blog

Tatu Bola será o mascote da Copa de 2014

POSTADO POR Cláudio Alcoforado , ÀS 13:13 EM 12/03/2012

Fonte: Reprodução/Ong Caatinga

A revista Veja, em sua edição deste domingo (11), divulgou que que o tatu-bola, animal em extinção, foi escolhido como mascote da Copa do Mundo Fifa 2014, que será realizada no Brasil.

O tatu conseguiu vencer o Saci, a onça e a arara como figuras representativas do mundial. Ainda de acordo com a revista, o Saci era a figura preferida do Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo.

A escolha do animal se deu graças a uma campanha realizada pela ONG Associação Caatinga, do Ceará. O grupo criou páginas na internet divulgando a campanha e em fevereiro entregou o material ao Ministério do Esporte.

Fonte: Associação Caatinga

No texto da campanha, a Associação Caatinga explica que o “Tolypeutes tricinctus” é o tipo de tatu mais ameaçado do Brasil e que a caça já o fez desaparecer de muitos estados. Para defender a escolha da mascote, a ONG lembrou que o nome original do tatu-bola foi dado devido à habilidade de curvar-se sobre si mesmo para se proteger quando ameaçado, ficando no formato de uma bola.

Qualquer mascote que seja escolhido para o evento deve mostrar a “cara” do Brasil e a “cara” do nosso futebol. Temos como proposta de mascote um animal muito especial e peculiar que só existe aqui no Brasil: o tatu-bola (Tolypeutes tricinctus), assim chamado devido à habilidade de curvar-se sobre si mesmo para se proteger, quando ameaçado, ficando no formato de uma bola“, explica artigo no site da entidade.

Fonte: Blog do Torcedor

De hábito noturno, o tatu-bola alimenta-se de formigas, cupins, aranhas e frutas. É o tatu mais ameaçado do Brasil e a sua caça já o fez desaparecer de muitos estados. (DOL)

Os desenhos e um vídeo com a mascote em movimento já foram produzidos por uma agência de publicidade contratada pela Fifa. O verde será a cor predominante do tatu-bola, que lembra muito uma bola de futebol quando se fecha para fugir dos predadores naturais e dos homens.

O anúncio oficial será feito pelo Comitê Organizador do Mundial (COL) em outubro. Existe uma possibilidade remota de mudança porque a marca ainda não foi registrada no OHMI, instituição que trata de patentes na Europa. A Fifa e outras marcas internacionais costumam registrar logos oficiais e desenhos na organização.

Durante a Copa de 2010, o logo da Copa de 2014 vazou pelo site da OHMI. Mais recentemente, o mesmo aconteceu com a marca da Copa das Confederações de 2013. A tendência é que o mesmo ocorra com a mascote do Mundial.

No dia 2 deste mês, a colunista Mônica Bergamo publicou no jornal “Folha de S. Paulo” que o tatu-bola era o favorito do COL para ser escolhido como mascote. Neste sábado, o jornalista Lauro Jardim, da revista “Veja”, afirmou que o animal acabou sendo realmente o eleito e que será batizado em votação realizada com os torcedores brasileiros.



Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>