publicidade
12/08/17
Bruno Mota ficou em campo após a pancada. Foto: Léo Lemos/Náutico
Bruno Mota ficou em campo após a pancada. Foto: Léo Lemos/Náutico

Meia do Náutico passa por exames após desmaiar em campo

12 / ago
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 0:49

O meia Bruno Mota sofreu uma pancada na cabeça na derrota do Náutico para o América-MG, na noite desta sexta-feira (11), ao se chocar com o zagueiro adversário Rafael Lima e mesmo assim ficou em campo. Após o jogo, o atleta foi levado ao hospital para realizar exames, algo de protocolo. De acordo com a assessoria de imprensa alvirrubra, a expectativa é que os procedimentos adentrem a madrugada.

Como Bruno chegou a desmaiar e ter uma pequena convulsão, os membros do departamento médico do clube ficaram preocupados. No vestiário, os primeiros testes neurológicos foram realizados.  “Doutor Renato (Paes Barreto) achou por bem levar para o hospital por ser pancada na cabeça. Para avaliação rotina, protocolo médico. Ele já estava bem e foi consciente para o hospital. Os familiares podem ficar tranquilos, porque está tudo bem com ele”, tranquilizou o vice-presidente de futebol Emerson Barbosa.

LEIA MAIS:

Técnico do Náutico afirma que time abriu mão de jogar no primeiro tempo

Náutico volta a perder diante do líder da Segundona

Mesmo após a pancada, o jogador permaneceu em campo. De acordo com o técnico Roberto Fernandes, tanto seu atleta como o zagueiro adversário se sentiram bem para voltar para o jogo. “Bruno falou para mim que estava em condições de jogo. Ele tinha crescido na partida quando começou a trabalhar mais atrás na armação de jogados. Continuamos até eu ver que ele tinha desgastado”, detalhou o treinador.

O comandante destacou ainda que o médico acreditava que era melhor substituir logo o jogador. “Conversei com ele ali e falei que tínhamos feito uma substituição. Encaro cada jogo do Náutico como final. Por se tratar de decisão, entendi que tinha que ficar. Mas se há orientação da CBF ou por parte dos médicos, vamos conversar internamente e analisar com o departamento”, concluiu Roberto Fernandes.

Bruno Mota não é o primeiro jogador do Náutico a desmaiar em campo nesta Série B. No jogo contra o Paysandu, em Belém, o zagueiro Breno Calixto também sofreu uma pancada na cabeça, desmaiou e acordou, seguindo na partida. Depois do jogo, ele também passou por exames.

 



PUBLICIDADE
FECHAR