publicidade
11/10/17
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Criador de “Black Mirror” entrega detalhes dos novos episódios da série

Publicado por Isabela Sales em Notas às 17:40

Para deixar os fãs ainda mais ansiosos, Charlie Brooker, criador de Black Mirror, resolveu divulgar alguns detalhes dos novos episódios que vão ao ar ainda este ano, na Netflix. Ele deu algumas informações das histórias em entrevista à revista Entertainment Weekly. Confira:

“Metalhead”: O primeiro episódio inteiro em preto e branco. “É muito diferente de qualquer episódio que fizemos antes. É um conto brutal.”

Arkangel”: “Trata-se de uma mãe e uma filha e uma oportunidade tecnológica. Netflix sugeriu a Jodie Foster [para dirigir]. Tivemos uma conversa pelo Skype. Ela gostou d o roteiro e ela teve muitas sugestões sobre os personagens, então houve muitos ajustes. Ela não é apenas uma simples contratação, ela é incrivelmente inteligente e traz algumas ideias sobre o material. É o que você quer em um diretor porque cada história é autônoma, então você quer que cada uma seja idiossincrática com esse diretor. E ela trouxe muito disso.”

“U.S.S. Callister”: “Certamente se destaca. Na última vez, foi ‘San Junipero’ que provocou, e esse é certamente o caso com ‘Callister’ desta vez. De certa forma, [a história] é o que parece ser … e também, obviamente, isso também é Black Mirror. Certamente há mais do que se pode ver. Definitivamente tem inspiração em ‘Star Trek’, mas se eu disser o que é, estraga. Eu direi que houve perguntas sobre como Black Mirror vai abordar Trump e Brexit e a forma como o mundo está agora. Nós tentamos não pensar nisso. Mas se você olhar para ‘Callister’, há algumas coisas que escaparam do mundo exterior. Há coisas que têm a ver com regimes.”

“Crocodile”: “Ninguém adivinhou ainda sobre o que é, provavelmente porque tem o título mais vago de todos eles. Esse título não diz nada, da mesma maneira que ‘Cães de Aluguel’ não lhe diz nada sobre ‘Cães de Aluguel’. É um título que estava ecoando na minha cabeça por todos os tipos de razões que não têm relação com o que está acontecendo lá. Então eu estou feliz em manter isso assim. É uma história bastante tensa; é um tipo de suspense.”

“Hang the DJ”: “Nós temos muitos tons diferentes nesta temporada. Há um pouco mais de comédia. Há alguns que não são niilisticamente horríveis do começo ao fim e há outros que são. Este é mais agradável.”

“Black Museum”: “Um museu negro no Reino Unido é um museu do crime. É uma frase que não percebi que não era universal. Isso será como um “Treehouse of Horror”. Nós fizemos “White Christmas” antes. O próprio show é uma antologia e essa foi uma antologia dentro de uma antologia. Há muita coisa acontecendo lá. Nós fazemos pequenas referências às histórias anteriores. Com “Black Museum” percebi que podemos construir uma história sobre episódios anteriores. A regra básica com Black Mirror é que você nunca precisa ver outro episódio do Black Mirror, por isso não importa se “Black Museum” é o primeiro episódio que você vê. Mas se você viu o resto, você verá referências explícitas a coisas que fizemos antes.”C

Confira o trailer:



PUBLICIDADE
FECHAR