Edigar Junio marca dois e Joinville bate o Náutico na Arena PE

Desta vez não deu para o Náutico segurar um dos quatro integrantes do G-4 da Série B. O Joinville controlou o jogo, foi melhor em campo e bateu o Timbu por 2×1, nesta terça-feira, na Arena PE, pela 23° rodada da Série B.  Não deu também para segurar o atacante Edigar Junio, autor dos dois gols do JEC. Sassá fez o tento alvirrubro. Esta foi a quarta derrota em casa, sendo três na Arena PE (Vasco, Boa Esporte e Joinville) e uma nos Aflitos (Avaí).

A equipe de Dado Cavalcanti não encontrou espaços na boa defesa adversária, dependeu muito do setor de criação mas a noite reservou outra má atuação dos meias Cañete e Vinícius. Com a vitória o time de Santa Catarina reassumiu a liderança da competição com 43 pontos aproveitando-se do tropeço do Avaí na Ressacada com o Sampaio Correa. Já o Náutico estacionou na sétima posição com 34 pontos. Na próxima rodada, o Timbu enfrenta o Vasco em São Januário, enquanto o JEC o Atlético-GO na Arena Joinville.

O jogo

O jogo começou com muita marcação das duas equipes. O JEC segurou atrás nos primeiros minutos e viu o Náutico ter a posse de bola. Mas o Timbu não transformou em chances de gol e tomou o gol na primeira investida do Joinville. Aos 10 minutos Edigar Junio aproveitou o mal posicionamento da defesa e abriu o placar.

Mas, a festa catarinense na Arena demorou pouco, dois minutos depois Sassá aproveitou o passe de Renato Chaves, entrou na área e tocou com tranquilidade no canto esquerdo de Ivan. Os dois times continuaram ofensivos e o jogo ficou emplgante com chances nos dois lados. Quando os donos da casa chegavam ao ataque, o JEC respondia com contra-ataques rápidos.

O Náutico também usou desta estratégia mas ninguém estava conseguindo ampliar o marcador, as defesas estavam bem postadas. Quando tudo indicava para um empate no primeiro tempo, eis que apareceu novamente o veloz Edigar Junio. Aos 44, ele usou de sua rapidez para se antecipar no escanteio e tocar de cabeça, sem chances para Júlio Cesar, que ficou parado no gol.

Na segunda etapa Dado Cavalcanti resolveu tirar aqueles que não foram bem em campo. Primeiro saiu Cañete, vaiado por parte da torcida. Marinho entrou e logo arrumou confusão em campo. Tudo porque o atacante teve a oportunidade de devolver a bola para o JEC mas preferiu chutar ao gol, para revolta dos catarinenses.

O árbitro amarelou Marinho por não ter obedecido o fair play. Quando o jogo recomeçou, Dado mexeu outra vez, Marcone saiu e o jovem Guilherme entrou.  Mesmo assim, o time não encontrou espaços, tentou jogar pelo meio, mas Anselmo e Washington, volantes do JEC, fecharam bem a defesa.

O técnico Hemerson Maria colocou o time ainda mais na retranca, tirou o lateral-direito Murilo e colocou Guti, mais forte na marcação que o camisa 2. Dado então mudou pela última vez, Vinícius saiu para a entrada de Bruno Furllan. Nenhum dos três que suplentes foram bem em campo, principalmente Marinho que teve tempo para tentar resolver a partida a favor do Alvirrubro.

Aos 44 minutos o goleiro Ivan foi atingido por Crislan. O camisa 1 caiu desacordado e o jogo ficou paralisado por três minutos. Quanto a bola voltou a rolar, o Náutico foi na base do abafa e não encontrou o gol.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO X JOINVILLE

Náutico: Júlio César; Rafael Cruz, William Alves, Renato Chaves e Roberto; Elicarlos, Marcone (Guilherme), Vinícius (Bruno Furllan) e Cañete (Marinho); Sassá e Crislan. Técnico: Dado Cavalcanti.

Joinville: Ivan; Murilo (Guti), Bruno Aguiar, Thiago Medeiros e Rogério; Anselmo, Washington, Everton e Marcelo Costa; Jael e Edigar Junio (Hugo). Técnico: Hemerson Maria.

Série B (23ª rodada). Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento – AL. Auxiliares: Pedro J Santos de Araujo e Otávio Correia de Araujo Neto (ambos de Alagoas). Cartões

amarelos: Náutico – Marinho ; Joinville – Murilo. Gols: Náutico – Sassá ( aos 12 minutos do primeiro tempo); JEC – (Edigar Junio, aos 10 e aos 44 minutos do primeiro tempo). Público: 8.653. Renda: R$  208.340

Sport: Régis deve ser liberado para transição no fim de semana

Foto: Ricardo Labastier/JC Imagem

Foto: Ricardo Labastier/JC Imagem

O meia Régis ainda vai ficar mais um tempo afastado no Sport. Se recuperando de lesão na coxa esquerda, o jogador só deve ser liberado para a transição no fim de semana. Segundo o médico Stemberg Vasconcelos, a expectativa é que ele comece os trabalhos no sábado.

“Ele fez exame de controle no sábado e tem melhora. Vai manter o tratamento esta semana e deve ser liberado no sábado para a transição”, explicou Stemberg.

Uma preocupação do médico é o tempo afastado de Régis, que se machucou no dia 20 de agosto na partida contra o Palmeiras, na Arena Pernambuco. “Foi um tempo muito longo”, destacou. Por isso, é provável que o atleta só volte a atuar de fato quando se recondicionar fisicamente.

Mancha mais tempo fora

Quem voltou a se lesionar foi o volante Rodrigo Mancha, que sentiu novamente a coxa direita. O jogador vai ficar cerca de 15 dias fora dos gramados. A última vez que Mancha jogou pelo Sport foi no dia 31 de maio, quando o Leão bateu o Vitória por 1×0. Curiosamente foi a última vitória rubro-negra longe do Recife na Série A.

Para manter bom aproveitamento em casa, Sport recebe o Internacional

Para manter o bom retrospecto dentro de casa, o Sport encara o Internacional nesta quarta-feira, às 21h, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. O Leão é o terceiro time com melhor rendimento como mandante na Série A – tem um aproveitamento de 76,7%, atrás de Cruzeiro e Grêmio. Na classificação do Brasileirão, a equipe rubro-negra é a sétima colocada com 31 pontos. A colorada é a terceira, com 37.

Sport ainda não venceu os times do G4

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Na verdade, o Leão sequer empatou com os quatro melhores colocados na tabela, marcando apenas dois gols. Apenas um desses jogos foi realizado em casa – contra o Corinthians, quando os rubro-negros perderam por 4×1, no dia 25 de maio.

>> Leia mais:

> Sport sofre quando enfrenta times do G4

> Régis deve ser liberado para transição no fim de semana

Quem pode decidir?

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Patric. O lateral-direito, agora com cinco gols marcados na Série A, é artilheiro do Sport na competição. Além disso, acumula boas recordações da Arena Pernambuco, onde já marcou cinco gols – sendo quatro pelo Brasileirão deste ano e um na Série B, ano passado, contra o ASA.

Fique de olho

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Neto Baiano. Depois de uma semana polêmica, o atacante está de volta à equipe titular. Na Série A, Neto marcou apenas quatro gols e entra em campo nesta quarta precisando mostrar serviço à torcida e ao técnico Eduardo Baptista.

O adversário

Para a partida desta quarta-feira, a equipe colorada ganha dois reforços: Fabrício, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no último domingo, e Gilberto, que não jogou por acordo contratual com o Botafogo. Por outro lado, o goleiro Muriel sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda e deve ficar 30 dias longe dos gramados. O zagueiro Wellington Silva é outro desfalque garantido, pois também se recupera de lesão.

Ficha Técnica: Sport x Internacional

Sport: Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rithely, Wendell, Ibson e Diego Souza; Neto Baiano e Felipe Azevedo. Técnico: Eduardo Baptista.

Internacional: Dida; Gilberto, Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Eduardo Sasha), Wellington, Aránguiz, Alex e D’Alessandro; Wellington Paulista. Técnico: Abel Braga.

Campeonato Brasileiro (22ª rodada – Série A). Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE). Quarta-feira (17), às 21h. Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR). Assistentes: Bruno Boschilia e Luiz Souza Santos Renesto (ambos do PR)

Santa Cruz: Wescley vai jogar contra o Luverdense

Foto: Acervo JC Imagem

Foto: Acervo JC Imagem

O meia do Santa Cruz Wescley vai poder atuar contra o Luverdense nesta terça a noite, pela Série B.

Ontem a noite o jogador havia sido punido com dois jogos de suspensão, já havia cumprido um contra o ABC, mas precisaria cumprir outro nesta terça no Mato Grosso.

O Santa Cruz conseguiu na justiça o efeito suspensivo e o atleta vai poder atuar.

“Conseguimos o efeito suspensivo e agora vamos aguardar a data do novo julgamento”, avisou o diretor jurídico do clube, Eduardo Lopes.

Novas promessas de melhorias para CT do Santa

Foto: Marina Padilha/Blog do Torcedor

Área interna do CT Ninho das Cobras. Foto: Marina Padilha/Blog do Torcedor

Ex-presidente do Santa Cruz, Rodolfo Aguiar dá nome ao novo centro de treinamento tricolor, localizado em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. Sem cargo no Santa Cruz desde 1995, o ex-dirigente não consegue cortar os laços com a gestão do clube: está ligado à compra do terreno onde vai ser construída a estrutura do CT Ninho das Cobras, no KM 12, em Aldeia, e contribui com as categorias de base.

>> Leia mais: Santa Cruz sem verba e sem previsão para início das obras no CT

Sobre a atual situação do terreno, Rodolfo Aguiar explica que o Santa Cruz comprou e registrou o imóvel. Depois disso foi construído o muro que ainda deve receber o acabamento externo para a colocação de anúncios publicitários. “A gente limpa rapidamente aquele mato, mas agora esperamos para passar a máquina e nivelar o terreno para poder construir os campos”, explicou.

Entrada do CT. Foto: Marina Padilha/Blog do Torcedor

Entrada do CT. Foto: Marina Padilha/Blog do Torcedor

O projeto, de acordo com o ex-dirigente, ainda não tem prazo definido, mas é uma das prioridades de Antonio Luiz Neto, caso o atual presidente seja eleito presidente da comissão patrimonial do Santa Cruz. “Além da construção da estrutura, vamos fazer uma reforma no Arruda e no CT Valdomiro Silva, que fica em Beberibe. Lá, quando a maré fica alta, a água do canal chega aos campos e não dá pra treinar”, disse Rodolfo Aguiar.

O CT Valdomiro Silva não é mais utilizado pelo futebol profissional do Santa Cruz por estar em condições precárias e, atualmente,  sedia uma escolinha de futebol. Tanto ALN como Rodolfo Aguiar garantiram que o deve ser revitalizado, mesmo com a construção do novo centro. Assim, ambos estariam aptos para receber as categorias de base e o time profissional do Tricolor.

Sport: Neto Baiano e Diego Souza querem mostrar serviço

Reportagem do programa Replay, da Tv Jornal

Empresário de Natan garante: “Não recebemos proposta do Sport”

Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo JC Imagem

Foto: Rodrigo Lôbo/Acervo JC Imagem

Com uma possível negociação entre Sport e Santa Cruz para a transferência do meia Ailton, surgiram rumores de que o Leão poderia estar interessado em fazer uma troca por um jogador tricolor. Entre os nomes apontados está o de Natan, que antes da parada para a Copa do Mundo já tinha despertado o interesse do clube rubro-negro.

>> Leia mais: Reviravolta: Sport quer emprestar Aílton ao Santa Cruz

Procurado pela reportagem do Blog do Torcedor, o empresário de Natan garantiu que não recebeu proposta do Sport e que não há interesse em trocar o clube. “Não recebemos nenhuma proposta recentemente, nem do Sport. Ficou decidido que o Natan continuaria no Santa Cruz até o fim do seu contrato, que vai até o fim de 2015. Por isso, não tem interesse em ir pra outro lugar”, garantiu o empresário Júlio Fressatto.

Náutico aposta na marcação contra o Joinville

Reportagem do programa Replay, da Tv Jornal

Página 1 de 6.77112345...102030...Última »