publicidade
18/06/13
anon
anon

Hackers realizam ataques em apoio aos protestos pelo Brasil

18 / jun
Publicado por Mayra Cavalcanti em INTERNET às 16:10

anon

Hackers ligados ao Anonymous, AnonCyber e Cyber Ghosts realizaram uma série de ataques contra páginas públicas e perfis governamentais nas redes sociais nessa última segunda (17). As ações tem a ver com a série de protestos que aconteceram em 11 cidades brasileiras, entre elas Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os hackers criticam sobretudo os gastos com a Copa do Mundo e Copa das Confederações. Por isso, os alvos preferidos são ligados ao evento. O site do Mineirão e o oficial da Copa2014.Gov foram atingidos.

A Assembleia Legislativa da Bahia, da prefeitura de Campina Grande e o Exército Brasileiro também foram atacados. Na semana passada, sites do governo paulista, como a Secretaria de Educação e da Polícia Militar ficaram indisponíveis por causa dos ataques.

O AnonymousBrasil postou pelo Twitter informações sobre as polícias militares de Goiás, Rio de Janeiro, Distrito Federal, colhidas após invasão.

O site da prefeitura do Recife segue indisponível, mas segundo a assessoria de imprensa tem a ver com um problema no servidor.

dilma

Instagram de Dilma
Na noite da segunda, o Instagram da presidente Dilma Rousseff foi atacado. Os hackers postaram uma imagem da máscara da HQ V de Vingança, símbolo do movimento, misturada à bandeira do Brasil. O Instagram é a rede social mais usada por Dilma depois que ela abandonou seu Twitter desde 2010 (o perfil ainda está no ar com centenas de críticas e xingamentos de usuários).

20130617-152247.jpg

Veja
Mais cedo, o perfil da revista Veja também foi invadido pelo Anonymous. Diversas mensagens contra a cobertura da publicação nos protestos foram postados. Segundo nota oficial em seu site, o ataque aconteceu por volta das 12h20. A conta foi retomada depois que a redação entrou em contato com a rede social. O redator-chefe Lauro Jardim, que assina a coluna Radar, também foi invadido.


FECHAR
publicidade