publicidade
20/06/17
Golpe do cupom de R$ 100 na Uber
Golpe do cupom de R$ 100 na Uber

Golpe que oferece falso cupom de desconto do Uber já afetou mais de 40 mil usuários

20 / jun
Publicado por Renato Mota em Segurança às 14:05

Recebeu um link de um cupom da Uber e achou que ia economizar R$ 100 em corridas? Pois ao invés de ganhar o bônus, você provavelmente perdeu a privacidade dos seus dados – e quem sabe até o seu dinheiro.

O alerta vem do pessoal da empresa de segurança Eset, que identificou uma campanha de phishing na qual cibercriminosos usam um falso cupom da plataforma de caronas pagas para roubar dados pessoais e financeiros das vítimas. O golpe foi identificado no último sábado, 17 de junho, e permanece ativo, afetando mais de 40 mil usuários.

Leia mais
Mais de 100 mil brasileiros já caíram em novo golpe no WhatsApp nas últimas 48 horas
Caiu num golpe de WhatsApp? Saiba o que fazer

De acordo com a empresa de segurança digital, ao acessar o link disponibilizado pelo cibercriminoso, a vítima é redirecionada para uma página na qual é induzida a cadastrar-se no Uber para receber o desconto. Quando clica no suposto botão de cadastro, o usuário é redirecionado para uma página de cadastro com layout semelhante ao do Uber, onde são requisitados diversos dados pessoais, como nome, CPF, telefone, além de dados do cartão de crédito.

Ao completar os dados, um pop-up confirmando o “sucesso no cadastro” é apresentado e a vítima é, enfim, redirecionada para a página oficial de login do Uber.

“Os usuários precisam ficar atentos a esse tipo de golpe que usa falsas promoções de empresas populares para roubar dados das vítimas”, afirma Camillo Di Jorge, Presidente da ESET Brasil. “Os cuidados passam pelo uso de soluções proativas de segurança instalados no computador e nos demais equipamentos que acessam a internet, assim como por boas práticas de navegação, que incluem não divulgar dados pessoais e financeiros sem ter certeza do destinatário, duvidar de promoções muito vantajosas e nunca clicar em links ou anexos de e-mails sem verificar sua procedência”, acrescenta.

Outra dica, de acordo com os especialistas da ESET é desabilitar o carregamento automático de macros e conteúdo externo, pois esse é um vetor de ataque frequentemente utilizado para executar códigos maliciosos nos computadores das vítimas.

Nossa galeria de golpes:
Alerta: cuidado com o teste “Qual Celebridade Você Se Parece?”
Páginas se passam por grandes varejistas para disseminar promoções falsas no Facebook
Promessa de alterar a cor do WhatsApp esconde golpe que já afetou mais de 1 milhão de usuários
Recém-lançado, recurso de chamada de vídeo no WhatsApp já é alvo de golpes
Alerta: não caia no golpe da McDonald’s no WhatsApp

“Veja quem visitou seu perfil” – Golpe do Facebook mudou e agora mira usuários do WhatsApp
Cuidado com o golpe do Burguer King no Whatsapp 


FECHAR
publicidade