• Tricolor em Lisboa

    tricolor-500

    O tricolor Thiago Albuquerque leva as cores do Santa Cruz para Lisboa, em Portugal.

    Quer ver sua foto no Blog do Torcedor? Envie a imagem para blogdotorcedor@ne10.com.br

  • Santa Cruz: para Renatinho, goleada não pode abalar o time

    Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem

    Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem

    O que foi pior para o Santa Cruz na derrota para o Vasco na Arena Pantanal em Cuiabá? A goleada por 4×1 ou a perda da invencibilidade que já durava dez jogos? É difícil encontrar as respostas. Se por um lado o time jogou bem e poderia até sair com um resultado positivo, por outro terá que tomar muito cuidado e ter cabeça fria para não deixar essa derrota abalar a equipe que vem fazendo uma boa Série B.

    O lateral-esquerdo Renatinho não é dos mais experientes do atual elenco coral, mas sabe e até pediu aos companheiros, que não ficassem abalados por causa do revés sofrido no Pantanal mato-grossense. “Infelizmente tomamos os gols por falta de atenção e isso não pode acontecer diante de uma time grande como o Vasco.”

    “Não podemos nos abater e abaixar a cabeça por causa dessa derrota, vamos trabalhar forte para conseguir um bom resultado no próximo jogo, diante do Vila Nova-GO”, lembrou Renatinho. Assim como o técnico Sérgio Guedes, o prata da casa também acha que o placar elástico foi injusto e não refletiu no que de fato foi o jogo.

    “Para um time que estava jogando bem o placar não refletiu, tivemos chances de fazer três ou mais gols. Trabalhamos muito durante a semana nas bolas paradas mas bobeamos e saímos com a derrota”, comentou.

  • Destaques do Blog desta terça-feira

    collage_terca

    Palco da próxima Copa do Mundo, a Rússia tem um pernambucano pioneiro naquele país. Fernando DDI foi o primeiro estrangeiro a defender um time russo de futebol de areia. É apenas um dos destaques desta terça do Blog do Torcedor que também traz mais uma informação do amistoso que a Seleção Brasileira vai disputar em Pernambuco. O Arruda, palco tradicional da Canarinho no Estado, agora tem a concorrência pesada da Arena Pernambuco. Quem vai levar a melhor – embora no estágio atual da Seleção esse ‘melhor’ não combine muito bem.

    Veja os destaques:

    » Para onde vai o jogo da Seleção Brasileira?
    » Pernambucano é destaque no país da próxima Copa
    » Zé Mário já enfrentou Barcelona e Milan
    » Vágner Mancini de volta a Pernambuco

  • Vasco x Santa Cruz – times definidos

    Confira as escalações de Vasco e Santa Cruz para o jogo desta noite na Arena Pantanal em Cuiabá-MT

    Vasco: Martin Silva; André Rocha, Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guinazú, Fabrício, Pedro Ken e Dakson; Kléber Gladiador e Thalles. Técnico: Adílson Batista.

    Santa Cruz:  Tiago Cardoso; Nininho, Renan Fonseca, Everton Sena e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires e Carlos Alberto; Pingo e Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes

  • Santa Cruz: Pingo não treina, mas deve jogar contra o Vasco

    Pingo marcou o segundo gol do Santa Cruz. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    Jogador sofre de cansaço muscular, mas deve estar em campo no retorno à Série B. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    O Santa Cruz chegou na manhã da última segunda em Cuiabá, no Mato Grosso do Sul, onde enfrenta o Vasco. O jogo é nesta terça, às 21h50, na Arena Pantanal. Sem tempo para descanso, os jogadores treinaram durante a tarde no centro de treinamento destinado à Copa do Mundo. Sob a supervisão do técnico Sérgio Guedes, os tricolores fizeram uma movimentação leve, trabalhando o físico e depois participaram de um rachão.

    >> Leia mais: Santa Cruz vai a Cuiabá enfrentar o Vasco já flertando com o G4

    Quem ficou de fora foi o atacante Pingo, por conta de cansaço muscular. Ele foi poupado pelo departamento médico, mas, de acordo com a equipe Coral, não deve preocupar Guedes na escalação para o jogo desta terça. “Hoje temos um reinício e espero que seja qualificado. Espero que a gente tenha o Pingo, mas fica dependendo só do departamento médico. Caso ele não possa jogar, posso promover algumas mudanças que não comprometem o time. O Wescley pode entrar no lugar dele”, disse o técnico tricolor.

    Wescley chegou ao Arruda no início da intertemporada e já ganhou espaço no time. No jogo-treino contra o Vera Cruz, inclusive, entrou na equipe titular e deu assistência em um dos gols da vitória por 3×1. Na época, Sérgio Guedes elogiou o jogador e disse que ele tinha uma boa dinâmica e muita participação.

  • Confira o melhor desta segunda-feira

    collage_1407

    O noticiário do futebol pernambucano voltou com força total no primeiro dia depois do encerramento da Copa do Mundo. Pudera, já nesta terça dois representantes do Estado voltam a  campo: Náutico e Santa Cruz têm compromissos pela Série B. E o Blog do Torcedor destaca abaixo o que foi destaque nesta segunda.

    Para quem perdeu, boa leitura!

    » Santa Cruz e Vasco têm números parecidos
    » Náutico mais novo, mais alto e mais leve
    » Sport apresenta novo patrocinador
    » Náutico vai fazer jogo de homenagem a Kuki
    » Lateral Neílson é apresentado no Náutico
    » Santa Cruz e Náutico também podem ter patrocínio da Caixa
    » Sport pode trazer mais dois zagueiros

  • Santa Cruz vai a Cuiabá enfrentar o Vasco já flertando com o G4

    Sérgio Guedes mantém o mesmo time que terminou o período de jogos pré-Copa

    Sérgio Guedes mantém o mesmo time que terminou o período de jogos pré-Copa. Foto: JC Imagem

    Único invicto na Série B, o Santa Cruz volta à disputa da competição nacional tendo uma pedreira pela frente: o Vasco, dono do maior orçamento da competição, em jogo válido pela 11ª rodada, na Arena Pantanal, em Cuiabá, às 21h50. O mandante do jogo é o time do Rio de Janeiro, que cumpre suspensão pela briga provocada por seus torcedores em Joinville, na última rodada do Brasileirão do ano passado.

    Mesmo tanto tempo depois, o técnico Sérgio Guedes mantém aquela escrita de que em time que ganha não se mexe. Os 11 que começam o jogo são os mesmos do compromisso anterior, no dia 3 de junho, quando o Santa venceu a Ponte Preta por 2×1, no Arruda. Os corais ocupam o oitavo lugar com 16 pontos e, vencendo e a depender de outros resultados, pode chegar ao G4. O Vasco vem dois degraus abaixo. Ocupa o décimo posto com 14.

    Guedes testou variações na formação – dois meias e três atacantes foram algumas – porém com o caráter de alternativas quando não pudesse contar com um ou outro jogador. “Vou manter o time, acho que crescemos e acredito muito na nossa capacidade. Mas todos os jogadores do elenco vão ajudar no decorrer da competição. Estou satisfeito com os meus atletas e precisamos voltar para a Série B com a mesma intensidade antes da parada. A minha expectativa é a melhor possível”, comentou.

    Dentro dessa manutenção, um jogador se destaca. O volante Memo, um dos pilares da equipe tricampeã estadual entre 2011 e 2013, reconquistou espaço e divide a responsabilidade de equilibrar a marcação no meio de campo com Danilo Pires e Sandro Manoel. Uma das funções desse trio é acompanhar de perto os passos do atacante Kleber Gladiador, um dos destaques do adversário. “A gente tem que ter atenção com toda a equipe do Vasco, não apenas com Kleber. Eles têm um time muito forte. Da mesma forma que trabalhamos na intertemporada, eles e as demais equipes também treinaram para voltar bem.”

    VASCO – Ao contrário do Palmeiras, que no ano passado sobrou na competição, o Vasco ainda não se encontrou na Segundona. O time promove a estreia do atacante Kleber Gladiador e terá o retorno do volante Guiñazu, recuperado de uma lesão no pé direito. Em compensação, o técnico Adílson Batista perdeu o zagueiro Rodrigo, com uma inflamação no joelho direito. Douglas Silva herda a vaga.

    Ficha do jogo:

    Vasco: Martin Silva; André Rocha, Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guinazú, Fabrício, Pedro Ken e Dakson; Kléber Gladiador e Thalles. Técnico: Adílson Batista.

    Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires e Carlos Alberto; Pingo e Leo Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes.

    Loca: Arena Pantanal, em Cuiabá. Horário: 21h50. Árbitro: Anderson Daronco (Asp/Fifa-RS). Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e José Antônio Chaves (ambos do RS).

  • Santa Cruz e Vasco têm números parecidos em campo

    Foram 39 dias sem uma partida oficial e agora o Santa Cruz está de volta à Segundona. A equipe viajou na manhã desta segunda para Cuiabá, no Mato Grosso do Sul. Lá enfrenta o Vasco, nesta terça, às 21h50, na Arena Pantanal, palco de quatro jogos da Copa do Mundo. Depois da pausa para o Mundial, a expectativa da comissão técnica e do departamento físico é de continuar com a boa campanha para conseguir uma das quatro vagas de acesso à Série A – agora com um time mais equilibrado e nivelado fisicamente.

    O primeiro adversário neste retorno ocupa duas posições abaixo do Santa Cruz na tabela. Com 14 pontos, o Vasco está na 10ª colocação e tenta se recuperar para não passar mais do que um ano longe da elite do futebol brasileiro. E se as condições na pontuação são parecidas entre pernambucanos e cariocas, de acordo com os números, em campo não é diferente.

    Se contabilizados gols, passes, cruzamentos e finalizações, os dois times têm dados próximos, em alguns casos até iguais. Segundo o Footstats, tricolores e vascaínos marcaram 12 gols cada, até agora na competição. Na defesa, a equipe Coral viu sua rede balançar apenas uma vez a mais que o adversário – foram sete gols sofridos.

    A diferença só se evidencia quando chega às finalizações e à troca de passes. E aí o time do Arruda fica em desvantagem, começando pelas 43 finalizações certas, contra 56 do adversário. Orientados pelo técnico Sérgio Guedes a trabalhar bem a bola no meio-campo, os tricolores acertaram 2864. Apesar de ser uma das principais características da equipe atualmente, o número é menor que os 3313 passes certos do Vasco.

    E para melhorar o setor de criação, quem deve entrar como titular nesta terça é Carlos Alberto. Provavelmente, o time ainda conta, à frente, com Léo Gamalho, Pingo e Keno formando o ataque tricolor. O Santa Cruz, com 16 pontos, ocupa a 8ª posição da tabela. A partida na Arena Pantanal é válida pela 11ª rodada da Série B.

Página 28 de 95« Primeira...1020...2627282930...405060...Última »