Leo Gamalho, o artilheiro oscilante

Foto: Edmar Melo/JC Imagem

Leo Gamalho nas redes, uma cena que não se repete há cinco partidas. Foto: Edmar Melo/JC Imagem

Depois do Campeonato Pernambucano, do qual saiu como maior artilheiro com 12 gols e a espantosa média de um gol por partida, a vida do atacante Leo Gamalho, do Santa Cruz, entrou num ciclo de fortes emoções. O jogador alterna momentos de Ibrahimovic – a torcida até o chama de Gamalhovic – com outros dignos de Fred na Copa 2014.

Hoje ele amarga uma maré baixa que já dura cinco partidas, quatro pela Série B e uma pela Copa do Brasil. Para sorte do camisa 9, seu jejum não está atrapalhando. Por absoluta coincidência, nesses cinco confrontos que o Santa Cruz não tomou gols, Gamalho marcou apenas uma vez, justamente no marco inicial desta escrita, a vitória sobre o América-RN.

A última vez que Leo Gamalho ‘vitimou’ alguém foi no dia 6 de agosto. No jogo de ida contra o Santa Rita, pela Copa do Brasil ele marcou os dois do Santa na derrota por 3×2. Foi o fim de um período de alta produtividade. Num intervalo de quatro jogos que havia começado no dia 23 de julho, ele marcou seis vezes. Além dos dois já citados, ele marcou duas vezes contra o Botafogo da Paraíba, também pela Copa do Brasil, na derrota para o Ceará (3×2), no Arruda e o América de Natal.

Antes disso, ele encarou seu mais longo período sem ir para a galera. Foram longas nove partidas em branco, com a diferença de que os gols fizeram falta. Foram seis empates, duas vitórias e uma derrota. Foi logo na largada da Série B, quando o Santa empatou sete vezes.

OS MOTIVOS
Leo Gamalho tem um faro de gols como poucos, mas tem uma característica que pode atrapalhar se o sistema de jogo não estiver bem encaixado pelo restante do time. Ele não tem a explosão de um Betinho, por exemplo, e isso dificulta quando é preciso acelerar o jogo ou confundir a marcação com movimentos rápidos.

Tomemos como exemplo o jogo mais recente, com o Atlético-GO. O Santa entrou em campo com dois meias e um segundo atacante de velocidade, Keno. Usando bem a passagem dos laterais, principalmente Renatinho, e os volantes, a troca de posições era quase ininterrupta. Os goianos não conseguiam ‘achar’ os tricolores em campo. Gamalho não conseguiu acompanhar a velocidade dos companheiros e embora não tenha fugido do jogo não teve grandes oportunidades.

Para o jejum terminar, caberá ao técnico delimitar o espaço de atuação para que seu camisa 9 volte a ficar mais dentro da área, deixando a missão de confundir a defesa rival para os jogadores que tem a velocidade como principal característica.

Santa Cruz ainda aguarda data da partida contra o Bragantino

O primeiro turno da Série B acabou para todas as equipes da competição menos para Santa Cruz e Bragantino. A partida entre as duas equipes estava marcada para o dia 16 de agosto, mas foi adiada por não haver intervalo regulamentar para o jogo do Tricolor com o Santa Rita, pela Copa do Brasil. Até este momento, a Confederação Brasileira de Futebol não marcou a nova data.

“A CBF não confirmou nada ainda para a gente. Estamos aguardando”, disse o diretor coral, Jomar Rocha ao Blog do Torcedor.

A tendência é que a CBF espere o desenrolar da campanha do Bragantino na Copa do Brasil. Os paulistas se classificaram e enfrentam o Corinthians. Venceram por 1×0 o primeiro jogo.

André Campos é contra processo de eleição da FPF

 Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O ex presidente do Náutico, André Campos, se mostrou contrário ao processo de eleição da FPF, que vai ser realizada no próximo dia 22.

André estava participando de um grupo de oposição, planejando possíveis candidaturas para a eleição que seria realizada somente no próximo ano.

“Surpreendeu a todos essa antecipação da eleição. Eu esperava essa eleição apenas daqui a um ano. Sou contra essa antecipação. Do ponto de vista democrático não é nada bom. Não dá chance a possíveis chapas de oposição”

Questionado se tem interesse em ser possível candidato a presidente da FPF, André Campos, avisou:

“Ficamos de discutir essa possibilidade. É uma coisa interessante, mas não chegamos a decidir. Hoje estou com cabeça na eleição a deputado estadual. Mas caso a eleição da FPF seja suspensa para o próximo ano, vamos discutir melhor. Mas sou contra essa antecipação e o pessoal está resolvendo essa questão jurídica”

LEIA MAIS:

Fred Oliveira conta com André Campos no grupo de oposição a FPF  

Sport: Ibson prega respeito ao Vitória

Foto: Matheus Albino - Blog do Torcedor

Foto: Matheus Albino – Blog do Torcedor

“As aparências enganam”. É assim que o Sport enxerga o adversário desta quarta-feira no Barradão pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana, o Vitória-BA. O time baiano vive situação complicada no Brasileirão, onde ocupa a lanterna com apenas 15 pontos e perdeu em casa para o Flamengo na última rodada.

Ainda sim o técnico Ney Franco não trata a competição continental como prioridade, e mesmo assim o time conseguiu vencer o Sport em plena Ilha do Retiro. Por isso, Ibson, provável titular, pediu ao time para não se basear no momento ruim do adversário. “Acho que é até mais difícil enfrentar o Vitória nessa situação. Será um jogo muito difícil contra um time que vem de derrota para o Flamengo e vão querer buscar motivação vencendo na Sul-Americana”, afirmou.

Assim como Eduardo Baptista, Ibson pediu tranquilidade aos companheiros para buscar a vitória e que não podem pensar no segundo gol, antes de marcar o primeiro. “Temos que buscar a vitória mas sem pensar em marcar logo o segundo gol. O pensamento é de fazer o primeiro e ter tranquilidade. A gente vem de uma resultado positivo e queremos muito essa classificação”, comentou.

Diego Souza pode ficar afastado cerca de 15 dias no Sport

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O meia Diego Souza vai ficar afastado dos gramados cerca de 15 dias no Sport. Segundo o médico Antônio Bezerra, o exame de imagem do jogador foi divulgado nesta terça-feira e confirmou o que era esperado: estiramento na coxa direita.

“Ele vai precisar de uns dez dias de repouso e possivelmente de mais cinco para voltar aos gramados. Posso dizer que vai ficar 15 dias afastado”, disse Antônio Bezerra.

O médico ainda descartou que a entrada do jogador tenha ocorrido de maneira precipitada. De acordo com ele, tudo foi de maneira planejada. “O Diego foi entrando nos jogos e tinha condições”.

Outro lesionados

Antônio Bezerra também falou da condição de outros atletas lesionados no Sport. O volante Rodrigo Mancha deve retornar aos trabalhos normais na próxima segunda-feira, enquanto que o atacante Leonardo, o meia Régis e o zagueiro Ewerton Páscoa precisam de um tempo maior. Régis e Leonardo necessitam de mais uma semana, enquanto Páscoa mais uns dez dias.

Santa Cruz- A relação do atacante Pingo com a capoeira

Reportagem do programa Replay, da Tv Jornal

Fred Oliveira conta com André Campos no grupo de oposição a FPF

O grupo de oposição vai tentar nesta semana suspender a eleição da FPF marcada para o dia 22 de setembro.

Fred Oliveira, ex-presidente da FPF, está liderando esse processo e explicou que acionou advogados para nesta semana acionar a justiça na tentativa de suspender a eleição.

“Essa eleição foi feita para ninguém se articular para a disputa. O edital foi publicado no dia da morte de Eduardo Campos, tudo para evitar uma possível chapa de oposição. As coisas não funcionam dessa maneira escondida e com esse tipo de postura”, disse Fred.

Fred Oliveira também contou que várias pessoas estão o procurando para apoiar um possível grupo de oposição, entre elas, o ex-presidente do Náutico, André Campos.

“André Campos também está junto com a gente. Tem muita gente que não está satisfeita com esse processo, inclusive vários representantes de clubes”.

O Blog do Torcedor entrou em contato com André Campos, mas ele não atendeu as ligações.

As chapas de oposição tem até o dia 12 de setembro para fazer o registro.

O atual presidente Evandro Carvalho concorre a reeleição.

 

 

Em carta, Milton Bivar tenta explicar polêmica do CT

O ex presidente do Sport. Milton Bivar, resolveu enviar um esclarecimento à torcida do Sport sobre a polêmica do CT do clube, acompanhada nos detalhes pelo Blog do Torcedor.  Abaixo, o torcedor pode conferir o texto enviado.

 

Após se passarem exatos 6 anos da compra do CT (Centro de Treinamento) José de Andrade Médicis, adquirido com muito sacrifício por nosso grupo em 2008 na minha gestão como presidente do Sport Club do Recife, vejo esta aquisição, que reputo como a maior dos últimos tempos feita por um presidente do clube, entrar em polêmica através de jornais e rádios.

Tal fato me deixa ainda mais chateado, pois entendo que todo e qualquer assunto de interesse de nosso clube deva ser tratado em foro apropriado, que é o Conselho Deliberativo, instância máxima do clube. Como está sendo tratado, deixa transparecer um certo cunho político com uma dosagem de populismo.

A forma como esta aquisição foi feita contou com a ajuda da Associação Amigos do Sport, da qual fazem parte 12 colaboradores, dentre eles alguns ex-presidentes, vice-presidentes e diretores do clube, que emprestaram seus nomes, inicialmente para podermos tocar a ampliação de nosso estádio e posteriormente a aquisição do CT.

A compra e posterior arrendamento do CT, foi feita com a maior lisura, dentro da lei, com a colaboração profissional de advogados conhecedores da matéria, com competência e saber jurídico reconhecidos por todos no meio jurídico. Falo dos doutores Roberto Veiga e Renato Rocha, que representaram as partes envolvidas.

Esclareço alguns detalhes deste processo:

O Sport detém a posse total do imóvel por 180 anos, podendo fazer benfeitorias que serão revertidas totalmente a seu patrimônio, tendo ao final a opção de passar para o seu nome mediante pagamento de valor residual irrisório;

Está vetado a qualquer membro da associação, e a mesma, o direito de herança;

Se a associação se dissolver por qualquer motivo, até mesmo pelo falecimento de todos os seus membros, o que de fato irá acontecer ao longo desses 180 anos, o CT passa automaticamente para o nome do Sport;

O aluguel pago fruto do arrendamento é de valor irrisório, quase que simbólico;

Ao contrário do que falam as “más línguas”, o CT foi comprado com um sinal inicial e uma parcela final, através de um cheque visado, e não como apregoam alguns inconsequentes, de mau caráter, que não tem amor ao clube, com um cheque endossado.

Entretanto, o Sport tem hoje um grupo de advogados e juristas capacitados, que podem modificar essa situação atual, dando as mesmas garantias e blindagem que hora temos. Como todos sabem, a forma que utilizamos à época, era a única saída possível para realizarmos o sonho de adquirir nosso próprio CT, projetá-lo com ajuda do renomado arquiteto J.A Hawatt e iniciar as obras, sem correr o risco de tê-lo penhorado por dívidas passadas.

É sabido por todos o ocorrido com o Ginásio Marcelino Lopes no “Caso Leão”, que após penhora, não foi vendido por não encontrar compradores – desestimulados por não terem acesso ao bem, incrustado em nossa área. Tal característica não tem o nosso CT, que fica isolado em Paratibe, área de fácil venda por parte de quem o adquira através de uma penhora.

Todo esse receio deve-se há algumas poucas administrações irresponsáveis que tivemos, obra de alguns ex-presidentes, que um dia poderão voltar. Aproveito para sugerir que seja feita uma modificação em nossos estatutos, que permitam responsabilizar futuros presidentes e suas administrações irresponsáveis, levando-os a responder civilmente pelos seus atos, inclusive com seu patrimônio pessoal.
Estou certo de que nosso Conselho Deliberativo saberá dar, se não a melhor solução, a que traga maior segurança ao nosso patrimônio, fruto de muito sacrifício.

Espero que se encerre todo tipo de polêmica sobre nossa administração, que foi responsável pelo maior crescimento patrimonial do clube nos últimos tempos, com a aquisição do próprio CT, a Loja Oficial do Sport, O campo de Futebol Society, a área de Igarassu, o sistema de monitoramento de câmeras do estádio, as cadeiras instaladas nas sociais e na curva da sede, os ônibus novos, o site oficial, as obras de manutenção no estádio, ginásios, hotel e concentração. Tudo isto aliado a atos administrativos, tais como, o estancamento de ações trabalhistas (sem um novo caso sequer). Também em nossa gestão demos início a todos os acertos e parcelamentos fiscais através da Timemania.

No plano dos esportes tivemos as maiores conquistas no amadorismo, acima da média, fomos tricampeões no estadual, Vice-campeão Brasileiro de Juniores (revelando vários atletas), Campeão da Copa do Brasil, e em consequência, tivemos a maior participação da história de nosso clube numa Libertadores.        

MILTON BIVAR

LEIA MAIS: 

Martorelli diz que Sport pagou pelo CT e tem que assumir o terreno             

Página 1 de 6.73512345...102030...Última »