publicidade
20/04/11

Nada mais do que uma colherinha

20 / abr
Publicado por Cinthya Leite em Alimentação - 20/04/2011 às 1:30

Uma série de 14 vídeos produzida por alunos de graduação em nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP) mostra como é importante a gente vigiar a quantidade de sal que consumimos diariamente. Não devemos ingerir mais do que uma colher de chá por dia. Cada filme é voltado para um público específico, desde mães que alimentam bebês até idosos.

O objetivo do projeto é estimular a população a reduzir a ingestão de sódio, usado em muitos alimentos industrializados para realçar o sabor. “Apesar dos riscos à saúde, o sódio está presente em muitos produtos, inclusive nos doces”, alerta a professora Ana Maria Dianezi Gambardella, co-orientadora dos vídeos. “Um pacote de macarrão instantâneo, por exemplo, tem uma quantidade de sódio maior do que o limite aceito pela Organização Mundial da Saúde”, complementa.

Precisamos deixar o saleiro bem longe da mesa (Foto: Divulgação - Site stock.xchng)

Está comprovado que o consumo exacerbado de sal e de gorduras saturadas, assim como a baixa ingestão de frutas e vegetais, pode colaborar para o surgimento da hipertensão, que é o mais importante fator de risco para o desenvolvimento das doenças cardíacas e vasculares no Brasil e no mundo.

Para evitar a hipertensão, vale a pena ver este vídeo abaixo, disponível no YouTube e voltado a estudantes de cursinho pré-vestibular, mas qualquer pessoa deveria assistir às dicas apresentadas neste filme, que tem pouco mais do que cinco minutos. Trata-se de um material produzido pelos alunos João Paulo Vicente Alonso, Isabel Cristina Rodrigues, Janaína Alessandra Silva, Fernando Nishizawa e Ana Carolina Ragungnetti – todos da FSP/USP.

O que é necessário saber sobre o consumo de sal:

– Nós precisamos de aproximadamente cinco gramas de sal por dia – ou dois gramas (2000 mg) de sódio diariamente. Mas a gente geralmente consome o dobro

– Além do sal que adicionamos à comida, há alimentos que já têm alto teor de sal. É por isso que habitualmente ultrapassamos o limite recomendado, que deve ser de uma colher de chá por dia

– O consumo de sal em excesso tende a aumentar a pressão sanguínea, que abre portas para a hipertensão – fator de risco para acidente vascular cerebral e insuficiência renal, apenas para citar alguns problemas

– Para que as recomendações de redução do sal na alimentação sejam cumpridas, é necessário selecionar com atenção os alimentos e prepará-los de forma adequada

– Não devemos adicionar sal aos alimentos que já estão preparados e precisamos deixar o saleiro bem longe da mesa

– Alimentos industrializados já possuem sal. Por isso, não devemos consumi-los com frequência


FECHAR