publicidade
21/05/18
Ayrton e Ana Clara dstk
Ayrton e Ana Clara dstk

Ayrton fala sobre procurar emprego e revela desejo de adotar filho

Publicado por Victor Augusto em BBB18 às 8:07

Com muito amor para dar e vendo sua filhota prestes a sair de casa – sim, Ana Clara vai morar sozinha -, Ayrton afirmou em entrevista ao Extra que pensa em adotar um pimpolho. O ex-BBB tem 56 anos, descarta a aposentadoria agora e afirma que, após desfrutar mais um pouco da fama, vai procurar um emprego como analista programador.

LEIA TAMBÉM: Avião de Alok não consegue decolar e sai da pista em Juiz de Fora

Ayrton contou que está quitando seu segundo imóvel, que fica na Barra da Tijuca. Ele pretende se mudar para lá junto com sua esposa assim que terminar de pagá-lo. Uma vez no novo lar, deve vender sua atual residência, que fica em Jacarepaguá. Ele e Ana Clara dividiram o prêmio de R$ 50 mil e desfrutam de um contrato com a Globo de R$ 3,7 mil mensais até dezembro. Até lá, ele quer “dar uma surfada na onda da fama” e, logo depois, voltar a trabalhar como analista programador: “não penso em me aposentar”.

“Daqui a pouco, eu vou ser conhecido como o pai da Ana Clara. A famosa é ela. Vejo a minha filha conquistando a independência e trabalhando na televisão. Ela tem muito talento e carisma”, disse o papito. A fala do patriarca demonstra ser verdadeira: Ana Clara desfruta dos seus 6,3 milhões de seguidores e da renda que faz com sua presença VIP em eventos. A ex-BBB estaria cobrando cerca de R$ 35 mil para participar de festas. Com a independência chegando, ela está para sair de casa e ir morar sozinha.

E a relação entre pai e filha?

Ainda ao Extra, Ayrton falou que sua relação com Ana Clara continua igualzinha a do reality: “Continua a mesma coisa. Brigando, ela me chamando de chato, e eu não gostando quando ela exagera na bebida, por exemplo”. Pai coruja e apegado à família, ele afirma que pretende ser avô: “Não agora, porque ela tem outras coisas para conquistar. Mas ela pode namorar com quem ela quiser. Negro, branco… Aqui em casa, não temos preconceito com raça, cor, com nada”.



FECHAR