publicidade
13/11/17
Homero Lacerda, criticou a contração de Luxemburgo e o cerveja training Foto: JC Imagem
Homero Lacerda, criticou a contração de Luxemburgo e o cerveja training Foto: JC Imagem

Sport: Cerveja training e preparação de Luxa alvos das críticas de Homero

13 / nov
Publicado por Tiago Morais em Instant Articles às 18:30

Uma das características que os rubro-negros conhecem bem de Homero Lacerda é o temperamento apimentado e que se reflete nas palavras do ex-dirigente rubro-negro. Homero comandou o Sport no biênio 87/88 com o título brasileiro e a participação na Copa Libertadores da América.

Em entrevista no programa Super Manhã da Rádio Jornal, ele não se furtou a criticar o modo de preparação da equipe do Sport sob o comando principalmente de Vanderlei Luxemburgo e os famosos “cerveja training”, que na época de vitórias a equipe foi liberada pra fazer.

LEIA MAIS:

>Ex-presidente, Milton Bivar fala em ”oportunismo” no Sport

Sport: Gustavo Dubeux responde críticas de Homero Lacerda

Para Homero, a diretoria do presidente Arnaldo Barros e do Vice-presidente de futebol Gustavo Dubeux, colocaram à disposição de Vanderlei, as chaves do clube. Discordando dos métodos de preparação física e técnica do ex-técnico, o chamou de “superado”, e que é um treinador que gosta de batucada e vai para a “cachaça” com os jogadores.

“Luxemburgo considero um dos melhores técnicos da história do Brasil, sabe tudo de futebol mas está superado.Ele não entende o jogador com o atleta. Tem que ser um excelente atleta o jogador de futebol, do que adiante ser craque se depois falta perna? Se depois perde na velocidade? Se não tem uma mente preparada, para se inspirar e fazer aquelas jogadas em fração de segundos no mínimos espaço possível. Para entregar o clube a Luxemburgo, eu o conheço pessoalmente, me perdoe, é um desastre total. É um cara que vai para a batucada tá aí na internet, tocando pandeiro e tomando cachaça com jogador”, disparou.

DANIEL PAULISTA NA FOGUEIRA

Ainda na entrevista concedida para o comunicador Geraldo Freire na Rádio Jornal, Homero destacou o péssimo momento em que se encontra o time agora sob o comando do técnico Daniel Paulista, pede ajuda da torcida e que não o critiquem. “Eu espero que a torcida não cobre de Daniel Paulista, não tem o direito de fazer isso. Trata-se de um jovem promissor, inteligente e dedicado. É necessário isso. Agora, jogaram ele na fogueira. Pegaram um time desmotivado, despreparado e entregaram. Ele não é santo, não vai fazer milagre. Não vamos queimar ele por conta disso”, pontou.



PUBLICIDADE
FECHAR