• Ricardinho aponta possíveis líderes no Santa Cruz

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Sem o goleiro Tiago Cardoso, que só deve voltar de lesão por de abril, o Santa Cruz está sem o seu capitão para o início de temporada. Sendo assim, o técnico Ricardinho tem, entre outras tarefas, a missão de encontrar um líder nato no Tricolor para assumir o papel de treinador no gramado. E alguns deles já são apontados pelo comandante coral. É o caso do goleiro Bruno e do volante Edson Sitta.

    “Temos alguns jogadores que chegaram que possuem esse perfil como o Bruno, o Danny Morais e o Sitta. Mas liderança se aprimora, não se treina. Se não tiver característica, você não vai conseguir”, explicou Ricardinho.

    Desses citados por Ricardinho, Edson Sitta é um dos leva vantagem por já ter trabalhado com o treinador coral no Paraná. Pesa também o fator idade, já que o volante tem 31 anos e é um dos mais experientes do elenco coral.

    Ricardinho, no entanto, deixou em aberto o papel de líder para os atletas que já estão no Arruda, entre eles o volante Bileu. “É um jogador que não fala muito, mas que o pessoal para para escutar. Ele bota velocidade no jogo e passa a ser um estilo de liderança também”.

  • Ricardinho valoriza amistoso do Santa Cruz contra equipe da Lituânia

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Apesar do torcedor ter achado estranho o amistoso do Santa Cruz contra o Zalgiris Vilnius, atual bicampeão da Lituânia, o técnico Ricardinho valorizou o jogo, que ocorrerá na próxima quinta-feira, às 20h, no Arruda. Segundo o comandante coral, será a oportunidade de testar os tricolores contra uma escola diferente dos habituais adversários.

    “Primeiro que é uma parte da pré-temporada. Depois que vamos enfrentar uma equipe fisicamente forte. Eles têm qualidade porque ganharam duas vezes o campeonato da Lituânia”, disse Ricardinho para Rádio Jornal.

    O treinador ainda pontuou que deseja a vitória, claro sem abrir mão da observação. “Eu gosto de ganhar até treino, mas vou utilizar o máximo de jogadores e vou observar. É uma oportunidade importante para nós e para o torcedor, que poderá conhecer os jogadores”.

    O jogo contra o Zalgiris vale a Taça Chico Science. Os ingressos começam a ser vendidos nesta segunda. A arquibancada frontal vai custar R$ 20. Estudantes, idosos e sócios pagam R$ 10, mesmo preço cobrado para a arquibancada por trás dos gols.

  • Ricardinho garante que Santa Cruz será um time de iniciativa no gramado

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Foto: Rodrigo Carvalho/JC Imagem

    Se existe um temor que fica cabeça do torcedor quando há a chegada de um novo treinador é que a característica do novo comandante seja defensiva, ou retranqueira como popularmente se diz nas arquibancadas. Só que o técnico Ricardinho garante que não terá essa filosofia no Santa Cruz. Segundo ele, os corais podem confiar que a equipe dele terá iniciativa no gramado.

    “Não peco por omissão, mas por tentativa. Torcedor pode ficar tranquilo que vamos ter uma equipe de iniciativa e que busque o resultado”, disse Ricardinho para a Rádio Jornal.

    Um argumento para esse tipo de pensamento é a carreira do treinador como jogador, onde foi até campeão mundial pela seleção brasileira. “Pela característica de atleta meu pensamento é ofensivo. Não mudei como técnico e procuro aprimorar isso”.

    A torcida, porém, não espere um time que vá o ataque com tudo. Segundo Ricardinho, o Santa Cruz terá iniciativa, mas também equilíbrio. “Nunca entrei para segurar o resultado, mas temos que encontrar uma maneira de equilibrar”.

  • Mirando titularidade, Memo espera fazer uma temporada melhor no Santa Cruz

    Foto: Ricardo Labastier

    Foto: Ricardo Labastier/JC Imagem

    O volante Memo está no Santa Cruz desde 2008. Acompanhou quedas e títulos, ao passo que viveu fases boas e ruins no Arruda. Uma vida de muita inconstância. Remanescente de 2014, o volante aposta no trabalho duro para voltar a ser titular no tricolor – como em 2011 e 2012, sob o comando de Zé Teodoro.

    Mas a impressão deixada do ano passado não foi boa, e Memo sabe disso. “Tive algumas oportunidades em 2014 e sei que preciso melhorar, evoluir. No entanto, hoje sou mais experiente para lidar com isso”, admitiu.

    O volante já pensa no jogo treino de segunda-feira (19), dia da Agape no Estádio Barbosão, em Chã Grande, para mostrar serviço ao chefe. “Ricardinho já sabe a minha função, já recebeu relatórios e tem meu histórico. Sei que ele vai escolher aquele que estiver melhor”.

    Memo participou de 21 jogos na Série B do ano passado, e anotou apenas um gol.

  • Solução caseira para a camisa 9 do Santa Cruz

     Foto: Ricardo Labastier/JC Imagem

    Betinho se apresenta como solução para vaga de Léo GamalhoFoto: Ricardo Labastier/JC Imagem

    A busca por um camisa 9 que substitua Léo Gamalho, artilheiro do Santa Cruz em 2014 com 32 gols, pode ser mais simples do que a diretoria do Santa Cruz imagina. Isso porque o clube renovou contrato com o atacante Betinho, de 27 anos. O atleta sabe que essa é a grande chance de ser titular, já que é o único centroavante de ofício no elenco.

    “Largo na frente e estou trabalhando forte por isso. Até agora ninguém chegou para brigar pela posição comigo, mas espero que mais jogadores cheguem . Ricardinho vai decidir”, disse confiante.

    Em 2014, o atleta sofre com duas lesões seguidas na coxa, que interromperam a pequena sequência que tinha na Série B. As contusões foram seguidas e complicaram a situação de Betinho, que diz ter passado por momentos difíceis. “Só eu sei o que passei com essas lesões no ano passado, foi muito complicado e me prejudicou bastante”, lamentou.

    Mas o jogador espera realizar um 2015 diferente no clube coral. Apesar de animado, prefere não fazer promessas de gols. “Nós vamos jogar apenas duas competições, fica difícil prometer uma quantidade de gols. Vou trabalhar firme para dar vitórias e títulos ao Santa Cruz”, projetou. Betinho participou de 11 jogos pelo clube coral na Série B 2014, anotando três gols.

  • Confira os destaques do Blog desta sexta-feira

    destaques

    A grande notícia desta sexta-feira foi o atraso de salários no Sport. Depois de anos sem atrasar os pagamentos, o Leão deixou de pagar o mês de dezembro. Mas a direção rubro-negra mantém a tranquila e explica o motivo de não ter pago os atletas. Não leu? Não tem problema porque a gente recupera tudo para vocês com os nossos destaques. Tudo para que aquela conversa da mesa de bar no fim de semana não seja atrapalhada por causa da falta de informação. Além disso, temos o provável retorno de Cassiano ao Santa Cruz e a negociação do Náutico envolvendo Geraldo. Confira essas e mais matérias:

    - “Na semana que vem resolveremos tudo”, diz vice do Sport sobre atrasos

    - Náutico ainda tenta Geraldo, mas jogador tem propostas para fora do Brasil

    - “Resolvi que o melhor era voltar”, diz Cassiano sobre acordo com o Santa

    - Sport: Antes do esperando, D. Souza volta a treinar com bola e se destaca

    - Náutico: Moacir Júnior reprova participação na Supercopa do Maranhão

    - Ex-Santa e Sport, meia Ailton vai disputar o paulistão pelo Capivariano

  • “Resolvi que o melhor era voltar”, diz Cassiano sobre acordo com o Santa Cruz

     Foto: Guga Matos

    Foto: Guga Matos/JC Imagem

    O atacante Cassiano deve mesmo defender o Santa Cruz por mais uma temporada. O jogador já acertou as bases salariais com o clube coral e aguarda apenas a liberação junto ao Internacional para embarcar para o Recife. A decisão de voltar ao Arruda foi tomada nesta sexta-feira (16), após reunião entre o jogador e o empresário.

    “Tivemos uma reunião agora a tarde e resolvemos que o melhor para mim era voltar. Não é novidade o carinho que eu tenho pelo clube. Devo estar chegando por aí (no Recife) em breve”, revelou Cassiano, bastante animado. O atleta de 25 anos atuou em 19 partidas no ano passado, marcando quatro gols. Ele jogador passou sete meses afastado dos gramados por conta de uma lesão no joelho.

    Para o empresário de Cassiano, Alex Pinho, a interrupção da sequência do jogador no ano passado quando começava a ganhar ritmo de jogo fez com que o retorno ganhasse força. “O Cassiano tem um sentimento de que poderia ter feito mais pelo Santa Cruz, e pretende dar continuidade em 2015″.

    O acordo de divisão de salários do jogador entre o Santa Cruz e o Internacional é a única pendência restante para que o clube coral envie a passagem aérea para o jogador retornar ao clube. O Santa pretende dividir em 50% os honorários do atleta.

    Em tom bastante otimista, o vice-presidente coral Constantino Junior falou sobre a chegada de Cassiano. “Estamos resolvendo os últimos detalhes para emitir a passagem de Cassiano. Vai nos ajudar bastante ao longo do ano”.

    Cassiano chega para reforçar o setor ofensivo coral, que conta apenas com os recém-contratados Waldison, Thiaguinho, além do remanescente Betinho.

  • Ex-Santa e Sport, meia Ailton vai disputar o paulistão pelo Capivariano

    Foto: Edmar Melo/JC Imagem

    Foto: Edmar Melo/JC Imagem

    O meia Ailton, que atuou no Sport e no Santa Cruz em 2014, fechou contrato com o Capivariano-SP, equipe que fará sua estreia na elite do Paulistão.  Aos 30 anos, o atleta retorna ao futebol paulista após uma passagem pelo São Paulo.

    O jogador também passou pelo Náutico em 2002 onde ganhou destaque e se transferiu para o tricolor paulista. Em 2014, o meia atuou em seis jogos da Serie A pelo rubro-negro e outros seis pelo tricolor, na Série B.

    Havia a possibilidade de Ailton seguir no Santa Cruz em 2015, já que ele havia assinado um pré-contrato com o clube. No entanto, o empresário do atleta, Joca Sloccowick, explicou que as negociações não avançaram. “Não havia interessem nem do Alton, nem do clube em continua”. Ainda de acordo com o empresário, o clube coral resolveu todas as pendências com o ateta. “Não ficaram devendo nada”.