publicidade
07/11/17
Tricolor chegou a 33 pontos e está a seis da saída do Z4. Foto: Marcos Souza/Estadão Conteúdo
Tricolor chegou a 33 pontos e está a seis da saída do Z4. Foto: Marcos Souza/Estadão Conteúdo

Com pênalti não marcado, Santa Cruz fica no empate com Vila Nova

07 / nov
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 20:10

O Santa Cruz até teve um bom desempenho diante do Vila Nova, mas o empate em 1×1 no estádio Serra Dourada pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B na noite desta terça-feira (7) mantém a situação da equipe muito difícil na zona de rebaixamento da competição. Os gols foram marcados por Geovane, para os donos da casa, e Ricardo Bueno igualou o placar. A Cobra Coral ainda teve um pênalti em João Paulo não marcado, além de uma marcação de impedimento equivocado de Ricardo Bueno.

A equipe pernambucana chegou a marca de dez jogos sem vitória, com apenas uma nos últimos 19 disputados. A equipe chega a 33 pontos, a seis da saída do Z4. Já o Vila Nova, brigando pelo G4, tem 53 pontos e fica na 6ª colocação.

Na próxima rodada, o Tricolor segue jogando fora de casa. O adversário é o Boa Esporte no estádio Municipal de Varginha, às 16h30 (horário do Recife) do sábado (11). Na mesma hora, o Vila enfrenta o líder Internacional no Beira Rio.

LÁ E CÁ

O Santa Cruz começou o jogo melhor do que o Vila Nova, apesar de ser um jogo sem muitos perigos oferecidos aos goleiros. Do lado coral, André Luís recebeu na direita, ajeitou e mandou para o gol de fora da área. Luís Carlos, goleiro do Vila, esticou o braço esquerdo para mandar para escanteio. Pelos mandantes, Gastón avançou, entregou para Lourency, que mandou para o gol. Julio Cesar defendeu e Alípio pegou sobra, balançando as redes em posição de impedimento, anotado pela arbitragem.

DA CASA

Seria o Vila Nova a abrir o placar no estádio Serra Dourada. Aos 33 minutos do primeiro tempo, Alan Mineiro cobrou escanteio do lado direito tricolor direto para a cabeça de Geovane. O volante, sem marcação, cabeceou para o gol sem dar tempo para reação de Julio Cesar, deixando seu time na frente do marcador e muito perto do G4.

FALTAS

O Tricolor teve suas oportunidades através de faltas. Na primeira, Thiago Primão cobrou por cima do gol. Em sua tentativa, Guilherme Mattis mandou do lado esquerdo do gol direto para escanteio. Já o artilheiro Anderson Salles mandou direto para o gol, mas Luís Carlos espalmou para fora da área.

PERTO

Outra chance do Santa Cruz chegou pelo atacante Ricardo Bueno. Thiago Primão, depois do meio de campo, mandou para a área e o atacante correu, alcançou e cabeceou a bola bem em baixo. O goleiro Luís Carlos chegou a tempo de defender.

IRREGULAR

Logo aos 9 minutos da etapa complementar, João Paulo foi derrubado na área e os tricolores pediram pênalti, mas a arbitragem não marcou nada. Grafite entrou em campo pouco depois, no lugar de André Luís, e em seu primeiro lance balançou as redes. O jogador aproveitou levantamento de Yuri na área e cabeceou para o gol. Mas o auxiliar já marcava posição de impedimento do camisa 23.

INSISTÊNCIA

O Santa Cruz voltou a balançar as redes, agora para valer. Aos 13 minutos desta etapa, Walber avançou para o meio e entregou para Ricardo Bueno do lado esquerdo. O atacante avançou na área e empatou a partida, chutando por cima do goleiro. Foi o quinto gol de Bueno com a camisa coral na Série B.

OPORTUNIDADES

Pelo time da casa, Lourency chegou sozinho na área tricolor, passando por Julio Cesar. Mas o zagueiro Anderson Salles conseguiu chegar a tempo de salvar. Já entre os corais, Grafite cruzou na área e Ricardo Bueno tentou alcançar, mas a zaga tirou. Assim, o jogo chegou ao seu fim empatado em 1×1, um resultado ruim para os dois.

FICHA DA PARTIDA – VILA NOVA 1 x 1 SANTA CRUZ

Vila Nova: Luís Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón; Geovane, Paulo Henrique e Alan Mineiro (Marcelinho); Wallyson (Jenison), Lourency e Alípio (Fagner). Técnico: Hemerson Maria

Santa Cruz: Julio Cesar; Walber (Bruno Silva), Guilherme Mattis, Anderson Salles e Yuri; Wellington Cézar, Thiago Primão (Lucas Gomes) e João Paulo; Bruno Paulo, André Luís (Grafite) e Ricardo Bueno. Técnico: Marcelo Martelotte

Série B (34ª rodada). Local: estádio Serra Dourada (GO) Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG) Auxiliares: Celso Luiz da Silva e Marcus Vinicius Gomes (ambos de Minas Gerais) Gols: Geovane (V), aos 33′ do 1T, e Ricardo Bueno (S), aos 13′ do 2T Cartões amarelos: Alemão (V), Bruno Paulo (S), Geovane (V), Marcelinho (V) Público: 4.496 Renda: R$ 33.985



PUBLICIDADE
FECHAR