Santa Cruz perde roupeiro que trabalhava há mais de 40 anos no clube

O Santa Cruz perdeu um dos seus mais antigos funcionários nesta sexta-feira. Faleceu o roupeiro Zezinho, de 63 anos. Ele trabalhava há 43 anos no clube coral tanto nos jogos como nos treinos.

João Freitas de Brito, o Zezinho, nasceu em 2 de fevereiro de 1951 e deixa mulher, cinco filhos e dois netos. Ele estava em tratamento por algum tempo, mas não resistiu nesta sexta falecendo por insuficiência múltipla dos órgãos.

"O Santa Cruz lamenta profundamente a perda deste torcedor e profissional que dedicou mais de quarenta anos de sua vida ao clube e, por isso, no jogo contra o Central – domingo 9 – o uniforme terá o seu nome estampado, como forma de – através dele – prestar-se uma justa homenagem a todos os funcionários, nesses cem anos", disse o  presidente Antônio Luiz Neto ao site oficial do clube.

A diretoria coral, também, disponibilizará um ônibus – na sede – para os torcedores que querem ir ao cemitério de Santo Amaro, onde o corpo de Zezinho está sendo velado, e será sepultado ás 16h, desta sexta-feira.

Antônio Luiz Neto ainda decretou luto oficial de três dias nas no Arruda, em memória de Zezinho. Nesse período, a bandeira do clube estará hasteada a meio mastro.

Deixe um Comentário