publicidade
10/03/15
Lentedecontato_destaque
Lentedecontato_destaque

Lentes de contato: aprenda a cuidar delas para preservar a saúde ocular

10 / mar
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 10/03/2015 às 11:14

Quem não cuida das lentes de contato adequadamente pode ter infecção ocular por bactéria, fungos ou vírus, além de conjuntivite alérgica (Foto: Soblec/Divulgação)
Quem não cuida das lentes de contato adequadamente pode ter infecção ocular por bactéria, fungos ou vírus, além de conjuntivite alérgica (Foto: Soblec/Divulgação)

Pela praticidade e conforto, muitos pacientes aderem às lentes de contato. A Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria (Soblec) estima que, no País, cerca de 2,5 milhões de pessoas usem esse tipo de acessório colocado diretamente na superfície dos olhos para corrigir problemas de visão, como miopia, hipermetropia e astigmatismo. É preciso ficar atento porque, assim como os óculos, as lentes de contato precisam de cuidados especiais que garantem a conservação correta.

Negligenciar as medidas de higienização das lentes de contato pode trazer sérios riscos à saúde. “Desprezar essa prática pode provocar úlcera de córnea e conjuntivite alérgica. Os principais sintomas dessas doenças são dor durante ou depois de tirar as lentes de contato, lacrimejamento, secreção, visão borrada, olho vermelho, desconforto e aversão à luz”, alerta a oftalmologista Rachel Gomes, do Hospital de Olhos Paulista (H. Olhos), em São Paulo.

Confira cuidados que precisamos ter com as lentes, além dos erros comuns que devem ser evitados:

1) Uso sem orientação médica: A indicação de um oftalmologista é obrigatória antes de se usar lente de contato. O item deve ser personalizado e adequado às necessidades de cada pessoa.

2) Limpeza: Diferentemente do que muitos pensam, soro fisiológico não serve para a higienização das lentes de contato. A água corrente também não tem propriedades necessárias para a conservação das lentes – e o pior: pode estar contaminada. Use produtos específicos para lavar as lentes de contato. Lembre-se de lavar bem as mãos com água e sabão antes de colocar e retirar as lentes. E não enxugue as mãos em toalhas de tecido.

3) Maquiagem: Pacientes que fazem uso de lentes de contato podem usar maquiagem, mas é necessário ter alguns cuidados. Verifique a validade de cada item, armazene a maquiagem em algum local seco e arejado, evite compartilhar produtos, principalmente aqueles usados na região dos olhos. O ideal é tirar as lentes de contato antes de remover a maquiagem.

4) Sono: Não durma com as lentes de contato. Dormir com as lentes é o principal fator de risco para úlcera de córnea. Durante o sono, a córnea é nutrida pela pálpebra. A presença da lente de contato dificulta a nutrição e oxigenação da córnea, causando pequenas lesões que podem infeccionar.

5) Saliva: Usar saliva para limpar as lentes é um erro gravíssimo. O fluido tem diversos micro-organismos que podem proliferar e causar infecções.

6) Tempo de uso: O ideal é remover as lentes de contato ao chegar em casa. A córnea depende de oxigênio e nutrientes fornecidos pelas pálpebras e pela lágrima. Por isso, ficar um tempo do dia sem as lentes é fundamental.

7) Uso inadequado de colírios: Não utilize nenhum tipo de colírio sem a orientação de um oftalmologista. O uso inadequado de algumas substâncias pode causar problemas oculares sérios e geralmente irreversíveis, inclusive cegueira. Fórmulas caseiras não devem ser utilizadas como colírios.

8) Ar-condicionado: Ambientes com baixa umidade do ar provocam aumento da evaporação da lágrima e podem causar sensação de olho seco em pacientes que usam lentes de contato. Tenha sempre um lubrificante recomendado pelo seu oftalmologista à mão.

9) Armazenamento: As caixas de lentes de contato devem ser esterilizadas uma vez ao mês, em água fervente por 30 minutos) e trocadas a cada seis meses.


FECHAR