publicidade
12/09/17
Fani Pacheco /Foto: Reprodução/YouTube
Fani Pacheco /Foto: Reprodução/YouTube

Aos prantos, Fani Pacheco lembra doença da mãe: “Toda minha a família virou as costas para ela”

Publicado por Gabriele Lima em Famosos às 14:59

A ex-BBB Fani Pacheco usou seu canal no YouTube para fazer um alerta sobre o preconceito com quem tem esquizofrenia. Aprovada recentemente no vestibular em uma faculdade de medicina, a loira lembrou o que viveu ao lado da mãe, Adele Mara, que morreu em 2014 com a doença e foi abandonada pela família.

“Graças a esquizofrenia da minha mãe que eu me tornei o ser humano que eu sou hoje. Eu aprendi o quanto é importante cuidar e amar alguém, quando toda a minha família virou as costas para ela: por preconceito e egoísmo. Porque, na verdade, ninguém quer se comprometer com a doença mental. Eu nunca abandonei a minha mãe. E todas as dificuldades que a gente passou, a gente superou juntas. E nós conseguimos ser felizes dentro da loucura. Sim, isso é possível”.

Emocionada, a loira falou sobre o preconceito. “As pessoas taxam o louco com um vegetal, e isso não é verdade. Com amor, a gente consegue conviver e tornar a vida do esquizofrênico melhor. É uma covardia da sociedade excluir as doenças mentais do cotidiano. A própria depressão, as pessoas são mandadas embora dos seus empregos e tidas como loucas por apenas tomar um remédio controlado”, afirmou.

Foi o drama pessoal que fez Fani Pacheco escolher medicina para se especializar em psiquiatria: “Quero contribuir para que esses doentes não se sintam mais sozinhos e que essas famílias se sintam responsáveis e cuidem das pessoas que elas amam. Ou o universo está com muita falta de amor ou os valores do que é amor se perderam”. Confira o vídeo na íntegra:



PUBLICIDADE
FECHAR