publicidade
19/05/18
Pastor Michael Curry e coral negro estadunidense marcam casamento real (Imagens: Reprodução)
Pastor Michael Curry e coral negro estadunidense marcam casamento real (Imagens: Reprodução)

Pastor progressista, coral negro e mais participação feminina marcam casamento real

Publicado por Victor Augusto em Famosos às 11:44

Após colonizar boa parte da África e Ásia e ser conhecida por instaurar regimes nada agradáveis para as minorias nesses lugares, a realeza britânica mostrou que nunca é tarde para uma atitude inclusiva. Durante o casamento real entre o príncipe Harry e Meghan Markle, realizado neste sábado (19), foi possível vislumbrar várias fotografias icônicas. A presença de um pastor progressista e um coral negro marcaram a cerimônia.

LEIA TAMBÉM: Confira os cliques dos famosos que compareceram ao casamento real

O pastor Michael Curry

Michael Curry, pastor negro progressista e defensor da causa LGBT, comandou o início da cerimônia religiosa. Além de defender o casamento gay, o religioso já se posicionou contra o discurso do presidente dos EUA, Donald Trump. Havia um pouco de receio sobre a fala do pastor, que pregou sobre libertação e evolução através do amor. Sua frase mais marcante e repetida foi: “There is power in love (Existe poder no amor)”.

Coral negro estadunidense

Logo depois da pregação de Michael Curry, um coral negro dos EUA cantou a música Stand by me e, além de deliciar os convidados, protagonizou um contraste diante da cor branca predominante na pele dos convidados presentes na capela do Castelo de Windsor. A canção foi um pedido do príncipe Harry.

Protagonismo

Quem comandou o coral negro foi uma mulher. Além disso, as cornetas que anunciaram a chegada de Meghan Markle na capela foram, pela primeira vez na história dos casamentos reais, manejadas por mulheres.

Além disso, o ato de não ter escolhido um homem para substituir seu pai na caminhada até a metade do caminho ao altar foi interpretado como um ato de empoderamento.

 



FECHAR