publicidade
24/05/16
parede-cor-clara-quarto-235
parede-cor-clara-quarto-235

Você convive com alergia? Confira dicas para deixar a casa livre de substâncias alérgicas

24 / maio
Publicado por Cinthya Leite em Bem-estar - 24/05/2016 às 19:09

Imagem de quarto com paredes pintadas com cores claras (Foto: Free Images)
Ter atenção com limpeza da casa e adotar alguns hábitos com tapetes, cortinas e outros objetos podem ajudar a diminuir as crises alérgicas (Foto ilustrativa: Free Images)

Nestes dias de clima incerto, é comum fecharmos as janelas da casa, diminuindo a ventilação no ambiente. Os cômodos ficam mais abafados e, em residências com muitos tapetes e cortinas, terminam sendo um risco para pacientes com alergia, já que se torna mais fácil a proliferação de possíveis alérgenos. Evitar esses transtornos é muito simples, basta adotar alguns costumes. A médica Alexandra Sayuri Watanabe, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), listou algumas dicas para deixar a casa aconchegante e livre de substâncias prejudiciais a quem convive com alergia.

Leia também:
» Especialista esclarece principais dúvidas sobre a asma
» Asma impacta produtividade de 9 em cada 10 funcionários, aponta pesquisa
» Exercício aeróbio reduz inflamação e sintomas de asma, diz estudo

Confira:

» A limpeza da casa sempre deve ser feita com pano úmido, tanto nos móveis quanto nos assoalhos. Evite usar vassoura ou espanadores de pó para que o ácaro não fique em suspensão. Caso observe paredes úmidas ou presença de mofo dentro de armários, faça a remoção com pano úmido embebido em água misturada com vinagre branco. E afaste, pelo menos, 5 cm os móveis das paredes úmidas;

» Os ácaros estão presentes em colchões, travesseiros, sofás de tecido, tapetes, além de cortinas e objetos que acumulam pó: brinquedos, livros e bichinhos de pelúcia que ficam expostos, sem proteção nas prateleiras. Por isso, é necessário ter cuidado dobrado com a limpeza desses itens;

» Roupas de cama devem ser lavadas semanalmente. Prefira tecidos mais leves nas cortinas, que possam ser retirados com facilidade para lavagem. Opte por edredons em vez de cobertores de pelos;

» A lavagem com água é sempre melhor nestes casos ao invés da lavagem a seco ou mesmo somente exposição dos objetos ao sol. A água retira o ácaro do tecido, já o sol somente mata o ácaro, mas mantém o esqueleto dele e as fezes no local;

» Lave com antecedência casacos e roupas de inverno, pois acumulam muitos ácaros pela falta de utilização durante o ano;

» Para amenizar os sintomas do tempo seco, você pode usar aparelhos umidificadores. A especialista alerta, no entanto, que esses equipamentos só sejam utilizados em dia realmente muito secos. “Caso contrário, ele pode aumentar a proliferação de mofo no ambiente. Ingerir maior quantidade de água e fazer lavagem nasal com soro fisiológico para também hidratar a mucosa nasal são ótimas alternativas”, alerta Alexandra.


FECHAR