Análise do primeiro tempo: Sport 1 x 0 Vitória da Conquista

Dentro de casa, na segunda partida da primeira fase da Copa do Brasil, o Sport recebe o Vitória da Conquista. Mas parece estar pensando no campeonato estadual. Porque, neste primeiro tempo de jogo, não se impôs e não foi bem. Especialmente no começo. No final da etapa, se acertou um pouco. Bastou isso para sair com a vitória parcial de 1 x 0, em pênalti cobrado por Marcos Aurélio.

O Leão apresentou problemas na partida. Muitos. Um deles foi a marcação: com três atacantes (já que Marcos Aurélio entrou na equipe), faltou pegada, especialmente no meio-de-campo. O flagrante desinteresse pelo duelo só fez agravar essa impressão. Os jogadores do Vitória da Conquista tiveram liberdade para jogar.

As principais chegadas da equipe visitante foram logo aos dois minutos. Duas chances consecutivas: na primeira Magrão, rebateu mal. Na segunda, na sequência do lance, o lateral esquerdo Raul, principal jogador do Vitória da Conquista, chutou na rede pelo lado de fora. A grande dificuldade dos baianos era a falta de qualidade.

O Sport também chegou algumas vezes. Melhorou aos poucos. Teve algumas oportunidades, especialmente quando o setor ofensivo conseguia trocar passes. Foi assim que chegou ao gol. A bola já ia entrar no gol, quando Marcos Aurélio recebeu no meio da área e chutou mascado. O lateral-direito Mica meteu a mão para impedir que a pelota entrasse. Pênalti e expulsão. O próprio camisa 10 do Leão bateu no canto direito de Alex, que foi no direito. Um a zero para o Rubro-Negro.

Deixe um Comentário