publicidade
14/10/17
Foto: Fernando Remor/Estadão Conteúdo
Foto: Fernando Remor/Estadão Conteúdo

Santa Cruz perde para o Figueirense e afunda na Série B

14 / out
Publicado por Thiago Vieira em Instant Articles às 18:23

O Santa Cruz sofreu mais uma derrota nesta Série B. Desta vez, perdeu para o Figueirense, por 2×1, e complicou ainda mais a situação do Tricolor na competição. Os gols do Figueirense foram marcados no primeiro tempo, por Zé Love e Renan Mota. Na etapa final, Anderson Salles descontou, mas não deu tempo de empatar a partida. Com o resultado, o Santa Cruz manteve cinco pontos de distância para sair da zona de rebaixamento, mas pode chegar a seis. Já o Figueirense saiu da zona da degola, e é o 15º colocado, com 35 pontos.

LEIA MAIS:
> Martelotte quer o Santa Cruz com a postura do segundo tempo contra o Figueirense

> Zagueiro do Santa Cruz garante que não vai desistir: “é um time de guerreiro”

Santa Cruz cede espaços e sofre dois gols

Se a ideia do Santa Cruz era lutar de igual para igual fora de casa desde o primeiro minuto, isso foi ameaçado logo no primeiro lance da partida. Imediatamente depois da saída de bola, o Figueirense levou muito perigo à meta coral. Marco Antônio chutou rasteiro, e Zé Love apareceu livre na pequena área para fazer o desvio. Julio Cesar fez grande defesa, e no rebote, mesmo com o camisa 1 coral caído, o atacante catarinense mandou para fora.

O Tricolor até conseguiu equilibrar as ações, mas o jogo era nivelado por baixo. O Figueira não conseguia sair com qualidade do campo de defesa, muito pela marcação alta em que revezavam Grafite, Primão, João Paulo e André Luís para dar o primeiro combate. Por um momento, o Santa Cruz passou a ter o maior domínio. Ainda assim, a criação era o calo da equipe de Martelotte, que pouco era perigosa.

O principal lance do primeiro tempo coral veio quase de um acidente. Anderson Salles fez um corte no campo defesa, e o chutão virou uma bela assistência para Grafite ir de encontro ao goleiro. No último toque, Saulo levou a melhor e impediu o gol do Santa Cruz.

Foi a última vez que os pernambucanos ameaçaram na etapa inicial. Aos 27, foi o Figueirense quem pressionou. Marco Antônio cobrou dois escanteios seguidos, vencidos na bola aérea por Guilherme Mattis. No terceiro, a defesa não cortou, e na sobra, Zé Love se redimiu do primeiro lance do jogo e abriu o placar, aos 28. O gol animou os donos da casa e assustou os visitantes, que nada fizeram para buscar o empate. Pelo contrário, Nininho acabou entregando a bola para Zé Love, que armou para Jorge Henrique na esquerda. O jogador fez o cruzamento e Renan Mota chegou para ampliar, aos 38.

Santa Cruz diminui, mas não consegue empatar

Marcelo Martelotte colocou Ricardo Bueno no lugar de André Luís. O atacante até era voluntarioso, mas o Tricolor continuava com dificuldades para criar. Por outro lado, o Figueirense abriu mão de atacar, e deixava os corais trocarem passes. A apatia do Santa Cruz pouco assustava o gol de Saulo.

A situação veio mudar um pouco aos 34 minutos, quando o primeiro gol pernambucano saiu. Em uma falta quase que despretensiosa, Anderson Salles mandou na área. Ninguém desviou, e ela foi direto para o gol, diminuindo o placar. Sentindo o bom momento, os corais se lançaram ao ataque, mas foi numa bobeira do lateral Yuri que o Figueira quase matou o jogo. Ele perdeu a bola, e cruzou, para a bola passar na frente do gol de Julio Cesar.

Outra chance coral veio em mais uma falta. Dessa vez, Anderson Salles bateu direto, mas a bola foi na mão de Saulo. O Tricolor ainda pressionou até o apito final, mas não conseguiu evitar a derrota.

FICHA DA PARTIDA – FIGUEIRENSE 2 x 1 SANTA CRUZ

Figueirense: Saulo; Dudu (Dudu Vieira), Leandro Almeida, Henrique Trevisan e João Lucas; Zé Antônio e Pereira e Marco Antônio (Patrick); Renan Mota (Joãozinho) e Jorge Henrique; Zé Love. Técnico: Milton Cruz

Santa Cruz: Julio Cesar; Nininho, Anderson Salles, Guilherme Mattis e Yuri; Wellington Cézar, Derley e Thiago Primão (Bruno Paulo); João Paulo, Andre Luís (Ricardo Bueno) e Grafite (Natan). Técnico: Marcelo Martelotte

Série B (29ª rodada). Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF) Auxiliares: Luciano Benevides de Sousa e Leila Naiara Moreira da Cruz (Ambos do Distrito Federal). Gols: Zé Love (F), aos 28 do 1T. Renan Mota (F), aos 38 do 1T. Anderson Salles (S), aos 34 do 2T. Amarelos: Jorge Henrique (F), Yuri (S), Wellington Cezar (S), Leandro Almeida (F), João Paulo (S) e Derley (S).



PUBLICIDADE
FECHAR