Jogadores com muitos donos atrapalham negociações do Santa Cruz

Foto: Acervo/JC Imagem

Foto: Acervo/JC Imagem

A dificuldade em saber quem é o verdadeiro ‘dono’ de jogador de futebol hoje em dia está complicando as contratações do Santa Cruz. Pelo menos foi essa a alegação do vice-presidente do clube, Constantino Júnior. Ele diz que com muita gente mandando a dificuldade em definir um destino para o atleta aumenta exponencialmente.

“Muitos jogadores que estamos contactando ainda têm vínculo com seus clubes e quando eles sabem até dificultam as negociações. Fora que hoje os atletas estão muito fatiados, são cinco até seis investidores. Um quer mandar para um lugar outro para outro”, alegou.

Mesmo assim, ele afirma que algumas conversas já estão nas vias finais, ou seja, bem perto da assinatura de contrato. Mesmo assim ele prefere não estipular nenhum prazo para anunciar.

“Alguns estão em situação de fechamento de contrato. São nomes que vêm para agregar qualidade. Não podemos prometer nomes de peso, mas que venham para ajudar, trazer qualidade e formar uma equipe forte”, pontuou.

Mudança de cenário atrapalha contratações do Sport, explica dirigente

Diego Souza (E) e Ibson (D). Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Diego Souza (E) e Ibson (D) chegaram com status de medalhões em 2014. Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

O vice-presidente de futebol do Sport, Arnaldo Barros, explicou que a dificuldade para o clube contratar deve-se a uma mudança de cenário econômico nos clubes brasileiros neste final de temporada. Segundo ele, a saída de patrocinadores fortes têm reduzido a capacidade de investimento de algumas agremiações e, com isso, o mercado ainda está numa posição de aguardar o que pode acontecer.

Sem capacidade de investir para suprir a saída dos atletas, os clubes seguram seus jogadores o máximo que podem. “Estamos assistindo a uma situação diferente. Agora os grandes clubes estão perdendo patrocinadores e, com isso, a capacidade de invedstir em grandes nomes. Assim estão em busca de atletas de qualidade mas que ainda não são estrelas é justamente esse o mercado do Sport”, pontuou.

Arnaldo garantiu que os rubro-negros não vão atrás de medalhões mas sim jogadores de qualidade e que se mostrem comprometidos em trabalhar e fazer seu nome no Sport para ganhar o cenário nacional. “Esse tipo de jogar ou é assimilado pelo clube que está ou serve como barganha para outras negociações”, explicou.

Náutico confirma a contratação do atacante Josimar

Foto: Matheus Albino - Blog do Torcedor

Foto: Matheus Albino – Blog do Torcedor

O Náutico anunciou a primeira contratação para a temporada 2015. O atacante Josimar, que já era especulado desde a semana passada, assinou contrato e vai defender o timbu, assim como o meia Jefferson Renan. O primeiro vem do Atlético de Goiás. O segundo foi formado e defendeu o Porto até a Série D deste ano.

“Jefferson já estamos acompanhando desde a formação. É um jogador promissor que vai se apresentar no dia 3 e integrar o grupo de trabalho para a próxima temporada”, disse Kila. Josimar tem 27 anos, 1,83 e 82 kg.

Atacante está na mira do Timbu. Foto: site oficial do Atlético-GO

Atacante defendeu o Atlético-GO na Série B. Foto: site oficial do Atlético-GO

Sobre o meia Vander, que poderia vir do Vitória-BA dentro da negociação com o atacante Rogério, o dirigente limitou-se a informar que está acordado que o clube baiano vai apresentar jogadores para o timbu. “Estamos discutindo valores. Pode ser o Vander mas estamos longe de um acordo”, pontuou.

A respeito da Supercopa do Maranhão, que os alvirrubros vão disputar entre os dias 21 e 25 de julho, Kila explicou que o ideal seria fazer amistosos com equipes menores que Sampaio Corrêa e Moto Club – o terceiro adversário pode ser o Bahia. Mas o aspecto financeiro pesou. A premiação para o campeão é de R$ 100 mil. O segundo recebe R$ 80 mil e o terceiro e quarto lugares, R$ 60 mil.

Jogadores elegem Marcelo de Lima Henrique o pior árbitro do Brasileirão

Foto: Divulgação/FPF

Foto: Divulgação/FPF

Com informações do UOL Esporte

Contratado para substituir Sandro Meira Ricci, que transferiu-se para a Federação de Santa Catarina, o árbitro Marcelo de Lima Henrique não chega com boas credenciais a Pernambuco. Em enquete feita pelo UOl Esporte com 108 jogadores que disputaram o Brasileirão, o carioca é o árbitro que menos agrada os atletas.

Ele recebeu 19,44% dos votos, deixando para trás o catarinense Heber Roberto Lopes e Wilton Pereira Sampaio, de Goiás. A pesquisa ouviu jogadores de Botafogo, Atlético-MG, Atlético-PR, Chapecoense, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco. O preferido dos boleiros é o gaúcho Leandro Pedro Vuaden.

Marcelo estreou no Campeonato Pernambucano no último dia 14 comandando o empate por 2×2 entre Pesqueira e Porto. Apesar de nenhuma crítica ter sido feita ao seu trabalho, ele conviveu com algo inusitado: aos 46 minutos do segundo tempo, quando o Pesqueira empatou um martelo foi arremessado na direção do assistente Marlo Rafael Oliveira. Felizmente o objeto não atingiu o alvo.

Marcelo tem o reforço de outra ‘importação': a assistente catarinense Fernanda Colombo veio este ano para reforçar o quadro local depois de ser retirada da federação de seu estado por conta de erros em jogos.

Del Bosque se diz animado para 2015 após ano ruim da Espanha

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Da Folhapress

Mesmo com a eliminação surpreendente na primeira fase da Copa do Mundo e na segunda colocação das eliminatórias da Eurocopa-2016 após uma derrota para a Eslováquia, o técnico da seleção da Espanha, Vicente del Bosque, 64, diz estar animado para a próxima temporada. “Tivemos um período necessário de reflexão depois da Copa do Mundo, e nós e a federação estamos na mesma página”, disse Del Bosque no site oficial da seleção espanhola.

“Decidimos continuar juntos e estou me sentindo animado e cheio de desejo para cumprir minhas responsabilidades. Não somos um fardo para a seleção nacional, mas estamos tentando criar uma nova equipe para competir no mesmo nível que competíamos antes”, acrescentou o treinador, que quase pediu demissão após a eliminação na Copa do Mundo.

A eliminação da Espanha na primeira fase do Mundial foi o nocaute mais rápido já sofrido por um campeão mundial de futebol desde 1950. Desde 1950, nunca um campeão havia sido eliminado já na segunda partida da Copa do Mundo seguinte. Depois da primeira Copa no Brasil, outras equipes que tombaram na primeira fase ao defender um título mundial pelo menos resistiram um pouco mais do que os espanhóis, caindo apenas na terceira partida –foi o caso do Brasil em 1966, da França em 2002 e da Itália em 2010.

O próximo jogo oficial da seleção espanhola está marcado para o dia 27 de março, quando enfrenta a Ucrânia. Espanhóis e ucranianos somam nove pontos, enquanto a Eslováquia é a líder do Grupo C com 12 pontos. Os dois primeiros colocados de cada chave garantem vaga direta na Eurocopa-2016, que será disputada na França. O melhor terceiro também garante classificação. Os oito piores terceiros colocados vão disputar a repescagem.

Demora não preocupa diretoria rubro-negra

Arnaldo Barros não confia que tal iniciativa tenha vindo do Flamengo. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Do Jornal do Commercio

Apesar da demora em anunciar as primeiras contratações para a temporada 2015, a diretoria do Sport não se mostra ansiosa. Nem preocupada. Diz já ter uma base para começar o próximo ano e que espera poder divulgar alguns nomes até sexta-feira.

“Ainda não recebemos o retorno desses atletas ou de seus empresários, mas acredito que até sexta-feira deveremos anunciar”, afirmou o vice-presidente eleito Arnaldo Barros, que acumula a função de vice de futebol. “Mas é aquela história… estávamos esperando para a semana passada, depois ficou para segunda-feira e ainda não conseguimos este retorno, embora todos estejam apalavrados”, completou.

Arnaldo Barros disse ainda que recebeu, ontem, novas propostas. Mas que não vai mudar o planejamento. “Houve novas ofertas, algumas interessantes. Mas vamos focar no nosso planejamento. Não podemos mudar nosso foco, tentar agora um plus e deixar o básico. Isso atrapalha.”

Em relação ao amistoso internacional que abrirá a temporada, Arnaldo confirmou que será no dia 25 de janeiro. E que será o único grande teste antes da estreia do Leão no Campeonato Pernambucano, no dia 1º de fevereiro, contra o Santa Cruz. No dia 4, o time começa a disputa do Nordestão, contra o Sampaio Corrêa, em São Luís. O adversário deve sair até sexta.

DIEGO SOUZA
Apesar da demora em concretizar a renovação do meio-campista Diego Souza, Arnaldo Barros procurou tranquilizar a torcida. Afirmou que o contrato só não foi assinado ainda por conta da burocracia que envolve uma negociação internacional.

“O contrato de Diego Souza é internacional e temos que fazer várias traduções. Fazemos em português e traduzimos para o ucraniano e a volta deles é a mesma coisa”, destacou o dirigente. “Entre nós e o atleta já está tudo certo. Nós queremos continuar com ele, e ele também quer ficar”, acrescentou.

Pressão aumenta no Náutico

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Júlio César é o único que renovou contrato com o Náutico. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Do Jornal do Commercio

No Náutico, a falta de dinheiro tem sido o principal entrave para a renovação e contratação de jogadores. Só que nas últimas semanas uma enxurrada de confusões nos bastidores tem contribuído sistematicamente para atrapalhar o andamento das negociações para 2015. Tanto que até quase um mês após o término da Série B, só o goleiro Júlio César renovou.

“Fica um pouco difícil porque à medida que o clube está exposto na mídia de uma forma negativa, isso dificulta as conversas com os jogadores. Outro problema é não ter como conseguir receitas e saldar os compromissos. O fim do ano está se aproximando e estamos com dificuldades de organizar o time”, disse o vice-presidente de futebol José Barbosa.

Com exceção do capitão Júlio César, não houve acerto com todos os outros jogadores tidos como prioridades. Ontem, dois deles confirmaram outro destino no próximo ano.

Destaque em 2014, Vinícius, camisa 10 do Náutico, assinou com o Fluminense. A diretoria chegou a abrir negociação para adquirir 50% de seus direitos federativos, mas não conseguiu competir com clubes de mais investimentos. No Timbu, o meia atuou em 37 partidas ao longo da temporada e marcou três gols.

Outro a definir o futuro foi Marinho, que deixou o clube insatisfeito com os atrasos salariais – não recebeu três meses de carteira e imagem, além das férias e do 13º. Assim como o ex-técnico Dado Cavalcanti, o atacante trocou o Timbu pelo Ceará. Por sinal, foi o ex-treinador alvirrubro quem pediu a sua contratação. “Obrigado senhor por tudo que tens me dado. Nova casa, nova história, tudo novo”, disse o jogador na rede social Instagram.

Ao contrário de Vinícius, Marinho teve um ano instável, com mais passagens no Departamento Médico que nos gramados. Ao todo, foram seis lesões musculares e outras tantas dores. Das 62 partidas da temporada, o atacante jogou 24, com dois gols (um no Estadual e outro na Série B).

Além dos dois, Paulinho (Ponte Preta) e Sassá (Botafogo) também não ficaram. O zagueiro Luiz Alberto, em negociação, tem até a sexta-feira para decidir se aceita o valor oferecido pelo Náutico. Por outro lado, o clube poder anunciar hoje a contratação do meia Jefferson Renan (Porto) e do atacante Josimar (Atlético-GO).

Orçamento maior mas sem loucuras

Foto: Rodrigo Costa/JC Imagem

Foto: Rodrigo Costa/JC Imagem

Haim Ferreira
Do Jornal do Commercio

Pés no chão. Durante os quatro últimos anos, essa foi a filosofia de trabalho do ex-presidente Antônio Luiz Neto à frente do Santa Cruz e principal compromisso do seu suplente, Alírio Moraes. Quitação de dívidas, controle financeiro e, claro, os títulos e acessos, foram apenas alguns dos legados que a nova diretoria executiva tricolor se propôs a dar continuidade.

Apesar da ideologia de prosseguimento, pelo menos no discurso, Alírio pretende alçar voos mais altos. Desde que tomou posse do cargo mais importante do Santa Cruz, o gestor já prometeu tirar do papel a construção do Centro de Treinamentos, ampliar a capacidade do Arruda, lançar um programa que triplique o quadro de sócios, além de contratar jogadores midiáticos para a próxima temporada.

Com tantos projetos em mente, a direção coral garante que a saúde financeira do clube não será afetada. “Na última gestão, o Santa Cruz conseguiu sanear as suas dívidas e está prestes a obter a certidão de débitos negativos. Isso já é um divisor de águas para nós, porque o clube estava tendo muitos prejuízos financeiros. Hoje, temos uma verba garantida para o próximo ano, que antes ia para os seus credores por conta da Justiça. Esse dinheiro, agora, fará parte do nosso fluxo de caixa. Ou seja, já temos um ativo em mãos que não tínhamos antes”, afirmou o presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, Sylvio Ferreira.

Para se ter uma ideia, neste ano, o Santa Cruz teve 60% da sua renda bloqueada por parte da Justiça Comum, além da retenção de R$ 300 mil provenientes do Programa Todos com a Nota.

Com a quitação das dívidas, o Tricolor do Arruda, a partir de 2015, poderá lucrar, sem interferências externas, com cotas de transmissão, patrocínio masters e investidores, além de programas do governo, como o Todos com a Nota e a Timemania.

RENOVAÇÕES
Com as renovações de contrato do zagueiro Alemão e do lateral-direito Tony encaminhadas, a diretoria do Santa Cruz já mira o acerto com outros jogadores. Neste momento, as prioridades são o goleiro Fred, e os atacantes Betinho e Pingo.

Página 1 de 7.0151234567Última »