publicidade
12/07/18
Jogador marcou o gol que levou o jogo à prorrogação. Foto: Jewel SAMAD / AFP
Jogador marcou o gol que levou o jogo à prorrogação. Foto: Jewel SAMAD / AFP

“É um dos gols mais importantes” da história da Croácia, diz Perisic

12 / jul
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa 2018 às 10:19

Da AFP – “Foi um dos gols mais importantes (da história da Croácia) e nos ajudou a chegar à final”, comemorou Ivan Perisic, após marcar o gol que levou à semifinal contra a Inglaterra para a prorrogação, nesta quarta-feira (11). Escolhido o melhor jogador em campo na vitória da Croácia sobre a Inglaterra por 2 a 1, Perisic assegurou que “foi uma disputa muito difícil”.

“Todos sabíamos o que estava em jogo e o que representa uma semifinal para um pequeno país como a Croácia”, acrescentou em entrevista coletiva. “Começamos devagar, mas demonstramos o nosso caráter, como havíamos feito nos dois jogos anteriores, nos quais começamos perdendo. Não costumávamos ser tão fortes mentalmente”, admitiu o meia.

LEIA MAIS:

Fifa multa Uruguai e Inglaterra pelo uso de meias de marcas não autorizadas

Copa do Mundo tem campeão inédito a cada 20 anos

Os times dos 46 jogadores da final da Copa do Mundo

Perguntado sobre a semifinal que a Croácia perdeu para a França na Copa de 1998, Perisic, de 29 anos, explicou que “estava em Omis, minha cidade natal, apoiando a Croácia, com a minha camisa, e o único sonho que tinha era jogar pelo meu país e marcar um dos gols mais importantes para nos levar à final”.

Sobre a final de domingo, Perisic avaliou que a “França é uma equipe fantástica”. “Será um jogo difícil. Mas ainda não terminamos o nosso trabalho na Rússia. Devemos nos preparar para a final”, advertiu.

Mario Manzukic, autor do gol que deu a vitória aos croatas aos 109 minutos, assegurou que a vitória “é incrível”. “Acho que ainda não temos noção do que aconteceu. Não é que seja um milagre, mas alcançamos algo que apenas os grandes jogadores podem conseguir. Jogamos com o coração”, acrescentou.

O capitão Luka Modric, por sua vez, declarou ao site da Fifa: “Jogamos muito bem esta noite. Foi uma pena não termos conseguido resolver o jogo antes, mas mostramos nossa qualidade, nosso caráter. Fomos melhor do que a Inglaterra e merecemos estar na final”.

O presidente da Federação Croata, Davor Suker, um dos líderes da seleção semifinalista há 20 anos, admitiu que “depois de 1998 ninguém achava que isso voltaria a acontecer”.

“Mas aconteceu, e quero agradecer aos meninos, ao técnico. É uma honra para os torcedores e para todos nós. É incrível: a Croácia está na final da Copa do Mundo da Fifa!”, exclamou.


FECHAR