publicidade
12/08/17
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Técnico do Náutico afirma que time abriu mão de jogar no primeiro tempo

12 / ago
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 0:22

A derrota do Náutico pelo placar simples para o líder da Série B América-MG, na noite desta sexta-feira (11), foi observada pelo técnico alvirrubro Roberto Fernandes como um jogo de dois tempos distintos. Na etapa inicial, ele acredita que seu time abriu muito mão de jogar, respeitando demais o adversário.

O comandante ressaltou que, apesar da entrada de um atacante na vaga de um meia no intervalo, com iago por Diego Miranda, o time continuou na formação 3-5-2. “Acho que no primeiro tempo nós abrimos muito mão de jogar. O Náutico respeitou demais o América. Mantivemos o mesmo sistema, mas a atitude completamente diferente. O time acreditou que era possível e nós poderíamos ter tido uma sorte melhor”, disse. Pelo volume de jogo e postura apresentados nesta etapa, o treinador acredita que o time poderia ter tido melhores oportunidades.

LEIA MAIS:

Náutico volta a perder diante do líder da Segundona

Ele ainda elogiou o Coelho, afirmando se tratar de uma equipe bem postada e organizada, oferecendo poucos espaços para o Timbu criar. Analisando a partida como um todo, o técnico questionou qual foi a defesa que o goleiro Jefferson precisou praticar. “E o América é o líder, com mais que o dobro de pontos do Náutico e conseguimos fazer um segundo tempo de jogo equilibrado. Do mesmo jeito que João Ricardo não fez defesa, o goleiro do Náutico não fez defesa”, acrescentou.

Mesmo com essa falta de sorte, Roberto não questiona o placar pró líder. “Resultado é competência e eficácia. Se terminou 1×0, o América fez por onde. Mas, principalmente pelo segundo tempo, nos deixa com uma expectativa boa de que esse time pode evoluir e crescer na competição, buscando o resultado que interessa para sair dessa situação”, concluiu o alvirrubro.



PUBLICIDADE
FECHAR