publicidade
28/07/17
Gilmar (foto) e Rafael Oliveira sofreram lesões no ligamento cruzado anterior do joelho. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Gilmar (foto) e Rafael Oliveira sofreram lesões no ligamento cruzado anterior do joelho. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Náutico contra a síndrome do cobertor curto

28 / jul
Publicado por Carlyle Paes Barreto em Instant Articles às 17:08

Com Vinícius e Gilmar, o Náutico pelo menos vinha marcando gols. Sem eles, o ataque ficou fragilizado. O time também. Mesmo melhorando na questão defensiva.

Então com a volta a dupla, dá para ser mais otimista, diante do Criciúma? Nem tanto. A não ser que o equilíbrio seja em todos setores. Isso será fundamental para o Timbu reagir na Série B do Campeonato Brasileiro.

Quando Vinícius ganhou a posição de titular, virou logo artilheiro do time na Segundona. Depois Gilmar entrou. E foi logo marcando gols em dois jogos seguidos. O problema é que o Náutico era uma equipe exposta. Com a pior defesa da competição. Agora consertou boa parte dos buracos. Tomou apenas um, em três partidas. Só que parou de balançar as redes. Hiato que já dura três rodadas.

E só consertará esse defeito com equilíbrio. Com marcação bem feita, verdade. Mas com o apoio de defensores na criação. Na armação. Só assim o ataque não ficará tão isolado. E Gilmar e Vinícius poderão voltar a marcar gols. Mantendo o sonho de sair da zona de rebaixamento.



PUBLICIDADE
FECHAR