publicidade
11/10/17
terry_crews
terry_crews

Terry Crews, de ‘As branquelas’, revela assédio de produtor de Hollywood

Publicado por Gabriele Lima em Famosos às 12:46

Terry Crews, intérprete de Latrel em ‘As branquelas‘ e de Julius em ‘Todo Mundo Odeia o Chris‘, contou que foi assediado por um produtor de Hollywood. A revelação veio à tona após atrizes denunciar Harvey Weinstein por abuso sexual. O ator usou seu perfil no Twitter, na última terça-feira (10), para comentar sobre uma situação que passou em uma festa na Califórnia, Estados Unidos.

“Essa situação toda com Harvey Weinstein está me dando estresse pós-traumático. Por quê? Porque esse tipo de coisa aconteceu comigo. Minha mulher e eu estávamos numa festa em Hollywood no ano passado quando um executivo do alto escalão veio e pegou nas minhas partes íntimas. Me afastando, eu disse: ‘O que você está fazendo?’ Minha mulher viu tudo e nós olhamos para ele como se ele fosse louco. Ele sorriu como um idiota. Eu ia acabar com ele ali mesmo, mas pensei duas vezes sobre como veriam a situação. ‘Homem negro enorme agride executivo importante de Hollywood’ seria a manchete no dia seguinte. Só que eu provavelmente não poderia lê-la, porque estaria na cadeia. Fomos embora”, iniciou o relato.

LEIA TAMBÉM: Atriz acusa Ben Affleck de abuso: “Eu ri naquela época porque não podia chorar”

“Naquela noite e no dia seguinte, contei o que aconteceu para todos que eu sabia que trabalharam com ele. Ele me ligou no dia seguinte para se desculpar, mas nunca disse o porquê de ter agido daquele jeito. Eu decidi deixar para lá porque não queria ser excluído – é o que acontece quando o abusador tem poder e influência. Ignorei. E entendo as mulheres que também ignoram. Quem vai acreditar em você? (Poucas pessoas) Quais serão as repercussões? (Muitas) Você quer continuar a trabalhar? (Sim) Você está preparado para ser excluído? (Não) Eu amo o que faço, mas é uma vergonha quando alguém tenta tirar vantagem disso. Ele sabe quem é. Mas às vezes você precisa esperar e encontrar outras vítimas para se fortalecer”, continuou o ator.

“Eu entendo e simpatizo com as pessoas que não falaram nada, mas Harvey Weinstein não é o único predador e Hollywood não é a única indústria onde isso acontece. E para as vítimas desse comportamento: vocês não estão sozinhas. Espero que ter contado essa história impeça um agressor e encoraje alguém que se sente desesperado”, finalizou.



PUBLICIDADE
FECHAR