publicidade
07/02/18
Fundação Telefônica Vivo/Divulgação
Fundação Telefônica Vivo/Divulgação

Fundação Telefônica Vivo abre inscrições para incubação de jovens empreendedores da periferia do Recife

07 / fev
Publicado por Renato Mota em Emprendedorismo às 14:08

Estão abertas as inscrições para o processo de incubação de projetos de jovens empreendedores do Programa Pense Grande, criado pela Fundação Telefônica Vivo.

A iniciativa, que visa estimular o empreendedorismo social entre jovens de periferia em diferentes regiões do Brasil, recebe projetos até o dia 7 de março no hotsite (www.pensegrande.org.br/participe) por meio do preenchimento de questionário online. Podem concorrer iniciativas empreendedoras com propostas de negócios com impacto social e tecnologia digital em várias regiões do Brasil.

Para participar do processo seletivo é necessário ter entre 18 e 29 anos, ter renda familiar de, no máximo, três mil reais por pessoa, ter acesso à internet, disponibilidade para viagens e residir nas seguintes localidades e suas regiões metropolitanas: Recife (PE), Curitiba (PR), Fortaleza(CE), Londrina (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Santa Rita do Sapucaí (MG), Santarém (PA), São José dos Campos (SP), São Paulo (SP), Sorocaba (SP) e Vale do Jequitinhonha (MG).

Cada grupo pode ter até quatro participantes. A seleção será composta de duas etapas. Na primeira, os empreendedores se inscrevem . O resultado da primeira etapa da seleção sairá no dia 16/03 e serão selecionados 80 projetos.  Na segunda etapa, de 16 de março a 6 de abril, os representantes escolhidos passarão por capacitações online e terão que entregar desafios, sempre acompanhados por consultorias online que estarão à disposição para tirar dúvidas.

METODOLOGIA

Durante toda incubação do Programa Pense Grande, que tem duração de dez meses, os jovens receberão apoio para desenvolver suas competências e seus empreendimentos, por meio de oficinas, assessorias regulares e personalizadas (online e presenciais), mentorias com empreendedores mais experientes, imersões presenciais e capital semente.

“Com essa iniciativa, os jovens terão o apoio intelectual e financeiro para desenvolver suas ideias e torná-las negócios de impacto na região onde vivem. Queremos estimular esses jovens a olharem o empreendedorismo como uma forma de mudança de vida e de futuro”, afirma Americo Mattar, diretor-presidente da Fundação Telefônica Vivo.


FECHAR
publicidade