publicidade
17/jan
vinhas2

Saiba mais sobre a vinícola onde foi gravada “Amores Roubados”

Publicado por Mirella Martins em Notas às 8:22

As vinhas dão todo o ano. Fotos: Rafael Benevides

As vinhas dão todo o ano. (Fotos: Rafael Benevides / RioSol)

Se você está seguindo “Amores Roubados”, percebeu que a direção de fotografia trouxe imagens incríveis e ângulos inusitados do sertão pernambucano. Sim, aqui pertinho. A minissérie global foi rodada em Petrolina, Lagoa Grande, Juazeiro (BA) e Paulo Afonso (BA). A vinícola que vimos na TV é, na verdade, a RioSol, cujo diretor comercial é o português João Santos.

Caminho para a casa-sede

Caminho para a casa-sede

Colheita de uvas

Colheita de uvas

Parte do caminho usado como locação

Parte do caminho usado como locação

A Vitivinícola Santa Maria possui 200 hectares de área plantada, com cerca de 20 espécies de uvas, entre elas a Merlot, Touriga Nacional, Syrah, Alicante Bouchet, Tempranillo e Cabernet Sauvignon. Fica localizada no paralelo 8, o que permite uma situação única no mundo que é a possibilidade de ciclos contínuos de produção, ou seja, várias colheitas ao longo do ano. Em outras localidades, a colheita acontece apenas uma vez por ano.

Os tanques de vinho

Os tanques de vinho

Depois da minissérie, com certeza, a procura por passeios pela área vai aumentar já que as filmagens destacaram bem a infraestrutura da vinícola, assim como seu trabalho com as vinhas e a produção da bebida.

João Santos, o todo poderoso da RioSol

João Santos, o todo poderoso da RioSol

Um detalhe: a enóloga Tania Fazendeiro foi figurante da minissérie.

A enóloga Tânia Fazendeiro em ação

A enóloga Tânia Fazendeiro em ação

 


FECHAR