publicidade
12/01/18
Lateral é um dos poucos veteranos no Santa Cruz. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Lateral é um dos poucos veteranos no Santa Cruz. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Vítor afirma que time do Santa Cruz é competitivo, apesar de jovem

12 / jan
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 9:34

O Santa Cruz é um time quase que completamente reformulado e, ciente disso, o veterano lateral-direito tricolor Vítor acredita que o time é capaz de dar trabalho aos adversários e colher frutos no futuro, com a evolução acompanhada. Mas, o jogador pede calma. A evolução, para ele, é de degrau em degrau.

“Estamos há dez dias concentrado, fora os outros dias do ano passado que ficamos treinando. Fizemos grandes treinos, evoluímos bastante desde o início. Uma equipe totalmente reformulada da do ano passado, mas uma equipe jovem, que é competitiva. Espero que a gente possa colher bons frutos lá na frente”, avaliou o lateral.

LEIA MAIS:

Treze avança e integra grupo do Santa Cruz na Copa do Nordeste 2018

Júnior Rocha minimiza empate: “O que menos importa é o resultado”

Lateral Vítor avalia positivamente empate do Santa Cruz em jogo-treino

Com a filosofia de ter calma na evolução, Vítor afirma que é preciso não ultrapassar o que o time ainda não conseguiu fazer. Afinal, treina-se justamente para alcançar o ponto desejado. “Por isso que a gente pede calma para caprichar no passe, em uma finalização, em uma marcação ali atrás também. Conversando, treinando igual a gente está fazendo, que a gente vai conseguir, porque é uma equipe jovem, que poucos se conheciam ou já jogaram juntos”, disse, acrescentando que o trabalho intenso e contínuo é o que vai ajudar o grupo.

A estreia do Santa Cruz na Copa do Nordeste 2018 está bem próxima e a preparação será posta à prova na terça-feira (16), diante do Confiança, fora de casa, pela primeira rodada da fase de grupos. O tricolor avalia a pré-temporada como curta, mas é preciso encarar. “A partir da semana que vem a cobrança oficial também. Temos que ganhar os jogos, pois só ganhando os jogos vamos ter confiança, mais poder de chegar mais forte nas retas finais”, concluiu.



PUBLICIDADE
FECHAR