• Presidente do Santa Cruz elogia possível substituto no clube

    Foto: Wladmir Paulino/NE10

    Foto: Wladmir Paulino/NE10

    A eleição para presidente no Santa Cruz só vai ser realizada no dia 15 de dezembro, mas parece que já “começou” há um bom tempo no Arruda.

    Os dirigentes trabalham para eleger o sucessor de Antônio Luiz Neto.

    Na semana passada nós comentamos o assunto aqui no blog e revelamos que um nome forte surgiu entre muitas conversas dos integrantes do grupo da “situação”- o do advogado tributarista Alírio Moraes de Melo.

    Ele faz parte de um grupo de torcedores que ajuda constantemente o clube e tem o respaldo da maioria dos integrantes.

    O atual presidente, Antônio Luiz Neto, desconversou um pouco sobre o assunto, mas não driblou os elogios ao possível substituto.

    “A sucessão tem que ser feita por esses nomes que dão sangue pelo Santa Cruz”

    O diretor de futebol Constantino Júnior foi outro a elogiar bastante o advogado Alírio Moraes.

    “Ele é um cara que ajuda muito. Tricolor na essência, que pode nos ajudar ainda mais. Estamos nos reunindo e ele é sim um possível candidato”, explica o diretor de futebol, Costantino Júnior.

    Pelo entendimento desse grupo, Constantino Junior seria o vice presidente, e Antonio Luiz Neto o presidente da comissão patrimonial. O atual presidente indicaria o nome do responsável pelo conselho deliberativo. Esse nome ainda não teria sido escolhido.

    A eleição do Santa Cruz está marcada para o dia 15 de dezembro.

  • Confira a derrota do Santa Cruz para o Ceará

    Reportagem do programa Replay, da Tv Jornal

  • Em reunião com Dilma, presidente do Santa discute parcelamento de dívidas

    Foto: Wladmir Paulino/NE10

    Foto: Wladmir Paulino/NE10

    O presidente do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto, esteve reunido recentemente com a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, juntamente com representantes de outros clubes do futebol nacional. A pauta: discutir o parcelamento das dívidas das equipes e a participação dos clubes em projetos sociais do Governo Federal.

    “Eu e representantes de mais onze clubes nos reunimos com a presidente Dilma. Discutimos primeiramente o parcelamento das dívidas dos clubes e a redução delas”, disse Luiz Neto destacando que não foi pedido anistia dos débitos. “Não queremos perdão do que devemos, mas uma forma de pagar com responsabilidade”.

    Ainda segundo o mandatário coral, Rousseff recebeu bem a proposta dos clubes e demonstrou querer rapidez no processo. “Ela quer uma solução o mais rápido possível”.

    Em uma segunda etapa, de acordo com Luiz Neto, será discutida uma provável mudança nos impostos cobrados aos clubes. A ideia é que as instituições do futebol brasileiro possam pagar menos impostos no futuro. “Os clubes hoje possuem muitos gastos que impedem uma arrecadação maior. A proposta é que no futuro isso possa ser discutido e haja uma mudança. O futebol já produz muito para o País e pode sofrer isenção desses tributos, mas é algo a ser discutido ainda”.

  • Defesa do Santa e ataque do Náutico em má fase no retorno da Série B

    Corais têm a pior defesa depois da Copa. Foto: Diego Nigro/JC Imagem

    Corais têm a pior defesa depois da Copa. Foto: Diego Nigro/JC Imagem

    A parada da Copa do Mundo parece não ter feito bem a Náutico e Santa Cruz na Série B do Campeonato Brasileiro. Se antes da pausa as duas equipes viviam um momento de crescente – Tricolor vinha de três vitórias, enquanto o Timbu de dois jogos sem perder – depois do Mundial não se pode dizer o mesmo. Em três rodadas até agora, somente uma vitória da dupla – a do Náutico contra o Sampaio Corrêa – e cinco derrotas (duas alvirrubras e três corais). Além dos resultados negativos, o protagonismo dos times em dois aspectos distintos da competição: o ataque e a defesa. Desde o retorno da Segundona, o Timbu tem o terceiro pior ataque, enquanto o Santa tem a pior defesa.

    Nas três partidas desta segunda parte da Série B, o Náutico fez apenas dois gols, contra Sampaio Corrêa e Boa Esporte. Todos marcados pelo atacante Tadeu. Somente a Ponte Preta e a Portuguesa conseguiram um desempenho pior do que o Timbu. A Macaca não marcou ainda, enquanto a Lusa fez apenas um gol. Muito pouco para uma que tinha uma média superior a um gol por partida antes do Mundial.

    Ataque do Náutico está devendo em três jogos. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    Ataque do Náutico está devendo em três jogos. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    No outro extremo negativo, o Santa Cruz aparece como a pior defesa nesses três jogos. Foram dez gols sofridos neste retorno da Segundona – quatro contra o Vasco, três contra o Vila Nova e mais três diante do Ceará. O reflexo disso foram só derrotas até o momento. Detalhe que antes da Copa, o Tricolor tinha a segunda melhor defesa da competição e estava invicto.

    Vivendo má fase em dois aspectos importantes do futebol, os pernambucanos vão caindo na Série B. O Santa Cruz, que chegou a ser o oitavo, já é o 13º, enquanto o Náutico é o 14º. Neste momento, flertam mais com o rebaixamento do que com o acesso. É importante que alvirrubros e corais demonstrem reação o mais rápido possível.

  • Santa Cruz quer um zagueiro “para ser titular”

    O Santa Cruz já tenta contratar um zagueiro há um bom tempo.

    Depois dos três jogos da Série B pós Copa, com 10 gols sofridos, a busca por um jogador para a posição ficou ainda maior.

    E a diretoria não quer um atleta apenas para “compor” o grupo.

    “Queremos um zagueiro que chegue pra ser titular, mas não está facil encontrar no mercado”, explica o diretor de futebol, Jomar Rocha.

    Além do zagueiro, o clube também quer contratar um volante.

     

  • Diretor do Santa Cruz garante permanência de Sérgio Guedes

    sergio guedes

    A derrota para o Ceará foi a terceira consecutiva na Série B depois da Copa do Mundo.

    Nas três partidas nesse período da competição,  o Santa Cruz sofreu 10 gols. Motivos que fizeram a torcida cobrar ainda mais os jogadores e o técnico Sérgio Guedes.

    O Blog do Torcedor entrou em contato com a diretoria do clube, para saber se o treinador permanece no cargo.

    “Sérgio Guedes permanece no cargo. O Santa Cruz sempre segura um técnico por mais tempo, nós temos esse pensamento. Não acho que o trabalho dele está mal feito”, disse o diretor Jomar Rocha

  • Wescley pede maturidade ao Santa Cruz em situações adversas

    Meia começou bem, marcou um gol mas cansou no segundo tempo e foi substituído. Foto: Diego Nigro / JC Imagem

    Meia começou bem, marcou um gol mas cansou no segundo tempo e foi substituído. Foto: Diego Nigro / JC Imagem

    ‘Reação’. Essa é a palavra de momento no Santa Cruz para quebrar a sequência negativa de três derrotas na Série B e dar uma resposta positiva ao torcedor e até mesmo para pensar em algo melhor na competição. Mas essa ‘reação’ precisa acontecer também dentro de campo, principalmente em momentos adversos, como diante do Ceará na última rodada onde o time perdeu por 3×2 em pleno Arruda.

    O Santa até mostrou poder de reação ao sair perdendo no início do jogo e conseguir a virada em dois minutos (empatou aos 27 e virou aos 29). Mas  Vozão reagiu e aplicou a segunda virada no jogo, ainda no primeiro tempo, suficiente para conseguir os três pontos. Foi no terceiro gol que o meia Wescley percebeu um abatimento no time e pediu mais atitude dos companheiros.

    “Tomamos os gols e ficamos remoendo dentro de campo e perdemos a atenção para seguir no jogo. Saímos para o intervalo com uma derrota mas tivemos o segundo e não conseguimos.  A torcida deixou claro que está nos apoiando mas infelizmente não correspondemos e o que fizemos não foi suficiente. Precisamos reagir no campeonato”, argumentou o meia.

    Em campo, Wescley foi acionado logo no início do jogo na vaga de Carlos Alberto, que sofreu uma lesão na coxa e ficou impossibilitado de atuar. Como ainda não está nas melhores condições de jogo, ele afirmou que não rendeu o esperado.

    “Infelizmente não consegui jogar os 90 minutos e senti câimbras no segundo tempo e pedi pra sair. Fiz um gol importante mas o time não ganhou então fiquei triste pelo resultado e sei que poderia dar algo a mais. Agora é aproveitar o jogo contra o América-RN na próxima rodada e dar a volta por cima”, explicou.

  • Confira os destaques do Blog neste sábado

    destaques 26 07 ok

    As derrotas de Santa Cruz e Náutico pela Série B do Campeonato Brasileiro e os preparativos do Sport para o duelo contra o Atlético-MG neste domingo foram os principais destaques do Blog neste sábado (26).

    Outra notícia importante foi a declaração do diretor de futebol do Tricolor do Arruda, Constantino Junior,que garantiu que ainda vai lutar para que o Santa tenha uma vaga no Nordestão do ano que vem. Sobre toda essa confusão o torcedor pode conferir a matéria completa no Blog.  Por último, o presidente do Náutico, Glauber Vasconcelos, explicou os motivos dos salários atrasados no clube

    Matérias destaques deste sábado:

    Defesa falha e Santa Cruz perde para o Ceará no Arruda

    Náutico segue sem convencer e junta mais uma derrota na Série B

    Querendo voltar ao G-4, Sport recebe o Atlético-MG na Ilha do Retiro

    Presidente alvirrubro se explica sobre os atrasos salariais

    Diretor de futebol diz que Santa Cruz vai lutar por vaga no Nordestão

Página 28 de 102« Primeira...1020...2627282930...405060...Última »