Marcelinho Paraíba é apontado como principal suspeito no caso de estupro

Do JC Online

O meia do Sport, Marcelinho Paraíba, está prestando depoimento sobre o possível caso de estupro, que teria acontecido durante a festa na granja do atleta , em Campina Grande, na Paraíba.  Segundo o delegado, Marcelinho é o principal suspeito.

Segundo informações do repórter Márcio Rangel, do Jornal Diário da Borborema, de Campina Grande, o caso aconteceu por volta das 4h. Marcelinho estava na festa com os dois amigos detidos, o delegado Rodrigo do Rego Pinheiro, titular da delegacia do distrito de São José da Mata, a irmã do delegado, de 31 anos, e outras pessoas. Durante um momento em que o delegado se afastou para pegar bebida, Marcelinho teria tentado beijar a irmã dele à força. Diante da negativa, teria puxado o cabelo da mulher.

Ao retornar e ver a cena, o delegado Rodrigo Pinheiro ficou revoltado e chamou reforço policial para prender Marcelinho Paraíba. Policiais militares e civis cercaram a casa para prender o jogador e seus amigos. Os três resistiram à prisão, tentando evitar a entrada dos policiais. Os PMs chegaram a disparar tiros de advertência para poder entrar na granja.

Neste intante, Marcelinho e os amigos prestam depoimento na Delegacia de Campina Grande ao delegado Fernando Antônio Zóccula. Segundo o advogado do jogador, Renato Diniz, o meia do Sport tentou, de fato, beijar a irmã do delegado, mas não houve agressão ou tentativa de estupro.

O delegado Rodrigo Pinheiro também aguarda para prestar depoimento. Segundo o repórter Márcio Rangel, o delegado está visivelmente embriagado e chegou a agredir fisica e moralmente o repórter Rodrigo Diniz, da TV Borborema.

Deixe um Comentário