Sport – Eduardo Baptista ainda quer mais um atacante

eduardo forum blog

Em entrevista ao programa Fórum Esportivo da Rádio Jornal, o técnico do Sport, Eduardo Baptista deixou claro que ainda quer a contratação de um atacante.

“A gente segue atrás de um atacante de lado, que jogue mais pela beiradas, continuamos procurando. Se aparecer com qualidade e caso venha já pra jogar, vamos buscar sim”, disse o treinador.

O técnico anda com dor de cabeça também no meio campo. Com as contusões de Régis e Diego Souza e a má fase de Zé Mário, está difícil encontrar uma peça para o setor.

“O grande problema é que não temos quem contratar. Diego e Régis fazem essa função, temos que esperar e acelerar essa recuperação. Por enquanto o Felipe em parte supre essa necessidade. Esse setor é muito difícil se contratar”, explicou.

Santa Cruz: 11 meses depois, Ramirez está bem perto de voltar a jogar

ramirez-470 blog

Desde o dia 6 de outubro do ano passado já se vão quase 11 meses. É esse o tempo de separação entre o volante Ramirez e um jogo de futebol. Naquele fatídico confronto com o Brasiliense, pela Série C, o jogador rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo, lesão que ele sofrera duas vezes na mesma articulação da perna direita. Há um mês ele já trabalha normalmente com os jogadores do Santa Cruz e ninguém se surpreenda se ele aparecer no banco de reservas no próximo sábado (6), diante do ABC, em Natal.

Pouco afeito a entrevistas, Ramirez falou sobre sua recuperação nesta segunda (1) e a chance de voltar a atuar. Ele agradeceu o apoio do Santa Cruz e do técnico Sérgio Guedes. “Foi uma luta muito grande porque o Santa Cruz está recheado de volantes de qualidade. Quero agradecer porque é muito complicado pagar e recuperar um jogador como eles fizeram”, disse.

Segundo ele, no período de incerteza, quando seu contrato terminou em maio, ele não pediu para renovar. Queria apenas continuar no clube para finalizar o tratamento e depois seguir sua vida. “Eu falei que não precisava renovar meu contrato. Só queria terminar o tratamento e sair totalmente recuperado”, explicou.

Para ele, a pior fase já passou. E não era a dor nem a reincidência do drama. Era ver os companheiros poder fazer o que ele ainda iria demorar. “O pior é ver seus amigos colocando a roupa para trabalhar e você não poder ajudar”.

O fisiologista Clóvis Calado comentou que a recuperação de Ramirez foi um pouco mais longa porque o departamento médico optou por estender o período de reforço muscular. O motivo, óbvio, era o histórico de contusões. “Preferimos reforçar mais a perna para que ele pudesse fazer bem todos os trabalhos posteriores como está fazendo hoje. Ele já tem condições de jogar há mais de um mês”, apontou.

CONTUSÕES – Por falar em contusões, a reapresentação do grupo que venceu o Atlético-GO na última sexta-feira teve boas notícias para o atacante Keno e o volante Everton. Ambos queixaram-se de pancadas tomadas mas já estão recuperados. A expectativa para a semana é o meia Carlos Alberto, que não jogou por causa de dores musculares. Nesta segunda (1) ele fez trabalhos na academia. O jogador deve ser o substituto de Wescley, suspenso pela expulsão.

 

Sport vence por dois gols de diferença pela primeira vez

 Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

A vitória por 2 x 0 sobre o Criciúma trouxe marcas importantes para o Sport.

Primeiro, o fim do jejum de Neto Baiano, que não balançava as redes desde o dia 16/07.

LEIA MAIS:  Neto Baiano defende o técnico e pede vaias só pra si

Depois, o fato de não sofrer gols, o que não acontecia desde o dia 20 de Julho, no empate em 0 x 0 com o Goiás.

LEIA MAIS: Sport sem sofrer gols? Fazia tempo!

Além disso, foi a primeira vez em toda a Série A que o time conseguiu vencer por dois gols de diferença.

O ataque rubro-negro tem deixado a desejar na competição.

São apenas 16 gols marcados em 18 jogos.

 

Náutico acerta com atacante do Atlético-PR. Volante do Corinthians foi oferecido

Imagem de Bruno Furlan. Foto: assessoria de imprensa do Náutico

Imagem de Bruno Furlan. Foto: assessoria de imprensa do Náutico

O Náutico acertou com o atacante Bruno Furlan, 22 anos, revelado pelo Atlético-PR, clube no qual o Náutico tirou o também atacante Crislan nesta temporada. O jogador chega por empréstimo até o final da Série B. O nome de Bruno deve aparecer no BID nos próximos dias e ele poderá até ir para o jogo contra o Bragantino no próximo sábado.

Bruno jogou praicamente toda a carreira no clube paranaense. O único clube que defendeu além do Atlético foi o Dínamo Misk da Bielorrússia. Bruno participou do treino desta segunda-feira à tarde com os demais jogadores.  Ele é a 47° contratação do Timbu nesta temporada. Atualmente, o elenco conta com Tadeu, Sassá, Marinho, Crislan e Renato para o setor ofensivo. A diretoria ainda busca mais um centroavante para fazer sombra a Tadeu que não vive um bom momento e vem sendo alvo de criticas por parte da torcida.

Quem também foi oferecido ao Timbu foi o volante Willian Arão, revelado pelo Corinthians mas que estava na Chapecoense-SC.No entanto as conversas com o volante não evoluíram e o jogador permanece no clube paulista que tenta negociá-lo com outra equipe. Willian tem como características a marcação e o passe e, se acertasse, chegaria para concorrer com Elicarlos e João Ananias no posto de primeiro volante.

Ficha técnica

Nome: Bruno de Oliveira Furlan. Idade: 22 anos.  Altura: 1,75m. Posição: atacante. Clubes: Atlético-PR, Dinamo Misk

Técnico do Sport defende Zé Mário, mas números do jogador depõem contra

zemario-sport
Foto: JC Imagem

A bronca do do torcedor do Sport com o meia Zé Mário atingiu o ápice no jogo de domingo (31/8) contra o Criciúma. Escolhido para substituir Diego Souza, machucado aos nove minutos de partida, o camisa 31 não só ouviu uma vaia quase generalizada como, indiretamente, fez o técnico Eduardo Baptista também ouvir sua cota de reclamações. Essa ‘pré-chiadeira’ aborreceu o treinador que, mesmo assim, reconheceu a má jornada de seu jogador, tirando-o durante o intervalo. Coincidência ou não, a saída de Zé e a entrada de Patric deram novo fôlego aos leoninos no segundo tempo, quando chegaram à vitória por 2×0.

Quando questionado sobre o ex-jogador do Náutico, Eduardo lembrou que Zé Mário ainda é jovem – tem 22 anos – e a torcida sequer o deixou entrar em campo para começar a vaiar. “Como todo jovem é preciso ter paciência, a pressão nele é muito grande”, apontou. Em plena maré vazante, Eduardo reiterou confiança no jogador e avisou que não vai desistir dele. “Vi ele jogar um grande futebol contra mim (no Pernambucano e Nordestão) e é esse futebol que quero resgastar”, avisou.

O meia apareceu em nove oportunidades e alguns números mostram que à medida que o tempo passou o rendimento dele realmente caiu. A primeira investida de Zé Mário foi na vitória sobre o Bahia por 1×0. Ele acertou 21 passes e errou apenas um, de acordo com levantamento do Footstats. No segu segundo jogo, contra o Botafogo, foram 23 acertos e novamente um erro.

No empate com o Goiás outros 21 passes certos, embora ele tenha desperdiçado a melhor oportunidade de gol do time num contra-ataque. A partir do jogo com o Atlético Mineiro, o volume dele despencou. Com o Galo foram apenas nove passes, oito certos e um errado. A quantidade nunca superou os 14 e contra o Criciúma foram apenas nove, a segunda pior. Se os passes mostram queda. A ‘regularidade’ de finalizações é praticamente negativa. Ele acertou o gol dos rivais apenas uma vez e errou oito. Os cruzamentos seguem a mesma linha. Foram três certos nada menos que 13 errados.

A participação defensiva também dá mais munição aos detratores. Foram apenas oito desarmes nos nove jogos. No último confronto ele tentou tirar a bola do adversário apenas uma vez. E errou.

O único fundamento em que o atleta apresenta números um pouco mais animadores é o drible. Se o volume é baixo, apenas cinco nas nove aparições, ao menos ele acertou mais que errou: 3×1.

Náutico: Júlio Cesar faz avaliação negativa do primeiro turno da Série B

Foto: Matheus Albino - Blog do Torcedor

Foto: Matheus Albino – Blog do Torcedor

O Náutico terminou o primeiro turno da Série B na décima colocação com 27 pontos somados nos 19 jogos que disputou. No início da competição a expectativa era de terminar a primeira parte nas primeiras posições mas o time teve sérios problemas e por pouco não virou o turno na parte de baixo da tabela.

Para o goleiro Julio Cesar o rendimento poderia ter sido melhor e o time deveria estar na parte de cima, mas as coisas começaram a melhorar apenas com a chegada de Dado Cavalcanti, há apenas quatro rodadas atrás.

“Se olhar pela tabela foi negativa, temos time para estar na parte de cima, mas pelos últimos jogos a esperança é que o segundo turno seja diferente”, afirmou. “Vamos brigar para subir e trabalhar para que o segundo turno seja melhor”, comentou. O goleiro também destacou aonde o time não pode falhar no segundo turno.

Não perder pontos em casa será o primeiro objetivo. No primeiro turno, o Náutico foi derrotado em três jogos dentro de casa (Vasco, Avaí – Aflitos e Boa Esporte). Se tivesse vencido duas dessas três, estaria com a mesma pontuação que o América-MG, terceiro colocado.

“O mais importante é não vacilar dentro de casa, não podemos perder pontos bobos. Temos que manter uma regularidade na Arena (PE) e buscar pontos fora, assim poderemos brigar pelo acesso”, ressaltou. O próximo jogo do Náutico será no sábado contra o Bragantino-SP na Arena PE. O time de Bragança Paulista terá o Corinthians no meio de semana pela Copa do Brasil.

Confira os gols de Ponte Preta 2 x 0 Náutico

Exibido no programa Replay, da Tv Jornal

Os melhores momentos de Santa Cruz 2 x 0 Atlético/GO

Reportagem do programa Replay, da Tv Jornal

Página 1 de 6.73212345...102030...Última »