publicidade
14/11/17
Foto: Instagram/reprodução
Foto: Instagram/reprodução

Yanna Lavigne publica desabafo sobre ser mãe solteira e pede união entre as mulheres: “caminhemos lado a lado”.

Publicado por Anneliese Pires em Famosos às 10:36

Desde que se separou do ator Bruno Gissoni, nos últimos meses de gravidez e assumiu ser mãe solteira, Yanna Lavigne vem sofrendo críticas de seguidores nas redes sociais, principalmente de mulheres. Com um texto publicado no Instagram, a mãe da pequena Madalena usou suas próprias experiências para explicar o quanto é importante que as mulheres deixem de lado os julgamentos e se fortaleçam umas unidas às outras.

“Já passei por muita coisa nessa vida, tipo barra pesada. Me acho forte. Quer dizer, médio forte. Por exemplo: não sei onde estará minha fortaleza quando Madá num rompante de raiva disser ‘mãe, te odeio’ ou sou forte o suficiente pra ter certeza que, criada por mim, ela nunca o fará. Nós mulheres somos assim, temos o mundo nas mãos, mas desconhecemos esse poder. Ou pior, fraquejamos sem se quer acreditar nele, gongamos outras, julgamos algumas, incrédulas manipulamos sentimentos, forçamos sensações, negamos nossa intuição nata, anulamos umas às outras”, diz logo no início da publicação.

Yanna, que mantém uma relação de amizade bem próxima com o pai de sua filha, ainda listou diversas frases pejorativas que ouviu ao longo de sua gravidez e pediu por respeito às diferenças de cada pessoa. “Não faça com as outras o que não gostaria que fizessem com você. Amo quando mulheres alimentam outras mulheres a amarem a si mesmas. É assim que funciona: quando uma mulher resolve curar-se, ela se transforma em uma obra de amor e compaixão. Ela não se torna saudável apenas para si, mas também a todas a sua volta.”

No final, Yanna conclui com uma frase que pede solidariedade e integração entre as mulheres: “Caminhemos lado a lado”.

Confira o texto de Yanna Lavigne na íntegra:

 



PUBLICIDADE
FECHAR