publicidade
16/mar
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Venda de PCs no Brasil apresentam o pior desempenho desde 2004

16 / mar
Publicado por Renato Mota em Hardware às 14:09

Se o mercado de PCs já não vinha bem – perdendo espaço para os smartphones e tablets cada vez mais – a crise econômica que atingiu o País nos últimos anos piorou o cenário. No ano de 2016, o setor fechou com apenas 4,5 milhões de unidades vendidas, o menor volume desde 2004.

Esse índice representa uma queda de 31,7% nas vendas em relação a 2015, que fechou com 6,6 milhões de unidades vendidas. Os dados fazem parte do estudo IDC Brazil PCs Tracker Q4, que ainda apontou que 3 milhões de computadores foram vendidos para o mercado doméstico e 1,5 milhão para o segmento corporativo.

Leia mais
Mercado brasileiro de smartphones recua 16%
Mercado brasileiro de PCs no seu pior momento no ano

Do total de máquinas comercializadas, 2,8 milhões foram notebooks (queda de 30% na comparação com 2015) e 1,7 milhão foram desktops (queda de 35% na comparação com 2015). “O computador, que até 2012 era praticamente o único dispositivo a oferecer acesso a internet, ano a ano vem perdendo espaço para outros dispositivos”, diz Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil.

A tendência para 2017 é que o mercado se estabilize e feche nos mesmos 4,5 milhões de computadores vendidos. “Mesmo que a economia melhore, não devemos ter um incremento nas vendas este ano. O mercado de computadores é maduro e a vida útil das máquinas tem passado dos seis anos, já que a qualidade é melhor e o uso tem sido dividido com outros dispositivos. Para se destacar no mercado, os fabricantes precisam inovar e oferecer produtos com preços acessíveis”, finaliza Hagge.


FECHAR
publicidade