publicidade
19/abr
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Estudo: pessoas consideram a perda de fotos digitais mais angustiante do que sofrer um acidente de carro

19 / abr
Publicado por Renato Mota em Segurança às 14:41

De uns anos para cá, poucas das fotos que tiramos em viagens, eventos especiais e até no dia a dia chegam a ser impressas. A maior parte dessas imagens acabam guardadas no formato digital mesmo – e por isso acabam correndo um sério risco. Já imaginou perder todas as fotos que estão no seu celular, computador ou até na nuvem?

Segundo um estudo da Kaspersky Lab, para boa parte dos usuários, perder suas fotos digitais foi classificado como um evento negativo mais angustiante do que acidentes de carro, o rompimento com um parceiro, um dia ruim no trabalho, brigas com familiares e amigos e até, em alguns casos, a doença de um animal de estimação. Ficou atrás somente de ver algum membro da família adoecer.

Leia mais
Totens de recarga USB para smartphones podem ser vetores de golpes
Alerta: cuidado com o teste “Qual Celebridade Você Se Parece?”

Não é por menos: 49% das pessoas disseram que os dados mais preciosos de seus dispotivos são suas fotos particulares e sigilosas, seguidos das fotos de seus filhos e cônjuges, e mais de dois quintos dos entrevistados disseram que não conseguiriam substituir as fotos e os vídeos de suas viagens (45%), seus filhos (44%) ou de si mesmos (40%).

“O experimento mostrou resultados interessantes e que valem a reflexão: embora as pessoas acreditem entender o valor de seus dados, o valor afetivo não se reflete em suas ações do dia a dia. Por um lado, as pessoas parecem saber quais tipos de dados são mais importantes para elas e acreditam que seria muito penoso perder suas memórias digitais, por exemplo, suas fotos”, diz Andrei Mochola, chefe de negócios ao consumidor da Kaspersky Lab.

5b9c9049-9632-4133-972d-9be5df9f7008

 

 


FECHAR
publicidade