publicidade
14/09/18
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Sem antecipar cotas, Náutico pode vir forte financeiramente em 2019

14 / set
Publicado por Haim Ferreira em Náutico às 19:16

Por: Túlio Feitosa

Um hábito comum no futebol brasileiro é adquirir o máximo possível de recursos para a atual temporada, mesmo se isso for arriscar os anos seguintes do clube. O Timbu sofreu com isso e a atual gestão teve que correr atrás do prejuízo.

Em entrevista concedida ao Jornal do Commercio pelo presidente do Náutico, Edno Melo, a atual gestão recebeu as contas do clube com as cotas do ano adiantadas e com folhas salariais atrasadas. Com a ajuda de torcedores e com as conquistas do Timbu, as pendências foram se resolvendo durante o ano.

Para 2019, a visão da atual gestão poderá ser mais imediata, já que as dívidas não se transformarão em uma bola de neve. A maior dificuldade de 2018 será sustentar os custos até o final do ano, mas empréstimo de alguns atletas aliviaram os gastos. “Estamos buscando recursos”, ressaltou Diógenes Braga, vice-presidente do Náutico, em entrevista à Rádio Jornal.

“Não antecipamos nenhuma receita de 2019 e temos perspectivas de poder fazer isso. A gente não podia simplesmente deletar 2018 para iniciar do zero no ano que vem”, completou Diógenes.


FECHAR