publicidade
01/mar
Jogo acabou empatado em 1x1. Foto: Guga Matos/JC Imagem
Jogo acabou empatado em 1x1. Foto: Guga Matos/JC Imagem

André perde pênalti em clássico que muda pouco a vida de Sport e Náutico

01 / mar
Publicado por Thiago Wagner em Instant Articles às 23:36

O empate em 1×1 na Ilha do Retiro não trouxe poucas mudanças somente na classificação do Pernambucano. Os momentos de Sport e Náutico também foram pouco alterados com a igualdade desta quarta-feira. O Leão segue invicto no ano, mesmo tendo atuado com os reservas em alguns jogos, enquanto que o Timbu segue em busca de uma melhor sequência na temporada. Erick e Neto Moura marcaram para alvirrubros e rubro-negros respectivamente. O jogo ainda ficou marcado pelo terceiro pênalti perdido por André no seu retorno ao clube. O atacante leonino tinha a chance de ser herói, mas bateu muito mal o pênalti nos minutos finais do confronto.

O resultado do jogo mantém o Sport em segundo no Pernambucano, com nove pontos, e o Náutico em terceiro, com oito. No fim de semana, as equipes voltam a se encontrar com a perspectiva de um espetáculo diferente no gramado.

LEIA MAIS:
> Os gols do clássico nas ondas da Rádio Jornal

> André lamenta pênalti perdido e companheiros de Sport relevam erro

> Técnico do Sport mantém confiança em Andre e diz que ele pode bater pênaltis

> Técnico do Náutico avalia que derrota seria castigo

MUITA DISPOSIÇÃO E POUCA INSPIRAÇÃO

Sport e Náutico fizeram um clássico com pouca inspiração na Ilha do Retiro. Algo até esperado pela desarrumação do Timbu na temporada e pelo fato do Leão estar com os reservas no gramado. As equipes até tentaram buscar o jogo e agredir o adversário, principalmente no primeiro tempo, mas não fizeram nada suficiente para produzir um grande espetáculo.

Mesmo jogando fora de casa, os alvirrubros buscaram primeiro o ataque. Explorando as laterais do campo, o Náutico tentou ditar as ações do jogo e até teve certo êxito nos primeiros minutos. Tanto que saiu na frente no marcador com Erick, de pênalti.

Só que a vantagem não fez o Timbu crescer na partida, pelo contrário. A mudança no placar fez o Sport aumentar seu ritmo no gramado. Aproveitando principalmente as subidas de Raúl Prata, o Leão buscou o empate. O lateral cruzou na área e Neto Moura fuzilou para as redes.

IGUALDADE QUE SATISFEZ

Os gols no primeiro tempo, que poderiam indicar uma partida mais movimentada, amenizou a intensidade dos times, que pareciam satisfeitos com a igualdade. Verdade que a chuva também prejudicou um pouco o jogo, mas não tanto quanto a apatia dos jogadores.

GAROTOS DA BASE BRILHAM

A noite de clássico na Ilha do Retiro foi especial para dois jogadores formados na base dos respectivos clubes. Erick e Neto Moura marcaram na partida e vibraram muito, afinal não é todo dia que se marca contra um dos maiores rivais.

ARBITRAGEM ATENTA

Contestada no último clássico, entre Santa Cruz e Sport, a arbitragem estava atenta nesta quarta-feira. Tanto que agiu corretamente nos lances capitais do jogo. Anulou bem o gol de mão de Giva, o atacante usou claramente a mão para mandar a bola para as redes, e assinalou pênaltis corretos para Náutico, falta imprudente de Rodrigo, e Sport, mão na bola dentro da área.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1X1 NÁUTICO

Sport: Agenor; Raúl Prata, Matheus Ferraz, Henríquez e Caio; Rodrigo, Fabrício e Neto Moura; Marquinhos (Lenis) (Juninho), Paulo Henrique (Fábio) e André. Técnico: Daniel Paulista.

Náutico: Tiago Cardoso; David, Tiago Alves, Éwerton Páscoa e Manoel; Rodrigo Souza, João Ananias, Marco Antônio e Dudu; Erick (Cal) e Giva (Alison). Técnico: Milton Cruz.

Pernambucano (5ª rodada). Local: Ilha do Retiro (Recife-PE). Árbitro: José Woshington. Auxiliares: Elan Vieira e Ricardo Chianca. Gols: Erick (N) aos 29 e Neto Moura aos 38 minutos do 1º tempo. Amarelos: Giva (N), Dudu (N), Neto Moura (S), Fábio (S) e Caio (S). Público: 3.430. Renda: R$ R$ 58.425.


PUBLICIDADE
FECHAR