Neymar posa de cueca para propaganda

Que Neymar é a nova mina de ouro do futebol brasileiro todos já sabem. Claro que isso vale também para o marketing. E entre dribles e gols, mesmo ainda não jogando tão bem na seleção brasileira como no Santos, o jovem vai fechando contratos de patrocínio, um após o outro, enriquecendo a sua conta bancária, com muitos mais zeros do que a grande maioria dos rapazes de sua idade no mundo.

Garoto-propaganda de Nike, Panasonic, Nextel, Red Bull e Tenys Pé Baruel, Neymar agora vestirá as meias e as cuecas da Lupo, sua nova patrocinadora. O atleta receberá R$ 4 milhões ao todo por um contrato de duração de quatro anos.

O detalhe é que ele não poderá utilizar meias esportivas, porque o contrato com a Nike exige exclusividade em tudo que envolver esportes. Ele só usará meias sociais.

A palavra meia, por sinal, serviu de trocadilho para a divulgação do acerto por parte da Lupo em seu site oficial. “Neymar agora é meia. E cueca também. Neymar agora é Lupo”, postou a empresa. Dias atrás, Neymar soltou a deixa, dizendo em seu Twitter: “agora sou meia”. 

Nota do blogueiro: Não acho injusto os jogadores receberem quantias astronômicas por publicidade. Mas temo que essas pequenas fortunas construídas cada vez mais cedo atrapalhem o desenvolvimento dos jogadores. Pelo famoso deslumbramento. Neymar, mesmo, ainda tem que ralar muito para se tornar realmente um jogador de classe mundial. É talento puro, mas precisa de acabamento. Difícil é manter a cabeça no lugar vivendo num mundo de sonhos.

Deixe um Comentário