
Emerson destaque

Cicatrizes e melasma: Dermatologista apresenta mais de 800 casos tratados com técnica inovadora

08 / set
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 08/09/2016 às 14:24

No livro, Emerson contabiliza 864 casos tratados em pouco mais de seis anos em serviços público e privado. Isso representa a maior casuística do País e uma das maiores do mundo (Foto: Gustavo Bettini/Divulgação)
IPCA: No livro, Emerson contabiliza 864 casos tratados em pouco mais de seis anos em serviços público e privado. Isso representa a maior casuística do País e uma das maiores do mundo (Foto: Gustavo Bettini/Divulgação)

Rugas, cicatrizes em geral, estrias, flacidez, celulite e melasma podem ser tratados por uma técnica inovadora chamada de indução percutânea de colágeno com agulhas, conhecida pela sigla IPCA. O procedimento é apresentado em livro pelo dermatologista pernambucano Emerson Andrade Lima, que aperfeiçoou e expandiu os benefícios da técnica. Intitulada IPCA: Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas, a obra ganha destaque nesta quinta-feira (8), em lançamento no 71º Congresso Brasileiro de Dermatologia, realizado em Porto Alegre. O livro, publicado pela Editora Guanabara, é voltada para médicos e estudantes da área de saúde.

Na publicação, Emerson contabiliza 864 casos tratados em pouco mais de seis anos em serviços público e privado. O número representa a maior casuística Brasil e uma das maiores do mundo. Toda a renda obtida com a venda dos volumes será revertida para o instituto Pelo Bem, que fornece assistência a crianças, adultos e idosos em situação de risco.

A técnica trazida por Emerson ao Brasil é consiste no uso de microagulhas, que perfuram a pele e, dessa maneira, provocam uma resposta reparadora do organismo, traduzida no reforço da produção do colágeno, essencial para a saúde do tecido.

Embora venha sendo utilizada amplamente por profissionais de diversas áreas, a IPCA é uma intervenção médica, exige anestesia local e execução por profissional de saúde apto. Isso garante a segurança do paciente e os resultados esperados.

Toda a renda obtida com a venda do livro será revertida para o instituto Pelo Bem, que dá assistência a crianças, adultos e idosos em situação de risco (Foto: Gustavo Bettini)
Toda a renda obtida com a venda do livro será revertida para o instituto Pelo Bem, que dá assistência a crianças, adultos e idosos em situação de risco (Foto: Gustavo Bettini/Divulgação)

“Trata-se de uma intervenção cirúrgica, exige cuidados específicos. Minha intenção em publicar esse livro foi justamente destacar que é necessário estudo, preparo para dominar esta técnica. Comecei há seis anos a aplicar a IPCA, quando não se falava nisso no Brasil. A experiência me fez descobrir, por exemplo, que é possível obter excelentes resultados utilizando-a para tratar o melasma. No livro, detalho vários casos de sucesso”, destaca Emerson Lima, doutor pela Universidade de São Paulo e com pós-doutorado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

O domínio do procedimento e a experiência adquirida ao longo dos anos possibilitaram ainda ao dermatologista ser precursor em outras duas técnicas: a tunelização dérmica (TD), que também usa agulhas para a correção de cicatrizes extremamente estigmatizantes, e a radiofrequência pulsada com multiagulhas (RFPM), eficiente na correção da sobra de pele nas pálpebras sem cortes.


FECHAR