Sport e Flamengo estreiam na Série A com empate em 1×1


Foto: Guga Matos/JC Imagem

Sport e Flamengo empataram o jogo em 1×1, na noite deste sábado, na estreia da Série A do Campeonato Brasileiro. Bastante superior na maior parte do jogo, o Sport saiu na frente com Marquinhos Gabriel, mas não conseguiu segurar a vantagem e deixou o rubro-negro carioca empatar com Vágner Love. Quem esperava um jogão por parte do Flamengo terminou vendo o Leão criar as melhores chances de gol. Destaque no Mengão só mesmo o goleiro Paulo Vitor, que fez grandes defesas e impediu o time carioca de levar uma goleada logo no primeiro tempo. Ronaldinho estava apagado em campo, e Vágner Love também não fez um bom jogo, apesar do gol. Os dois foram bem marcados por Edcarlos e Bruno Aguiar. A postura do time de Joel Santana só mudou com a entrada de Deivid, que tornou o time bem mais ofensivo na etapa complementar.

Na próxima rodada, o Sport tem o desafio de encarar o Santos na Vila Belmiro, no domingo, já sob o comando do novo técnico, Vágner Mancini. Já o Flamengo enfrenta o Internacional no Engenhão, no próximo sábado.

No primeiro tempo de jogo, o Sport poderia, sem exagero, ter goleado o rubro-negro carioca. Foram pelo menos cinco boas chances de gol, contra apenas uma do time carioca. Os rubro-negros só não abriram o placar por causa da boa atuação do goleiro Paulo Vitor, sempre seguro e bem postado. Logo no começo da partida, os pernambucanos tiveram um gol invalidado. Após tabela de Felipe Azevedo e Thiaguinho, este último tocou na saída do goleiro, mas a arbitragem marcou impedimento.

O Sport teve a primeira grande chance aos 26 minutos, quando Moacir tocou pra Marquinhos Gabriel, que chutou forte. Paulo Vitor mandou a bola pra fora. Na cobrança do escanteio, Edcarlos cabeceou para baixo e também esbarrou no goleiro. Quatro minutos depois, o Sport saiu no contra-ataque. Thiaguinho chutou cruzado e rasteiro, para nova defesa de Paulo Vitor.

Aos 36 minutos, boa chance após escanteio cobrado por Edcarlos. Paulo Vitor tirou de soco. Em seguida Moacir passou pra Marquinhos Gabriel, que entrou na área carioca e bateu com a perna esquerda, mas Paulo Vitor mandou pra escanteio.

A melhor chance do Flamengo foi aos 42 minutos, quando Kléberson arriscou de fora da área, mas Magrão fez uma ótima defesa. Em seguida, Ronaldinho tocou para Kléberson dentro da área, mas Magrão segurou.

No intervalo, Joel Santana colocou Amaral no lugar de Rômulo, enquanto Gustavo Bueno manteve o mesmo time. Depois de tanto insistir, os rubro-negros abriram o placar aos 12 minutos. Moacir chutou cruzado, mas a bola bateu na zaga. Marquinhos Gabriel aproveitou o rebote e deu um bonito chute no ângulo, sem chance de defesa para Paulo Vitor, que só ficou olhando. Após o gol, o técnico Gustavo Bueno colocou Renê no lugar de Thiaguinho, e Diogo Oliveira no lugar de Naldinho (machucado). Mas o time melhorou mesmo foi com a  entrada de Deivid no lugar de Bottinelli.

Vágner Love ainda teve uma boa chance cara a cara com Magrão, mas terminou chutando por cima da barra. O Flamengo começou a pressionar cada vez mais e conseguiu igualar o placar aos 27 minutos. Kléberson aproveitou os espaços entre os zagueiros leoninos e mandou para Vágner Love, que tocou na saída de Magrão e garantiu o 1×1. Os cariocas passaram a ter mais posse de bola, mas o Sport continuou tendo as melhores oportunidades de gol. Após jogada de Renê, Moacir chutou, a bola desviou na zaga e bateu no travessão.

Muitos rubro-negros devem ter ficado decepcionados por não conseguirem a vitória num jogo em que dominaram o Flamengo, mas, sem dúvida, a torcida ficou satisfeita com o futebol jogado pelos rubro-negros. 

Ficha do jogo:

Sport: Magrão; Bruno Aguiar, Tobi e Edcarlos; Moacir, Rithely, Naldinho (Diogo Oliveira), Thiaguinho (Renê) e Rivaldo; Felipe Azevedo (Ruan) e Marquinhos Gabriel. Técnico: Gustavo Bueno (interino).

Flamengo: Paulo Victor; Léo Moura, Marcos González, Welinton e Magal; Rômulo (Amaral), Luiz Antônio, Kléberson e Bottinelli (Deivid); Ronaldinho Gaúcho e Vágner Love. Técnico: Joel Santana.

Gols: Marquinhos Gabriel (Sport) e Vágner Love (Flamengo)

Cartões amarelos: Edcarlos, Naldinho (Sport), Bottinelli e Wellington (Flamengo)

Local: Ilha do Retiro.

Arbitragem: Paulo César Oliveira (Fifa/SP), Marcelo Van Gasse (Fifa/SP) e Vicente Romano Neto (SP).

Público: 28.626

Renda: R$ 606.770

 

Deixe um Comentário