• Polícia Civil faz operação na sede de Organizada do Santa Cruz e leva seis pessoas para o DHPP

    Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

    Seis pessoas foram levadas para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, em operação da Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira, na sede da Inferno Coral, no Arruda, Norte da capital pernambucana. A Inferno Coral é a principal organizada do Santa Cruz. Além disso,  foram apreendidos materiais como cassetetes e fogos de artifício.

    A operação durou cerca de duas horas. Foram oito carros da Polícia Civil e 30 homens na ação do Comando de Operações e Recursos Especiais (Core). As pessoas levadas para o DHPP não estão presas segundo informações da polícia. Foram levadas somente para depoimentos.

    A Polícia Civil não deu muitos detalhes sobre vistoria na sede da Inferno Coral nem se vai para as sedes das organizadas de Náutico e Sport. Nesta sexta-feira à tarde haverá entrevista coletiva na Secretaria de Defesa Social  para mais esclarecimentos sobre a operação.

    O cerco foi fechado para as torcidas organizadas depois da morte do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, 23 anos, após o jogo do Santa Cruz contra o Paraná, no estádio do Arruda, na última sexta-feira (2), pela Série B. Paulo foi atingido por uma privada jogada de dentro do estádio.

    Três pessoas foram detidas pelo envolvimento no crime. A polícia chegou ao primeiro suspeito através de uma denúncia anônima. Ele foi preso por volta das 14h da última segunda-feira (5), em frente à escola particular onde trabalha, em Ouro Preto, Olinda. A Secretaria de Defesa Social (SDS), em parceria com a Federação Pernambucana de Futebol e o próprio Santa Cruz, ofertaram R$ 10 mil para quem fornecesse informações que levassem à autoria do crime.

    Já o segundo suspeito confessou o crime, de acordo com entrevista do advogado dele no DHPP. De acordo com o defensor, Luiz Cabral de Araújo Neto foi levado por uma vingança contra o presidente da principal organizada do Sport, a Torcida Jovem.

    O terceiro suspeito de ter atirado a privada que matou o torcedor do Sport entregou-se à polícia na noite desta quinta-feira (8). Waldir Pessoa Firmo Júnior, 34, chegou ao DHPP acompanhado pelos pais, amigos e advogado. Foi o defensor quem estabeleceu os primeiros contatos com a delegada Gleide Ângelo, responsável pelo caso.

  • Santa Cruz:Tiago Cardoso festeja vitória após seis jogos e também aniversário de 30 anos

    Foto: JC Imagem

    Foto: JC Imagem

    Antes de entrar em campo para enfrentar o Lagarto-SE pela Copa do Brasil, o Santa Cruz acumulava um indigesto jejum  de seis jogos sem vencer. Mas, finalmente o tabu foi quebrado com a vitória por 3×1  e a classificação à próxima fase.

    Além de celebrar o direito de enfrentar o Botafogo-PB, adversário da fase seguinte da competição o time também festejou o reencontro com os resultados positivos, que com certeza irão dar um ânimo maior na sequência dos jogos antes da parada para a Copa do Mundo.

    Foi importante voltar a vencer, sempre estamos procurando melhorar dentro de campo. Estamos crescendo e sempre atrás das vitórias, e essa nos deu mais confiança”, comentou.

    Apesar do resultado a favor o Santa não fez um bom jogo nos Aflitos e percebeu que ainda tem muita coisa a ser corrigida, e em todos os setores, não apenas em um especificamente.

    “Não jogamos bem mas conquistamos o resultado que queríamos para avançar de fase. Temos que trabalhar mais para melhorar em todos os setores”, argumentou. “O gol foi numa jogada aérea mas não foi por culpa da defesa apenas. Temos que analisar a origem da jogada para perceber que todos os setores do time falharam”, contou.

    Para o próximo jogo, o de sábado diante da Luverdense, na Arena PE, pela Série B, os corais poderão contar com o apoio do seu torcedor. É com a ajuda deles que o camisa 1 espera passar pelo time do Mato Grosso, que aliás, é um velho conhecido do Santa.

    “Vamos em busca da vitória e com a ajuda do nosso torcedor vai ser melhor ainda. Sem eles é muito estranho, o estádio fica silencioso. É bem melhor estar ao lado deles”, analisou. “O Luverdense já conhecemos desde 2012, manteve quase todo o elenco em relação a última temporada então se conhecem bastante e estão entrosados. Temos que estar atentos para vencer”, completou.

    E nesta quinta-feira (8) o goleiro completou 30 anos e festejou bastante com os companheiros. Mas a recepção não foi das melhores. Durante a entrevista de Tiago, vários atletas da equipe invadiram a sala de entrevistas com ovos para quebrar na cabeça do goleiro que saiu bem sujo rumo aos vestiários.

    “Este é o meu quarto ano no Santa também e estou muito feliz em completar 30 anos vestindo essa camisa. Espero conquistar os objetivos nesta temporada”, encerrou.

  • Terceiro suspeito de assassinato no Arruda se entrega no DHPP

    Foto: Hélio Scheppa/JC Imagem

    Foto: Hélio Scheppa/JC Imagem

    O terceiro suspeito de ter atirado a privada que matou o torcedor do Sport Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, na partida entre Santa Cruz e Paraná pela Série B realizada na última sexta-feira, entregou-se à polícia na noite desta quinta-feira (8). O homem que ainda não teve a identidade revelada, chegou ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, acompanhado da mãe e de um amigo.

    Leia mais: Polícia prende mais um suspeito de arremessar privada após jogo do Santa

    Detido por atirar privada e matar torcedor no Arruda tem pouco contato com outros presos do Cotel

    » O momento em que o suspeito foi levado pela Polícia

    » A cronologia do crime no Arruda em imagens

    > Homem é atingido por privada e morre após Santa Cruz x Paraná

    > SDS responsabiliza o Santa Cruz por morte de torcedor após partida contra o Paraná

    > Presidente do Santa Cruz volta a apontar o clube como vítima no assassinato do Arruda

    > CBF suspende estádio do Arruda após morte de torcedor

    > FPF emite nota de pesar pela morte de torcedor no Arruda

    > Autoridades devem vestir a carapuça e buscar o fim da violência no futebol

    > Pernambuco dá exemplo de como não gerir uma crise no futebol em pleno ano de Copa do Mundo

    > Até quando o futebol pernambucano vai perder de goleada para a violência nos estádios?

    > Dom Fernando Saburido divulga mensagem de repúdio à violência nos estádios

    Muito emocionada, a mãe do suspeito ainda não concedeu entrevista, mas disse que já fazia algum tempo que o filho queria se entregar às autoridades mas estava com muito medo da repercussão do caso.

    Além disso, ela contou que o rapaz não é bandido e que agiu por impulso. A polícia chegou até ele depois que o primeiro envolvido, identificado como Everton Felipe Santiago, de 23 anos, denunciou os demais envolvidos antes de ser levado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.

    A Polícia Civil confirmou que os três suspeitos tinham envolvimento com a Torcida Organizada Inferno Coral (Toic). Com isso, a polícia agora tem os três suspeitos de participar da morte de Paulo Ricardo presos.

    Everton Felipe Santiago, 23 anos foi o primeiro a ser preso. Nesta quinta-feira pela manhã, Luiz Cabral de Araújo Neto, 30 anos, foi preso na cidade de Montes Gameleiras, no Rio Grande do Norte, e agora no início da noite foi capturado o terceiro suspeito pela morte de Paulo.

    O advogado Carlos Alberto Rodrigues, defensor do segundo suspeito (Luiz Cabral), alegou que Luiz foi levado a cometer o crime por vingança contra o presidente da principal organizada do Sport, a Torcida Jovem.

    “Ele confessou o delito. Foi levado por uma crise de desencontro que ele teve com o presidente da Jovem. Como havia desejo de se vingar, ele aproveitou para praticar o delito”, disse o advogado.

    Ainda de acordo com Rodrigues, o desentendimento entre Cabral e o líder da organizada rubro-negra, ocorreu há uma ou duas semanas. “Ele teve a impressão de que o presidente estaria lá. Não havia a intenção de machucar outra pessoa que não fosse o presidente da Jovem”, explicou o advogado.

    Sobre como o crime foi feito, o defensor relatou que Everton Felipe Santiago, primeiro detido pelo crime, foi quem arrancou as duas privadas que foram arremessadas para fora do Arruda na sexta. No entanto, ao contrário do que falou o advogado de Everton, todos os envolvidos – três pessoas – jogaram os objetos.

  • Por ser da base do Flamengo-RJ, Marllon diz não temer pressão no Santa Cruz

    O zagueiro Marllon de apenas 22 anos foi apresentado oficialmente como mais novo reforço do Santa Cruz nesta quinta-feira (8). Sabendo que irá defender agora um clube grande e de torcida o zagueiro disse estar pronto para suporta qualquer tipo de pressão, já que foi revelado pelo Flamengo-RJ, onde a pressão é ainda maior se compararmos com o Tricolor do Arruda.

    “Sou da base do Flamengo e estou acostumado a pressão, mas sei que essa torcida é grande também e apaixonada pelo clube”, disse. O último clube do zagueiro foi o Rio Claro-SP onde disputou o Paulistão.

    Ao final da competição o atleta recebeu uma proposta para defender as cores do Santa e aceitou de imediato vir jogar no Arruda. “Chegou nesses últimos dias para mim que o Santa tinha interesse em contar comigo.”

    “Fiquei feliz e acertei com o clube. Estou bem fisicamente mas faz um tempo que não disputo um jogo. Vou procurar entrar em forma o mais rápido possível para ajudar a equipe”, finalizou.

  • Vendas de ingressos para Santa Cruz e Luverdense começam nesta sexta-feira

    A partir desta sexta-feira, começam as vendas para Santa Cruz x Luvendense, no sábado (10), Arena Pernambuco, pela Série B. O preço é único para o torcedor: R$ 25. No dia do jogo, o valor sobe para R$ 50. A área Premium também estará disponível para a compra de assentos avulsos (R$ 120) no Premium Deck (visão mais aérea do campo).

    Pontos de vendas dos ingressos:

    Santa Cruz

    Internet: site da Arena Pernambuco das 8h de sexta (09) às 12h do sábado (10);

    Sociais do Arruda: sexta-feira (09), das 9h às 18h, e sábado (10), das 8h às 12h;

    Bilheteria do Arruda: sexta-feira (9), das 9h às 18h, e sábado (10) das 8h às 12h;

    Bilheteria da Arena Pernambuco: apenas no sábado (10), das 13h às 17h20.

    Visitante

    Internet: site da Arena Pernambuco das 8h de sexta (09) às 12h do sábado (10);

    Bilheteria da Arena Pernambuco: apenas no sábado (10), das 13h às 17h20.

  • Presença de Jesus no jogo do Santa Cruz causa polêmica na imprensa

    jesus
    Pedro Luna não vestiu a roupa de Jesus e trabalhou para um site coral nos Aflitos, durante a partida do Santa Cruz contra o Lagarto/Foto: JC Imagem

    A partida Santa Cruz 3 x 1 Lagarto, no estádio dos Aflitos, pela Copa do Brasil, foi realizado de portões fechados e sem a presença do torcedor coral. No entanto, um torcedor coral teve o privilégio de assistir à partida.

    Pedro Luna, o Jesus Tricolor, conseguiu uma credencial da Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco (ACDP) para acompanhar a partida por um site.  Sem a sua tradicional roupa do Salvador, Jesus, ou melhor, assistiu à vitória do time do coral dos camarotes dos aflitos.

    A presença do Jesus causou polêmica. Afinal, como ele conseguiu de maneira tão fácil uma credencial.

    A ACDP, através de uma nota oficial publicada no Twitter, apresentou sua defesa:

    1 – A ACDP nunca emitiu uma credencial de acesso ao Sr. Pedro Luna, conhecido como “Jesus Tricolor”.

    2 – A carteira que ele estava utilizando, corresponde a uma carteira rotativa, que a maioria dos órgãos de imprensa do Estado possui para casos específicos de profissionais que ainda não pertencem ao nosso quadro de desportistas.

    3 – A empresa de comunicação que concedeu uma carteira rotativa a Pedro Luna, que inclusive, foi interpelado por um de nossos delegados que, no momento, confirmou que estava trabalhando pela empresa, e ao contrário do que foi publicado, não estava usando a camisa do clube, tem total responsabilidade sobre a entrega da carteira rotativa.

    4 – Como a carteira rotativa foi utilizada de forma incorreta, a empresa que concedeu o acesso terá seu credenciamento CANCELADO junto a nossa Associação.

    Colocamo-nos a disposição para esclarecer outras dúvidas que porventura surjam.

    Atenciosamente:

    Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco

  • Antônio Luiz Neto apresenta argumentos para justificar ideia de que o Santa Cruz é vítima da violência

    Na coluna do Blog do Torcedor, o presidente do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto, recebeu “bola fora” por já ter declarado várias vezes que o clube é vítima da violência no futebol e não pode ser acusado de ser negligente e responsável pela morte do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, na última sexta-feira, logo após a partida Santa Cruz x Paraná, pela Série B.

    Pelo celular, o mandatário tricolor envia uma mensagem para explicar seu ponto de vista:

    “Caro Marcelo Cavalcante,

    Encerrado o jogo, realizada a evacuação da torcida do Santa Cruz e a varredura através do Batalhão de Choque das áreas do estádio ocupadas por ela e, posteriormente, efetivado o mesmo procedimento em relação à torcida visitante, finda o protocolo em relação ao interior do estádio.

    Consequentemente, tanto a PM quanto os guardas patrimoniais contratados para o evento pelo clube, não mais atuam dentro do estádio. Os guardas patrimoniais são deslocados para a área externa, onde ficam o estacionamento, concentração, imprensa, vestiários dos times e dos juízes e sede até encerrar o movimento e receberem as suas  ”pagas”.

    O interior do estádio fica fechado e sob a monitoração de câmaras. A monituração do estádio, a partir dai, é feita com câmaras internas e externas e os seguranças do clube trabalham na área interna.

    Quando digo área interna para os seguranças funcionários, refiro-me à sede e as áreas externas do estádio referidas acima, tais como estacionamento, concentração, quadra…

    Agradeço a sua atenção,
    ALN”

  • Meia Cristian não irá ficar no Santa Cruz

    Foto: Divulgação

    Foto: Divulgação

    Dado como certo para ser mais um reforço do Santa Cruz nesta temporada, o meia Cristian, 34 anos, não vai ficar mais no Arruda. Os corais não conseguiram liberação do jogador e ele terá que voltar para o Ituano.

    Cristian chegou ao Recife na última terça-feira e estava fazendo os procedimentos pré-contratuais. A apresentação iria ocorrer nesta tarde. Sem o meia, o Santa Cruz terá que buscar um novo jogador para a posição.

    Até agora o Tricolor contratou o volante Danilo Pires, o lateral-esquerdo Julinho, o meia Emerson Santos e o zagueiro Marllon para a Série B. Marllon tem apresentação marcada para a tarde desta quinta-feira, no Arruda.

Página 28 de 77« Primeira...1020...2627282930...405060...Última »