publicidade
09/04/18
Maria Bethânia e Zeca Pagodinho - Foto: Luiz Fabiano / Divulgação
Maria Bethânia e Zeca Pagodinho - Foto: Luiz Fabiano / Divulgação

Veja imagens de Maria Bethânia e Zeca Pagodinho na estreia da turnê “De Santo Amaro a Xerém”

Publicado por Romero Rafael em Galerias às 20:44

Era o primeiro show da turnê De Santo Amaro a Xerém, de Maria Bethânia e Zeca Pagodinho, sábado (7), no Classic Hall, em Olinda, e eles já tão entrosados e cúmplices… “Tenho que estar perfeito… Bonito eu sei que estou. Tô obedecendo a ela, que ela manda, ela é chefe”, disse Zeca, mais pro início da apresentação, com graça, referindo-se ao rigor por que Bethânia é conhecida. Entre trocas de carinho e reverência mútua, noite afora, ela, dama dos palcos, e ele, figura das rodas de samba, funcionam de um jeito que a gente é incapaz de prever antes.

Ponto alto quando, sozinha, Bethânia ataca de Ronda e Negue. Não há uma pessoa que fique imune à dose. Outro ápice, mais pro fim, é quando Zeca – convencido por Bethânia de que é um grande intérprete – sai do pagode e canta Naquela Mesa (Sérgio Bittencourt), com especial emoção. Revela que Bethânia o fez cantar o que nunca havia cantado. E também que o fez ensaiar – “Tem que ensaiar, Zeca”,  solta ela. “Você não gosta de Sílvio…?”, questiona Bethânia, antes dele cantar Chão de Estrelas, de Sílvio Caldas, guardada na memória afetiva musical do carioca. Entende-se, então, porque Zeca a chama de rainha.

A turnê De Santo Amaro a Xerém faz sessões em Salvador, dia 14; Rio de Janeiro, 21; Belo Horizonte, 5 de maio; São Paulo, 18 e 19 de maio, e Brasília, 30 de maio.



FECHAR