publicidade
09/03/11

Agora, só oftalmologistas podem receitar lentes de contato

09 / mar
Publicado por Cinthya Leite em Blog - 09/03/2011 às 11:09

O médico é o profissional mais habilitado para prescrever, indicar e acompanhar a adaptação das lentes de contato (Foto: Divulgação - Site stock.xchng)

A indicação, a adaptação e o acompanhamento do uso de lentes de contato agora são atos médicos exclusivos, segundo determinação do Conselho Federal de Medicina (CFM), publicada no Diário Oficial da União do último dia 2 de março, na resolução nº 1.965.

Dessa maneira, a partir de agora, cabe ao médico determinar as características das lentes (material, modelo, desenho e demais parâmetros técnicos) a serem utilizadas em cada caso. Para o oftalmologista do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), Eduardo Rocha, a medida garante mais segurança a quem precisa utilizar lentes de contato. Ou seja, o paciente precisa apresentar a receita do oftalmo para comprar o produto.

“O médico é o profissional mais habilitado para prescrever, indicar e acompanhar a adaptação das lentes, já que conhece bem a estrutura ocular, o funcionamento e a reação do corpo em relação à lente”, argumenta.

Riscos – A resolução do CFM define que as lentes são órteses oculares em íntimo contato com a córnea e outras estruturas oculares. Assim, são passíveis de contaminação por agentes agressivos ao olho, como depósitos de lipídios e de proteínas acumulados durante o uso.

Ainda segundo o documento, colônias de microrganismos oriundos do meio ambiente e as próprias substâncias empregadas em sua limpeza e o contato do olho com esses agentes pode levar a reações alérgicas, tóxicas e infecciosas com consequências potencialmente graves.

Para Eduardo Rocha, não são raros os casos em que pacientes procuram consultórios oftalmológicos em busca de atendimentos de urgência médica, com problemas oculares graves ocasionados por mau uso da lente de contato. “Um paciente sem orientação ou que utiliza a lente de contato sem o acompanhamento médico fica exposto a produtos de má qualidade e ao uso inadequado das lentes”, diz o oftalmologista, que acrescenta: “Um dano causado à córnea por mau uso da lente de contato, sem o tratamento adequado, pode levar à cegueira”.

Cuidados – De acordo com Eduardo Rocha, alguns cuidados são recomendados ao usuário de lentes de contato para garantir a saúde ocular. Confira:

– Lavar as mãos com sabão antes de manusear as lentes

– Higienizar as lentes seguindo método orientado pelo médico

– Usar a lente pelo tempo indicado pelo oftalmologista

– Submeter-se a exames oftalmológicos periodicamente (a cada seis meses)

– Interromper o uso das lentes e buscar orientação de um especialista diante de qualquer sintoma fora do padrão

– Trocar estojos das lentes a cada compra de produto de limpeza

– Manter as unhas curtas e higienizadas

– Nunca lavar as lentes na água (corrente ou mineral) nem com soro fisiológico

– Não emprestar ou pegar emprestado lentes de contato alheias

– Evitar piscinas e praias enquanto estiver usando as lentes

– Uso de produtos de higienização específicos para cada tipo de lente

* Com informações da ATF Comunicação Empresarial


FECHAR