publicidade
11/01/18
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Em Pernambuco, troca de número entre operadoras aumentou 34%

11 / jan
Publicado por Renato Mota em TELECOM às 15:58

A portabilidade numérica – o serviço que permite ao usuário trocar de operadora de telefonia fixa ou móvel, em áreas de igual DDD e manter o número do telefone – teve um aumento de 34% em Pernambuco no ano de 2017.

No período de 1º de janeiro a 31 de dezembro, foram efetivadas no Estado 124,60 mil migrações, sendo 35,77 mil (29%) na telefonia fixa e 88,82 mil (71%) na móvel, de acordo com a ABR Telecom (Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações).

Ao todo, no País, 40,83 milhões de trocas de operadoras foram realizadas em 2017. A informação consta do balanço anual da ABR Telecom, divulgado esta semana. Desde setembro de 2008 – quando a portabilidade numérica começou a ser possível no País – já foram realizadas 14,15 milhões (35%) de transferências entre operadoras de telefonia fixa, com manutenção do número do telefone por seus usuários. Os portadores de telefones móveis fizeram 26,67 milhões (65%) de transferências.

Em Pernambuco, este número é de 1,32 milhão de transferências entre operadoras, sendo 367,24 mil (28%) para usuários de telefones fixos e 960,75 mil (72%) de telefones móveis.

Para efetivar a portabilidade numérica

O usuário de serviço telefônico que deseja realizar a portabilidade numérica deve procurar a operadora para onde ele quer migrar e fazer a solicitação. O regulamento da portabilidade numérica determina que, entre os critérios a serem atendidos para efetivar a migração, o solicitante deve:

  • Informar a operadora de telefonia que recebe o pedido, o nome completo
  • Comprovar a titularidade da linha telefônica
  • Informar o número do documento de identidade
  • Informar o número do registro no cadastro do Ministério da Fazenda, no caso de pessoa jurídica
  • Informar o endereço completo do assinante do serviço
  • Informar o código de acesso
  • Informar o nome da operadora de onde está saindo.

A operadora para a qual o usuário deseja migrar fornecerá um número de protocolo da solicitação a fim de que ele possa acompanhar o processo de transferência. No Brasil, o modelo de portabilidade numérica determina que migrações devem ser solicitadas dentro do mesmo serviço, de móvel para móvel ou fixo para fixo, e na área de abrangência do mesmo DDD.

Prazos

O tempo de transferência para efetivação da portabilidade numérica é de três dias úteis ou após esta data, se o usuário desejar agendar. Para desistir da portabilidade numérica, o usuário tem dois dias úteis, após sua solicitação de transferência, para suspender o processo de migração.

 


FECHAR