publicidade
25/set
Técnico alvirrubro lembrou tropeço dentro de casa, quando o time ficou no 0 x 0 com o Bahia. Foto: Guga Matos/JC Imagem
Técnico alvirrubro lembrou tropeço dentro de casa, quando o time ficou no 0 x 0 com o Bahia. Foto: Guga Matos/JC Imagem

Relembrando os pontos perdidos, Givanildo diz que Náutico deveria ter 41 pontos

25 / set
Publicado por Thaís Lima em Instant Articles às 15:39

O empate em 0 a 0 diante do Bahia, na Arena de Pernambuco, na estreia do técnico Givanildo Oliveira pelo Náutico ainda incomoda o treinador. Após a vitória contra o Paraná, em Curitiba, o técnico voltou a lembrar o resultado obtido dentro de casa naquele dia 10 de setembro. O treinador destacou que o time alvirrubro atualmente tem 39 pontos, mas, se tivesse vencido aquele jogo nos seus domínios, estaria com 41 e, consequentemente, ainda mais perto do G4.

“Estamos com 39 pontos, mas tínhamos que estar com 41. Perdemos dois pontos em casa contra o Bahia com o empate. Hoje estaríamos com 41 pontos, acho que no sétimo, sexto lugar. Acho que é importante ganhar em casa, mas na Série B tem que ganhar em casa e tem que buscar ponto fora para conseguir ficar entre os quatro”, disse o treinador alvirrubro.

LEIA MAIS:
> Náutico vence o Paraná e fica a três pontos do G4 da Série B

> Embora satisfeito, técnico diz que Náutico poderia ter vencido de “pelo menos 3 a 0”

Lembrando também que nesta Série B os times estão muito próximos uns dos outros, matematicamente falando, Givanildo Oliveira vê a vitória deste sábado como muito importante para dar seguimento ao sonho alvirrubro de voltar à Série A do Brasileiro.  “Nós demos mais um passo. Se olhar a tabela, tem muito time embolado. Na Série B normalmente acontecia de disparar seis, sete, oito, no máximo, e os outros ficarem para trás. Mas agora tem muita gente junto com diferença de um, dois pontos. Então, foi muito importante essa vitória por isso”, concluiu Givanildo.


PUBLICIDADE
FECHAR