publicidade
07/11/17
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Sport com margem de erro quase zero diante do Botafogo

07 / nov
Publicado por Wladmir Paulino em Notícias às 19:08

O empate arrancado no apagar das luzes diante da Chapecoense no último domingo (5) salvou o Sport da zona de rebaixamento. Nesta quarta-feira (8), quando entrar em campo para enfrentar o Botafogo, pela 33ª rodada do Brasileirão, a partir das 20h, a margem de erro do Leão é praticamente zero. Com 36 pontos na 16ª colocação, a única chance de manter-se fora do Z4 sem depender dos outros é vencendo o time carioca, que soma 48 e está em sexto lugar, dentro da zona de classificação para a Libertadores.

OS DESFALQUES
A seleção brasileira causou o maior desfalque para o técnico Daniel Paulista, pois levou o meia Diego Souza. Não só pela organização que o camisa 87 dá ao time, mas também pela ausência de suplência. O técnico Daniel Paulista testou Thomás no jogo contra o Junior Barranquilla na Colômbia e o ex-jogador do Santa Cruz não correspondeu ao esperado. Acionou ele novamente contra a Chape e novamente o camisa 20 ficou em débito.

E lembrando que Thomás era o jogador mais solicitado pela torcida desde a época de Vanderlei Luxemburgo. A bola da vez é outro jogador que tem uma popularidade completamente oposta: Wesley. Contratado junto ao São Paulo, o meia já funcionou também como volante e, no último jogo, lateral-direito. Bastante questionado nas redes sociais e vaiado a cada toque na bola na derrota para o Coritiba, ele terá a missão de organizar o time, o que deve fazê-lo tocar bastante na ferramenta de trabalho do jogo.

Leia mais:

Náutico convoca sócios proprietários de cadeiras cativas dos Aflitos

Ex-Santa, João Paulo quer levar vantagem em reencontro com o Sport

“Desde que eu cheguei (ao Sport) a minha prioridade é ajudar da melhor maneira. Eu precisava de ritmo de jogo, pois tive um desconforto muscular. Onde o professor me utilizar quero corresponder da melhor forma possível. Quero muito ajudar. O importante e sair o quanto antes dessa situação para terminar o ano feliz”, disse.

Ainda no meio de campo, Patrick, outro jogador que tem carregado piano em outras funções, cumpre o segundo jogo de suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por causa da expulsão na derrota diante do Flamengo, mas o clube ainda tenta um efeito suspensivo até o julgamento final no Pleno. Já Anselmo tomou o vermelho no início do segundo tempo com a Chape e cumpre o gancho automático. O problema é um pouco menor porque Rithely recuperou-se de um cansaço muscular e está de volta. Rodrigo deve acompanhá-lo. Se Patrick não jogar, Rodrigo e Thallyson disputam a posição.

SISTEMA
Além de mexer obrigatoriamente, o treinador rubro-negro pode mudar a forma de o time jogar. Com ênfase na marcação, o Sport não passou por grandes apuros nos dois jogos sob comando do ex-volante, faltou força ofensiva. Por isso, há a possibilidade de ele entrar em campo com três atacantes de origem, recuando Mena para a lateral. Osvaldo seria o primeiro candidato.

BOTAFOGO
O técnico Jair Ventura tem o retorno do meia João Paulo. Por isso, Matheus Fernandes e Marcos Vinícius disputam uma vaga.

Ficha do jogo – Sport x Botafogo

Sport
Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Mena; Rithely, Rodrigo e Wesley; Osvaldo, André e Rogério. Técnico: Daniel Paulista.

Botafogo
Gatito; Arnaldo, Carli, Rabello e Victor Luís, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Matheus (Marcos Vinícius), Pimpão e Brenner. Técnico: Jair Ventura.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 20h. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO). Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).



PUBLICIDADE
FECHAR