publicidade
29/07/17
Próximo jogo do Santa Cruz é contra o Paysandu, terça-feira (1), na Arena de Pernambuco.
Próximo jogo do Santa Cruz é contra o Paysandu, terça-feira (1), na Arena de Pernambuco.

Santa Cruz sofre goleada para o Paraná e se afasta do G-4 da Série B

29 / jul
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 18:25

Por Davi Saboya, do Jornal do Commercio – Nada deu certo. Em nova partida jogando um fraco futebol, o Santa Cruz não conseguiu apagar o má atuação no empate por 1×1 com o Boa Esporte, em casa, no jogo anterior, e sofreu a primeira derrota sob o comando do técnico Givanildo Oliveira, que estava há cinco rodadas invicto. O Tricolor foi goleada por 4×0 pelo Paraná, neste sábado (29), no estádio Dorival Britto, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Cobra Coral perdeu quatro posições e caiu para 12ª posição com 23 pontos (ainda pode perder mais uma posição, caso o Boa Esporte vença o Luverdense, daqui a pouco, às 19h).

O sistema defensivo do Santa Cruz começou a partida bem, mas logo apresentou cedeu espaços. E o Paraná, do técnico Lisca que estreou no comando da equipe jogando em casa, aproveitou as oportunidades e rapidamente consolidou a vitória. O próximo desafio do Tricolor é contra o Paysandu, nesta terça-feira (1), na Arena de Pernambuco. Depois, encerra o primeiro turno no sábado (8) diante do Juventude, em Caxias do Sul-RS.

LEIA MAIS:
> Jogadores do Santa Cruz admitem mau momento e focam no próximo jogo

> “É chato perder e ainda mais de 4×0”, diz técnico do Santa Cruz

O JOGO

O Santa Cruz começou melhor a partida. Bem postado defensivamente e trocando bons passes, chegava rapidamente na grande área do Paraná. Principalmente pelos lados com João Paulo e André Luís, além da troca de passes com o meia Léo Lima que iniciou buscando o jogo. Já os donos da casa tentava levar perigo ao Tricolor, mas sem sucesso. Apenas nas falhas da defesa coral.

Só que no primeiro erro do Santa Cruz, o Paraná aproveitou para crescer na partida. O setor defensivo coral ficou exposto. Aos 19, Robson invadiu a grande área sozinho e tocou para Alemão, livre, mandar para o fundo da rede. A Cobra Coral sentiu o golpe e começou a ceder espaço. Situação percebida pelos mandantes que foram para cima. Seis minutos depois, Minho passou por Alex Travassos e acertou um chutaço na gaveta do lado esquerdo do goleiro Julio Cesar.

Com Derley, Primão e Léo Lima, o meio-campo do Santa Cruz deixou a linha defensiva exposta e o Paraná folgada para trabalhar a bola e chegar perto do gol de Julio Cesar. O ataque do Tricolor até que tentou diminuir a vantagem dos mandantes no placar, mas não teve jeito. A melhor chance foi de Ricardo Bueno, que recebeu um belo passe de Léo Lima, invadiu a grande área sozinho e mandou por cima do gol.

O segundo tempo não começou diferente do início da partida. O Santa Cruz continuou desorganizado e o Paraná aproveitou rapidamente as novas oportunidades. Aos 4, após a cobrança do escanteio, Maidana subiu mais que a defesa coral e testou para o fundo da rede. Logo em seguida, o zagueiro Jaime foi expulso depois de forte entrada. Sem muito tempo para pensar, o Tricolor sofreu mais um gol. Em um bate rebate na grane área, a bola bateu na mão do zagueiro Bruno Silva e o árbitro Francisco Carlos do Nascimento marcou pênalti. Renatinho foi para cobrança e converteu ainda aos 8 minutos do segundo tempo.

De fato, o Santa Cruz não estava em uma tarde inspirada. Perdendo por 4 gols de diferença e com um jogador a menos, pouco fez na etapa final. Apenas em uma cobrança de falta do zagueiro Anderson Sales, que bateu no travessão, o Tricolor conseguiu ameaçar os donos da casa. O Paraná, por sua vez, acabou a partida tranquilo visto que com menos de dez minutos do segundo tempo estava goleando a equipe pernambucana e ainda com um jogador a mais. Coube apenas administrar o confronto.

FICHA DA PARTIDA – PARANÁ 4 X 0 SANTA CRUZ

Paraná – Richard; Cristovam, Maidana, Eduardo Brock, Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias (Jhony), João Pedro (Renatinho); Robson, Minho e Alemão (Nathan Cachorrão). Técnico: Lisca.

Santa Cruz – Julio Cesar; Alex Travassos, Bruno Silva, Jaime, Tiago Costa; Derley, Thiago Primão (Wellington Cézar), Léo Lima; João Paulo, Andre Luis (Anderson Salles) e Ricardo Bueno. Técnico: Givanildo Oliveira.

Série B (17ª rodada). Local: Durival de Britto, Curitiba (PR). Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL). Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araujo e Rondinelle dos Santos Tavares (ambos de AL). Cartões amarelos: Cristovam (Paraná). Derley (Santa Cruz). Cartão vermelho: Jaime (Santa Cruz). Gols: Alemão aos 19′ do 1ºT, Minho aos 27′ do 1ºT, Maidana aos 4′ do 2ºT e Renatinho aos 8′ do 2ºT. Público:11.638 torcedores. Renda: R$ 193.995.



PUBLICIDADE
FECHAR