publicidade
07/11/16
Foto: Reprodução da internet
Foto: Reprodução da internet

Telefonia móvel no Brasil registra queda de um milhão de linhas, segundo Anatel

07 / nov
Publicado por Renato Mota em TELECOM às 15:35

O número de linhas móveis em operação no Brasil encolheu em mais de um milhão no mês passado, de acordo com dados divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Entre agosto e setembro passados, a agência registrou 251.028.412 linhas móveis em atividade, uma queda de 1.053.072 linhas em relação ao relatório anterior.

Essa redução aconteceu principalmente na modalidade pré-paga e em quase todas as operadoras. As linhas pré-pagas, que eram 176,1 milhões em agosto, caíram para 174,4 milhões em setembro. Por outro lado, os clientes pós-pagos tiveram uma alta discreta, de 75,8 milhões para 76,5 milhões no último mês registrado.

Entre as operadoras, quem mais perdeu linhas foi a Oi, que enfrenta um processo de recuperação judicial, e viu seu número de linhas em operação cair de 47 milhões para 46,3 milhões em setembro. Em seguida, entre as grandes players do mercado, vem a TIM, com uma redução de cerca de 267 mil linhas (saiu de 63,5 milhões em agosto para 63,2 milhões no mês seguinte).

Leia mais:
TIM expande rede 3G para o interior de Pernambuco
Vivo e Qualcomm levam 4G à escola da zona rural de Vitória de Santo Antão

A Claro perdeu pouco mais de 164 mil linhas, saiu de 63,3 milhões para 63,5. Já a Nextel e a Vivo viram sua base de linhas em operação crescer. A primeira saiu de  2,48 milhões de linhas para 2,51 milhões, enquanto a segunda subiu – bem pouco, mas subiu – de 73,46 milhões para 73,49 milhões.

Em termos de marketshare, a Vivo continua na liderança, com 29,28% do mercado móvel (era 29,14%), seguida pela Claro, com 25,3% e pela Tim, com 25,2%. A Oi caiu na casa dos décimos, saindo de 18,6% para 18,4% mas mantendo sua posição, e a Nextel finalmente atingiu 1%.


FECHAR
publicidade