publicidade
20/abr
Foto: JC Imagem
Foto: JC Imagem

Zagueiro do Náutico diz que não é hora de mudar a forma de jogar

20 / abr
Publicado por Wladmir Paulino em Náutico às 20:30

Por maior que seja a necessidade de uma vitória, o zagueiro do Náutico, Tiago Alves, foi claro ao afirmar que não é hora de o Náutico inventar. Para ele, o time chegou até a semifinal do Campeonato Pernambucano com uma forma de atuar e justamente no momento mais decisivo algo muito diferente poderia atrapalhar. Ele também leva em consideração a forma com que o Sport virou o jogo na semana passada, na Ilha do Retiro.

“Nossa marcação é essa, não adianta mudar num jogo em que tudo vinha dando certo. Sofremos bastante no primeiro tempo mas o time soube suportar. Temos que fazer mais o que estamos treinando. É preciso ter sabedoria e discernimento para fazer o que estamos fazendo”, pontuou.

> Náutico: Anselmo usou período de recuperação para fortalecer a cabeça

> Náutico e Chapecoense ficam no 0x0 pela Copa do Brasil sub-20

> Náutico espera calor da torcida no domingo

Para ele, os dois gols tomados nos últimos minutos não tiveram como origem erros táticos (posicionamento) mas fruto de um contra-ataque, quando o Náutico não conseguiu prender a bola no campo ofensivo e outro em bola parada.

“Num ímpeto eles conseguiram um contra-ataque e decidiram na bola parada. Foi um deslize nosso que não pode voltar a acontecer”, avaliou.

O defensor viu o adversário entregue e o Timbu com a partida controlada. Mas uma série de erros que culminaram no gol de empate deu o combustível para a torcida tocar fogo no jogo. “Se empolgaram e acharam o terceiro gol”.



PUBLICIDADE
FECHAR